A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
Agente Comunitário de Saúde (1)

Pré-visualização | Página 1 de 1

AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE 
ACAD. ENF. FEEVALE DAIANA DE OLIVEIRA E MARCIELE ANTUNES
PROGRAMA AGENTE COMUNITÁRIO DA SAÚDE (PACS)
 Oficialmente implantado pelo Ministério da Saúde em 1991, teve início nos anos 80,
com iniciativa em algumas áreas do Nordeste. Com objetivo de buscar alternativas
para melhorar as condições de saúde de suas comunidades.
 O ACS faz parte da equipe multidisciplinar das Estratégia de Saúde da Família
contribuindo juntos com os demais profissionais no desenvolvimento de um
conjunto de ações de promoção e proteção da saúde, prevenção de agravos,
diagnóstico, tratamento, reabilitação e manutenção da saúde.
FUNÇÕES DO ACS
 Garantir a integralidade da atenção por meio da realização de ações de promoção
da saúde e prevenção de agravos;
 Realizar busca ativa e notificação de doenças e agravos de notificação compulsória
e de outros agravos e situações de importância local;
 Realizar a escuta qualificada das necessidades dos usuários em todas as ações,
proporcionando atendimento humanizado e viabilizando o estabelecimento do
vínculo;
 Responsabilizar-se pela população adstrita, mantendo a coordenação do cuidado
mesmo quando esta necessita de atenção em outros serviços do sistema de
saúde;
FUNÇÕES DO ACS
 Participar das atividades de planejamento e avaliação das ações da equipe, a partir
da utilização dos dados disponíveis;
 Promover a mobilização e a participação da comunidade;
 Garantir a qualidade do registro das atividades nos sistemas nacionais de
informação na Atenção Básica;
 Participar das atividades de educação permanente;
 Realizar outras ações e atividades a serem definidas de acordo com as prioridades
locais.
VISITAS DOMICILIARES 
 A visita domiciliar tem a finalidade de
monitorar a situação de saúde das
famílias.
 O acompanhamento dos Agentes
Comunitários de Saúde em micro áreas
selecionadas no território de responsabilidade
das unidades de Saúde da Família, representa
um componente facilitador para a
identificação das necessidades e racionalização
do emprego dessa modalidade de atenção.
PARA REALIZAR UM BOM TRABALHO, VOCÊ PRECISA:
 Conhecer o território;
 Conhecer não só os problemas da comunidade,
mas também suas potencialidades de crescer e se
desenvolver social e economicamente;
 Ser ativo e ter iniciativa;
 Gostar de aprender coisas novas;
 Observar as pessoas, as coisas, os ambientes;
 Agir com respeito e ética perante a comunidade e
os demais profissionais.
EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA COMUNIDADE
 O desenvolvimento de ações educativas em saúde pode abranger muitos temas e atividades amplas e
complexas, o que não significa que são ações difíceis de serem desenvolvidas.
 Ocorre por meio do exercício do diálogo e do saber escutar.
 As ações educativas têm início nas visitas domiciliares, mas podem ser realizadas em grupo, sendo
desenvolvidas nos serviços de saúde e nos diversos espaços sociais existentes na comunidade. O
trabalho em grupo reforça a ação educativa aos indivíduos.
 As ações educativas devem estimular o conhecimento e o cuidado de si mesmo, fortalecendo a
autoestima, a autonomia e também os vínculos de solidariedade comunitária, contribuindo para o
pleno exercício de poder decidir o melhor para a sua saúde.
PAPEL DO ACS NOS PRINCIPAIS CICLOS DA VIDA:
SAÚDE DA CRIANÇA: é uma etapa fundamental e
prioritária. Deve desenvolver ações de prevenção de
doenças e agravos e de promoção à saúde. Entre
essas ações está:
 o incentivo ao cumprimento do calendário
vacinal;
 a busca ativa dos faltosos às vacinas e consultas;
 a prevenção de acidentes na infância;
 o incentivo ao aleitamento materno.
PAPEL DO ACS NOS PRINCIPAIS CICLOS DA VIDA:
SAÚDE DO ADOLESCENTE: O profissional que trabalha com
adolescentes deve entendê-los, estar disponível para ouvi-los, dentro da
sua realidade e respeitar a diversidade de ideias, sem julgar.
 A promoção à saúde e prevenção de agravos para o adolescente deve
ser desenvolvida pela equipe em integração com diferentes instituições
na comunidade, como a escola, grupos de jovens, entre outros.
 Deve-se aproveitar para divulgar informações, ajudando no
esclarecimento de dúvidas com foco em temas como sexualidade e
prevenção de ISTs, álcool e drogas, e saúde mental.
PAPEL DO ACS NOS PRINCIPAIS CICLOS DA VIDA:
SAÚDE DO ADULTO: Os programas que envolvem a saúde
do adulto são: Saúde do Homem, Saúde da Mulher e doenças
mais incidentes neste grupo (tuberculose, diabetes mellitus,
hipertensão arterial).
 Sensibilizar os homens para a mudança da forma de pensar e
agir, direcionando-o a procurar a unidade básica de saúde
buscando a prevenção e o tratamento das doenças.
 Buscar e incentivar as mulheres para que realizem
planejamento familiar, pré-natal e consultas de puerpério, bem
como o rastreamento dos câncer de colo de útero e mama.
 Atentar para as pessoas com DM e HAS incentivando sempre
o acompanhamento da doença.
PAPEL DO ACS NOS PRINCIPAIS CICLOS DA VIDA:
SAÚDE DO IDOSO: As principais ações que envolvem 
a saúde do idoso concentram-se em: 
 Caderneta do Idoso; 
 Vacinação; 
 Promoção de hábitos saudáveis; 
 Orientações quanto ao ambiente seguro e prevenção 
de quedas; 
 Uso correto de medicamento; 
 Saúde Bucal. 
AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE: 
VOCÊ É “UM AGENTE DE MUDANÇAS”!
 O trabalho do ACS é considerado uma extensão dos serviços de saúde dentro das comunidades, já
que ele é um membro da comunidade e possui um envolvimento pessoal.
 É um personagem fundamental, pois é quem está mais próximo dos problemas que afetam a
comunidade, é alguém que se destaca pela capacidade de se comunicar com as pessoas e pela
liderança natural que exerce.
 A ação do ACS favorece a transformação de situações- problema que afetam a qualidade de vida das
famílias, como aquelas associadas ao saneamento básico, destinação do lixo, condições precárias de
moradia, situações de exclusão social, desemprego, violência intrafamiliar, drogas lícitas e ilícitas,
acidentes etc.
 O trabalho do ACS tem como principal objetivo contribuir para a qualidade de vida das pessoas
e da comunidade.
AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE: 
VOCÊ É “UM AGENTE DE MUDANÇAS”!
 “A atuação do ACS valoriza
questões culturais da comunidade,
integrando o saber popular e o
conhecimento técnico.”
Claunara Schilling Mendonça, 2009.