Lista
2 pág.

Lista


DisciplinaFenômenos de Transporte I11.356 materiais110.393 seguidores
Pré-visualização1 página
1 Um engenheiro civil, formado pela Uninove, em seu trabalho, observa que a água 
fornecida pela SABESP, com uma determinada pressão e ao nível do solo deve ter, no 
mínimo, uma diferença de pressão específica para que alcance a caixa de água do 
empreendimento em que trabalha. A diferença é realizada entre a pressão de entrada (ao 
nível do solo) e a pressão de saída (na entrada da caixa), que se localiza a 10 m de altura. 
Para uma vazão em volume de água constante, com densidade de 1000 kg/m3, 
submetido a uma aceleração da gravidade de 10 m/s2 e considerando que este volume 
chegue da SABESP com uma velocidade de 10 m/s, esta diferença mínima de pressão 
é igual a? Resp.: \ud835\udc91\ud835\udfcf\u2013 \ud835\udc91\ud835\udfd0 = \ud835\udfd3\ud835\udfce \ud835\udc24\ud835\udc0f\ud835\udc1a. 
 
 
2 Um tubo Venturi, com os pontos 1 e 2 na horizontal, liga-se um manômetro diferencial. 
Sendo \ud835\udc44 = \ud835\udf0b Litros/s e \ud835\udc491 = 1 m/s, calcular os diâmetros \ud835\udc371 e \ud835\udc372 do Venturi, 
desprezando-se as perdas de carga. Dados: peso específico de mercúrio é 13600 kgf/m3 
e da água 1000 kgf/m3; \ud835\udc54 = 9,8 m/s2. Dado: \ud835\udf0b \u2245 3,1416. Resp.: \ud835\udc6b\ud835\udfcf = \ud835\udfd4\ud835\udfd1, \ud835\udfd0\ud835\udfd2 \ud835\udc26\ud835\udc26 e 
\ud835\udc6b\ud835\udfd0 = \ud835\udfd1\ud835\udfd5, \ud835\udfcf\ud835\udfd2 \ud835\udc26\ud835\udc26. 
 
3 (Exercício 5.1, pág. 245, Munson) Água escoa numa pia do modo indicado na Figura 
abaixo. Sabendo que a vazão na torneira é 7,8 litros por minuto, determine a velocidade 
média do escoamento de água nos três drenos de segurança da pia. Admita que o diâmetro 
cada um dos drenos é igual a 10 mm, que o ralo está tampado e que o nível da água na 
pia é constante. Resp.: \ud835\udc7d\ud835\udfd0 \u2245 \ud835\udfce, \ud835\udfd3\ud835\udfd3 m/s. 
 
4 (Exercício 2.43, pág. 62, Brunetti) Determinar a altura de óleo (\ud835\udefe\ud835\udc5c = 6.000 N/m
3) para 
que o corpo (\ud835\udefe\ud835\udc50 = 8000 N/m
3) passe da posição (1) para a posição (2). Resp.: \ud835\udc89\ud835\udfce = 0,8 
m. 
 
 
 
5 Na figura abaixo são conhecidas as seguintes medidas: \u210e1 = 180 cm e \u210e2 = 250 cm. 
Considerando que o peso específico do mercúrio é 133280 N/m3 e que o sistema está em 
equilíbrio, determine: a) a pressão do Gás A; b) a indicação do Manômetro (1), 
considerando que o Manômetro (2) indica uma pressão de 115000 N/m2 para o Gás B. 
Dado: \ud835\udefe\ud835\udc3b2\ud835\udc42 = 9800 N/m
3. Resp: a) \ud835\udc91\ud835\udc68 = 215404 Pa; b) \ud835\udc91\ud835\udfcf = 100404 Pa. 
 
 
6 (Exercício 25, pág. 80, Halliday & Resnick, 8ª Ed.) A coluna de um 
barômetro de mercúrio (como o mostrado na Figura ao lado) tem uma 
altura \u210e = 740,35 mm. A temperatura é \u22125,0 °C, na qual a massa 
específica do mercúrio é \ud835\udf0c = 1,3608 × 104 kg/m3. A aceleração da 
gravidade no local onde se encontra o barômetro é \ud835\udc54 = 9,7835 m/s2. Qual 
é a pressão atmosférica \ud835\udc5d0 medida pelo barômetro em Torr (que é uma 
unidade muito utilizada para as leituras de pressão em barômetros)? 
Dados: 1 Torr = 133,32 Pa. Resp.: \ud835\udc91\ud835\udfce \u2245 739,32 Torr.