A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Sistemas Imune e Hematológico

Pré-visualização | Página 4 de 10

= linfonodos, 
baço e tecido linfoide associado às 
mucosas. 
São expandidos e produzem células de 
memoria e efetoras 
Medula óssea= localizada no interior dos 
ossos . 
Produzem: linfócitos B + após 
desenvolvimento embrionário , todas as 
células do tecido sanguíneo são 
produzidas na medula 
Essas células são derivadas das células- 
tronco hematopoiéticas onde são 
pluripotentes e dão origem a células: 
Megacariocítica , Eritroide , Granulocítica , 
Monocítica e Linfocítica 
 
Linfocítica = responsável pela formação 
dos linfócitos B e das células natural killer 
(NK) 
NK sofrem maturação na própria medula 
óssea . 
Já os linfócitos migram ainda imaturos 
para o timo onde sofrem a maturação 
se transformando em linfócitos T . 
Devido presença de plasmócitos , medula 
também produz anticorpos. 
Outro órgão primário é o timo , 
localizado no tórax , região denominada 
de mediastino. 
Timo é local de maturação e 
desenvolvimento dos linfócitos T Após 
sua diferenciação em linfócitos T, as 
células migram para o sangue e vão para 
os órgãos linfoides secundários ou 
periféricos . 
Células do timo= macrófagos e células 
dendríticas . 
Timo tem maior funcionamento no após 
nascimento e até adolescência. Após isso 
passa esse órgão a regressão perdendo 
sua função. 
 
Órgãos linfoides secundários = 
desencadeiam resposta imune adaptativa 
por conter grande concentração de 
antígenos. 
Chegam nos órgãos secundários células 
apresentadoras de antígenos , 
possibilitando a interação do antígeno 
com as células efetoras . 
Células efetoras = responsáveis por 
destruir e inativar os antígenos, iniciando 
uma resposta imune adaptativa. 
Tais órgãos permitem resposta 
adaptativa de forma rápida por estar 
presente em varias partes do corpo. 
 
Linfonodos são estruturas pequenas 
espalhadas todo corpo e acompanham 
os vasos linfáticos que transportam a 
linfa. 
Linfa= liquido claro que é responsável 
pela eliminação de impurezas produzidas 
durante metabolismo celular. 
Locais com mais linfonodos são : 
pescoço, tórax , axilas , abdome e 
mesentérico . Armazenam linfócitos que 
combatem microrganismos 
desencadeadores de infecção. 
Quando se desenvolve um processo 
infeccioso os linfonodos próximos do 
local ficam aumentados , isso acontece 
pela multiplicação de tais células na 
tentativa de destruir agentes infecciosos. 
Linfonodos se tornam inchados e 
doloridos , exemplo = infecção de 
garganta , há formação de “ ínguas” na 
região do pescoço. 
 
O baço é outro órgão linfoide situado no 
abdome. Sua função é filtrar sangue 
contra antígenos, apresentando as células 
macrófagos ativas em seu interior 
realizando destruição dos invasores pela 
fagocitose. 
Responsável pela destruição das 
hemácias que se encontram no fim do 
ciclo vital= hemocaterese 
Assim como os demais órgãos linfoides, 
o baço produz linfócitos e libera na 
corrente sanguínea. 
O baço não é órgão vital, se retirado a 
medula e o fígado assume suas funções. 
Porem sua remoção aumenta risco de 
infecções no organismo. 
 
Tecido linfoide associado as mucosas 
(MALT) localizado varias partes de 
mucosa do corpo (trato genitário, 
respiratório e digestivo) 
É formado por microestruturas 
chamadas de placas de Peyer, apêndice 
cecal, nódulos mesentéricos linfáticos, 
folículos solitários do intestino e tonsilas 
faríngea e palatinas.. 
Tecido ou microestruturas linfoides 
possuem células linfócitos e são sítios 
efetores de resposta imune para destruir 
antígenos invasores do organismo. 
O tecido linfoide associado a mucosa 
contem 70% de todas células do sistema 
imune e por ele passam os vasos 
linfáticos onde transitam antígenos e 
anticorpos , tendo destino final alcançar 
linfonodos regionais , em que resposta 
imune é intensificada para destruir os 
antígenos. 
 
Tonsila faríngea = adenoide 
Tonsilas palatinas = amigdalas, localizadas 
na faringe epitélio, e atuam na defesa 
contra invasões de micro-organismos via 
respiração ou alimentação. 
 
As placas de Peyer são estruturas 
formadas por aglomerados de células 
linfócitos que situam na mucosa do 
intestino e apêndice cecal. 
Possuem função de inativar e destruir 
antígenos que passam pelo intestino. 
 
A pele maior órgão do corpo, 
representa maior barreira física de 
defesa contra patógenos . Possui tecido 
linfoide que quando invadido por algum 
micro-organismo inicia resposta imune na 
tentativa de barrar a entrada no 
organismo. 
 
Sistema de defesa do corpo 
humano! 
Sistema imune tem 3 linhas de defesa 
1º e 2º = imunidade inata 
3º = imunidade adquirida 
 
Imune inata = não especifica, é a 
primeira linha de defesa do organismo 
contra antígenos. 
Inato = natural = nasce com a pessoa 
Não precisa o contato prévio com 
patógeno para que a resposta se inicie. 
Constituído pela 1º linha de defesa 
(barreiras naturais) e a 2º linha de defesa 
(processo inflamatório e sistema 
complemento ) 
Programada a responder rápido aos 
processos infecciosos. 
Influencia na resposta imune adquirida. 
Reconhece um numero limitado de 
antígenos e substancias dos micro-
organismos que estimulam sua ativação 
e denominam padrões moleculares 
associados a patógenos (PAMPS) 
produzidos por diferentes classes de 
micro-organismos. 
Seus receptores são chamados de 
receptores de reconhecimento de 
padrões 
Para conseguir entrar o antígeno se 
depara com barreiras na entrada. 
Barreiras = mecânicas, microbiológicas e 
químicas 
Exemplo de barreira mecânica =muco 
na vagina, cavidade nasal e trato 
respiratório . Ele ajuda proteger o local 
contra infecções , inibindo a 
movimentação dos micro-organismos. 
Normalmente é jogado pra fora do 
corpo por um espirro por exemplo. 
Outras formas de expulsar é por meio 
vomito, tosse , diarreia e descamação da 
epiderme. 
A pele é considerado barreira mecânica 
por conta da epiderme ser constituída 
de células mortas, ricas em queratina e 
aderidas uma a outras impedindo a 
entrada de micro-organismos. 
Barreira microbiológica = exemplo é a 
microbiota (flora) de bactérias no 
intestino, boca, pele e vagina. 
A microbiota reduz a probabilidade 
desses micro-organismos se 
multiplicarem em números suficientes 
para causar uma doença. 
Barreira química = há lisozima e 
fosfolipase, enzimas encontradas na 
lagrima , saliva e secreção nasal que 
podem destruir parede celular das 
bactérias e desestabilizando as 
membranas bacterianas . 
O suco gástrico que tem no estômago 
tem Ph acido impedindo proliferar e 
passar micro-organismos para outros 
locais 
Caso o antígeno passe as barreiras 
encontrara células no tecido que iniciarão 
resposta imune inata. 
Tal resposta ocorre após 3 horas de 
entrada da bactéria por ativação dos 
macrófagos. 
Não ocorrendo barragem desses 
antígenos, eles se instalam no tecido 
causando infecção. 
 
As principais células que participam dessa 
ação são os neutrófilos , macrófagos e 
células naturais killer (nk) = 
Os neutrófilos e macrófagos tem 
receptores que reconhecem inúmeros 
micro-organismos e antígenos . 
Encontra um antígeno ligam-se por meio 
dos receptores, englobando esse agente 
por fagocitose, degradando no interior da 
célula pela ação de enzimas digestivas. 
 
Os Nk possui receptores que reconhece 
células com alteração (tumorais) ou com 
infecções virais. 
Possuem grânulos que auxiliam

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.