A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Sistemas Imune e Hematológico

Pré-visualização | Página 7 de 10

promove 
vasoconstrição e aumento 
permeabilidade vascular) 
Leucotrienos B4 e HHT (produzem 
aumento permeabilidade vascular) 
 
Cininas plasmáticas que originam o 
potente vasodilatador bradicinina, radicais 
livres de oxigênio( que aumenta 
permeabilidade vascular), fator ativador 
de plaquetas (estimula síntese 
protaglandinas e leucotrienos) 
Todas chamamos mediadoras da 
inflamação 
Prostaglandina responsável pelos 
sintomas de hiperemia, dor e febre no 
processo de inflamação. 
Citocinas + interleucina 1 ( IL-1 )+ TNF = 
estimulam síntese de PG12 
PG12 = Potente vasodilatador pelas 
células endoteliais. 
Presentes na inflamação crônica e atuam 
no foco inflamatório e órgãos alvos 
sistemicamente. 
 
Classes de anti-inflamatórios para 
tratamento processos inflamatórios = 
 Ambos inibem síntese de um 
grupo mediadores químicos , 
demais são drogas distintas. 
Esteroides ( AIEs ) = glicocorticoides/ 
minimizam efeito hormônio cortisol do 
córtex adrenal / bloqueiam liberação do 
acido araquidônico pela lipocortina/ inibe a 
enzima fosfolipase A2 a qual transforma 
fosfolipideos em acido araquidônico / 
estabiliza membrana celular dos 
mastócitos e leucócitos/ diminui liberação 
histamina dos fatores quimiotáxicos e 
mediadores inflamatórios / 
Principais AIEs = hidrocortisona , 
cortisona , corticosterona, betametasona, 
sexametasona e prednisolona (indicado 
casos de alergia em geral, doença 
autoimune , lesão por esforço repetitivo, 
pós-transplantes e tratamentos 
odontológicos). 
Não esteroides ( AINEs ) = não 
hormonais / inibem via da cicloxigenase, 
prostaglandina , protaciclinas e 
tromboxanos/ Eficaz tratamento dos 
efeitos indesejáveis da resposta 
inflamatória , reduzindo edemas, febre, 
hiperemia, dor / constituem potentes 
antipirético e analgésico = 
1º geração= aspirina , diclofenacos , 
indometacina, piroxicam, paracetamol, 
ibuprofeno , tenoxican, acido 
mefenamico e dipirona 
2º geração= nimesulida e meloxican 
3º geração=celecoxib, etoricoxib e 
prexige 
 
 Os AIEs mais potente AINEs e 
inibem citocinas , prostaglandinas , 
mediadores de alergias entre 
outros. 
 
Hipersensibilidade = resposta imune 
exagerada que traz prejuízo a saúde 
Existe classificação de acordo com grau 
comprometimento= 
Hipersensibilidade tipo 1 
Imediata ou anafilática , 
Mediada pelo IgE , 
Suas células primarias são mastócitos ou 
basófilos , 
Manifesta-se em minutos após exposição 
do alergeno, 
Entra organismo por ingestão, inalação, 
injeção ou contato de mucosas/pele, 
Manifestações clinicas cutâneas , 
respiratórias, oculares, neurológicas, 
gastrointestinais e circulatórias , 
Tratamento com antialérgicos ( anti-
histaminicos .ou corticoides ) 
broncodilatadores no caso choque 
anafilático acrescentando epinefrina. 
Hipersensibilidade tipo 2 
Conhecida também Hipersensibilidade 
citotóxica, 
Mediada por anticorpos IgM / IgG e 
complemento, 
Células são fagócitos e NK, 
Manifestação 5-8 horas após contato 
com antígeno , 
Afeta vários órgãos, 
Caso mais comum é na transfusão de 
sangue incompatível , anemia hemolítica 
do recém nascido, hipersensibilidade a 
medicamentos, doenças imunes entre 
outras, 
Tratamento feito com anti-inflamatórios 
e imunossupressores. 
 
Hipersensibilidade tipo 3 
Conhecida também Hipersensibilidade 
imune complexa, 
Mediada por complexos antígeno-
anticorpo (ag-ac) IgG, 
Manifestação 3-10 horas após exposição 
ao antígeno , 
Participam primeiramente da resposta os 
neutrófilos e sistema complemento, 
Sintomas eitema, edema, necrose e 
hemorragias, 
Exemplos = dengue, ebola, febre 
amarela , 
Tratamento feito com anti-inflamatórios 
 
Hipersensibilidade tipo 4 
Conhecida celular ou tardia 
Mediada por macrófagos e linfócitos T 
CD8, 
Manifesta de 24-27 horas após 
exposição ao antígeno , 
Alergenos se difundem pela pele ou 
mucosas e tivam macrófagos e 
imunidade celular , 
Exemplos = doenças autoimunes, 
dermatites de contato alérgicas. 
 
 
 
 
Imunização: combate aos 
patógenos 
 
Imunização = processo que o organismo 
adquire capacidade de se defender 
contra doenças infecciosas e tornar-se 
imune. 
Há 4 tipos = 
Natural= desenvolvida a partir 
infecções clinicas, via placentária ou 
aleitamento materno 
Artificial= decorrente 
administração de vacinas e soros 
hiperimune. 
 Ativa = adquire-se através do 
contato com o antígeno e desenvolve 
memoria imunológica 
Passiva= ocorre quando o 
organismo recebe anticorpos prontos , 
não há contato com o antígeno e não 
desenvolve memoria imunológica. 
 
Imunização ativa = sistema imune de 
uma pessoa entra contato antígeno e 
responde sua ativação da imunidade 
humoral, produzindo anticorpos; e da 
imunidade celular produz células imunes 
linfócitos (T CD8 ). 
Por fim desenvolve-se memoria 
imunológica contra agente especifico, 
podendo permanecer toda a vida ou 
anos. É adquirida por doenças infecciosas 
ou vacinação. 
Exame de sangue é dosado 
concentração de anticorpos IgG contra 
determinado antígeno.. Sendo útil para 
ver se o organismo produziu resposta 
imune para elevar titulo de anticorpos 
contra antígeno em quantidade suficiente 
para prevenção , chamamos de soro 
conversão. 
 
Soro prevalência = numero indivíduos 
que tem positividade para anticorpos 
contra um patógeno. 
Soronegativos =indivíduos sem 
anticorpos contra determinado antígeno 
Soropositivos =indivíduos com anticorpos 
contra determinado antígeno, pessoas 
tem soro conversão. 
 
Soro conversão para hepatite B= 
3 doses vacinação / 1º dose /2º dose 
após um mês da primeira / 3º dose após 
cinco meses da segunda / após a 3º , o 
titulo de anticorpo anti-HBs deve ser 
maior ou igual a 10UI/L 
 
Imunização passiva = 
Transferida e temporária, 
Organismo recebe anticorpos prontos 
através soros hiperimunes, via placentária 
ou aleitamento materno 
Não é estimulado 
Não entra contato com antígeno 
Não desenvolve memoria imunológica 
Pessoa só tá imunizada enquanto houver 
anticorpos recebidos presente no 
sangue 
Produz resposta rápida, eficiente , 
temporária , permanecendo algumas 
semanas 
 
Imunização passiva natural adquirida= 
De mãe pra filho apartir do 8º mês 
gestação 
Mae recebe vacina DT ( difteria e 
tétano) 
Anticorpos transferidos pela placenta 
Evita tétano umbilical neonatal 
Quando ocorre pelo aleitamento a 
imunização vai até 6º mês de vida da 
criança. 
 
Soros hiperimunes ou imunoglobulinas = 
Parte da imunização passiva artificial, 
Soros aplicados por vacinação, 
Exemplo: antitetânic, antibotulinico ... 
 
Vacinação permite imunidade artificial e 
ativa ,modificar micro-organismo ou 
toxina para que se tornem inócuos(não 
causam doença) sem perder 
antigenicidade 
 
Tipos vacina = 
Criada por micro-organismos atenuados ; 
desenvolvida a partir da suspenção de 
bactérias ou vírus vivos , porem fracos . 
Os micro-organismos se replicam, 
causando reações brandas e moderadas 
quando aplicada vacina . 
 Estimulam sistema imune humoral 
e celular 
 Dose única e administração oral 
 Exemplo = febre amarela, 
sarampo, caxumba, entre outros 
 Não pode tomar gestantes, 
imunossupremidas, HIV e doenças 
autoimunes 
 
Vacina originada de micro-organismos 
inativados ou frações 
 Desenvolvida da suspensão 
bactérias , vírus mortos avirulentos ou 
toxinas

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.