A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
106 pág.
História Antiga Oriental (Questionario Completo)

Pré-visualização | Página 5 de 29

como o surgimento de 
enfermidades passadas dos animais para os humanos. 
 
6a Questão 
As sociedades possuíram e possuem formas diferenciadas de marcar o tempo. Hoje em dia, por exemplo, as pessoas 
regulam sua vida em virtude de um tempo detalhado do relógio, temos horas, minutos, segundos.... Na Antiguidade, esse 
controle era diferente, isto porque; 
as estações do ano eram bastante significativas na contagem do tempo, contudo, os períodos de cheias eram 
desprezados. 
 o controle do tempo na Antiguidade era diferente do contemporâneo, pois era feito sem a participação humana. 
 não existia o relógio para controlar a vida das pessoas, então, contava-se o tempo a partir da indicação dos deuses. 
Certo contagem do tempo tinha relação com as estações do ano, com o resultado das condições climáticas e a posição do 
sol. 
hoje em dia, contamos com um calendário que sempre existiu, pois, foi formado na Antiguidade, ainda com os 
mesopotâmicos 
 
JHºNJHºN
Realce
JHºNJHºN
Realce
Explicação: 
A contagem do tempo era pensada no tempo útil, ou seja, tinha relação com coisas práticas. O ritmo da agricultura, a 
passagem das estações do ano, as condições climáticas e a posição do sol serviam como referência. 
 
7a Questão 
Assinale a alternativa correta. Sobre as pesquisas arqueológicas na região da Mesopotâmia podemos afirmar que: 
 a cultura babilônica era preponderante, pois foram os inventores da escrita cuneiforme 
 os zigurates nunca existiram, pois nunca se achou nenhum vestígio destas construções 
 nenhum artefato arqueológico foi encontrado, pois as cheias dos rios destruíram tudo 
 foram achados inúmeros artefatos arqueológicos que comprovam o texto bíblico 
Certo durante muito tempo prevaleceu a busca pela comprovação das narrativas bíblicas 
 
Explicação: 
As pesquisas iniciais tinham como propósito apenas atestar que a Bíblia era verdadeira. Não havia isenção o que implicava 
em descartar aquilo que supostamente diferia do relato bíblico. 
 
8a Questão 
Partindo da cidade de Constantinopla e seguindo em direção a Ásia, no contexto do mundo antigo, se encontrava a região 
que chamamos de: 
 Europa 
Certo Oriente 
 Extremo Oriente 
 Ocidente 
 África oriental 
 
Explicação: 
O termo Oriente, utilizado desde a Antiguidade, é uma designação genérica adotada para identificar aqueles que não 
estavam na área de influência do mundo greco-romano. 
 
9a Questão 
JHºNJHºN
Realce
JHºNJHºN
Realce
"Ao contrário da liderança nas aldeias, provisória e sujeita a permanentes contestações, aqui o rei esquece as razões que o 
levaram a liderar [...] e sob a alegação de sua origem divina (no caso do Egito) ou legitimação divina (no caso da 
Mesopotâmia e, mais tarde, entre os reis de Israel e Judá) passa a justificar suas atitudes autoritárias, seu luxo acintoso e 
sua vida desligada da dos produtores diretos. A cidade é populosa. Concentrações entre 10 mil e 35 mil habitantes eram 
comuns, segundo os especialistas. Há lugares predeterminados para as casas e as oficinas, mas os palácios e templos 
ocupam os locais de destaque. " (PINSKY, Jaime. As primeiras civilizações. São Paulo: Editora Contexto, 2011, p.69). 
A partir da leitura do texto, identifique as assertivas corretas com relação ao processo de urbanização e liderança nas 
cidades do Crescente Fértil: 
I - As lideranças na região chamada de Crescente Fértil eram indicadas pela população e, a posteriori, justificavam seu 
poder com explicações sobrenaturais. 
II - As lideranças na região chamada de Crescente Fértil eram justificadas por uma suposta origem divina ou legitimação 
divina sem qualquer possibilidade de contestação por parte da população. 
III - A organização da cidade na região do Crescente Fértil baseava-se em critérios sociais; palácios e templos estavam em 
posição destacada em relação às demais construções. 
 Apenas II está correta. 
 Apenas I está correta. 
Certo Apenas II e III estão corretas. 
 Apenas III está correta. 
 Apenas I e II estão corretas. 
 
Explicação: 
A questão aborda os elementos utilizados na região do Crescente Fértil para legitimar o poder do rei. Em geral eram 
associados a uma divindade ou indicados por ela. Além disso, destaca a maneira com as cidades eram organizadas, ou seja, 
priorizando os espaços do templo e do palácio. 
 
10a Questão 
É correto afirmar que o desenvolvimento da agricultura favoreceu ao surgimento das cidades? 
Certo sim, porque o grande número de comunidades sedentarizadas favoreceu à criação das cidades 
 sim, porque com a produção agrícola precisavam vender os produtos nos centros urbanos 
 não, porque a agricultura favoreceu o sedentarismo e as cidades são o resultado das disputas humanas 
 não, porque os homens progrediam vertiginosamente e acabariam criando as cidades sem a agricultura 
 sim, porque não convinha aos grupos sedentarizados participar de aspectos da vida nômade rural 
 
JHºNJHºN
Realce
JHºNJHºN
Realce
Explicação: 
Sem dúvida há uma relação direta entre a sedentarização e a criação das cidades. A partir do momento em que os grupos 
humanos fixam residência, são organizadas comunidades e, por conseguinte, cidades. 
 
11a Questão 
"No Egito e na Mesopotâmia havia, portanto, condições potenciais altamente favoráveis à agricultura, condições essas, 
entretanto, que precisavam ser aproveitadas com um trabalho sistemático, organizado e de grande envergadura. Talvez 
por isso a urbanização tenha-se desenvolvido antes aí e não em outras regiões do Oriente Próximo. No Egito e na 
Mesopotâmia havia, portanto, condições potenciais altamente favoráveis à agricultura, condições essas, entretanto, que 
precisavam ser aproveitadas com um trabalho sistemático, organizado e de grande envergadura." (PINSKY, Jaime. As 
primeiras civilizações. São Paulo: Editora Contexto, 2011, p. 63) 
O texto acima descreve a ocupação da região denominada Crescente Fértil e o processo de urbanização. Sobre este período 
é correto afirmar que: 
Certo o autor relaciona a urbanização das regiões do Egito e Mesopotâmia a uma necessidade de trabalho significativo 
para desenvolvimento da agricultura, o que não seria possível no caso de uma população nômade. 
O autor compreende o processo de desenvolvimento agrícola como sendo anterior à urbanização; não seria 
possível a segunda sem o incremento da primeira. 
o autor não relaciona o processo de urbanização das regiões do Egito e da Mesopotâmia à Revolução agrícola visto 
que entende ser um movimento distinto e independente. 
o autor, embora não manifeste explicitamente, entende que a diferenciação do Egito e da Mesopotâmia em 
relação aos povos do mesmo período, era o fato de possuir abundância de fonte de água doce 
O autor compreende o processo de urbanização como sendo anterior ao processo de desenvolvimento agrícola. 
Para ele, o incremento da agricultura exigia uma infraestrutura anterior. 
 
Explicação: 
A questão busca relacionar o processo de urbanização ao desenvolvimento da agricultura. O texto descreve a necessidade 
de um trabalho sistemático para bom aproveitamento da abundância de água doce e, por conseguinte, de ocupação 
sistemática do solo através da sedentarização. 
 
12a Questão 
A partir da fixação dos primeiros grupos humanos, o homem buscou superar as dificuldades próprias do novo modelo de 
organização social em construção, a vida sedentária. Assim, procurou atender às necessidades provenientes da 
administração dos palácios e dos templos, tais como, a arrecadação de impostos, os registros de rebanhos, as medidas de 
cereais etc. e para tal, desenvolveu: 
Certo a escrita, chamada de cuneiforme. 
 o Estado monárquico burocrático. 
JHºNJHºN
Realce

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.