A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
Lesões+fundamentais+

Pré-visualização | Página 1 de 1

20/02/2019
1
Introdução ao Estudo da 
Patologia
Princípios de Diagnóstico
O que é Patologia?
Estuda as causas das doenças, os 
mecanismos que as produzem, as 
características macro e microscópicas e 
as conseqüências destas sobre o 
organismo.
O QUE É DOENÇA ?
⚫ Estado de falta de adaptação.
É uma alteração orgânica geralmente constatada a partir
de alterações na função (sintomas) de um órgão ou
tecido, decorrentes de alterações bioquímicas e
morfológicas causadas por alguma agressão.
1
2
3
20/02/2019
2
⚫ SAÚDE:
Estado de perfeita adaptação do organismo 
ao ambiente físico, psíquico ou social.
DOENÇA
Causa
Mecanismo de ação
Produzem alterações morfológica/moleculares 
nos tecidos
Resultam em alterações funcionais
Produzindo sintomas
O que vamos estudar?
1. Etiologia - Parte da patologia que estuda as causas das lesões; 
2. Patogenia - Parte da patologia estuda o mecanismo de formação 
das lesões; 
3. Morfopatologia - que se subdivide em : 
Anatomia Patológica - Parte da patologia que estuda as 
características macroscópicas das lesões;· 
Histopatologia - Parte da patologia que estuda as características 
microscópicas das lesões.
4. Fisiopatologia - Parte da patologia que se dedica ao estudo das 
alterações da função de órgãos lesados. 
4
5
6
20/02/2019
3
Princípios de Diagnóstico
As lesões da cavidade oral e áreas 
periorais devem ser identificadas e 
caracterizadas de forma que uma terapia 
especifica possa levar a sua eliminação.
⚫ Alguns passos para identificação das 
lesões devem ser seguidos. Estes 
passos incluem:
⚫ Exame Clínico.
⚫ Exames Complementares
7
8
9
20/02/2019
4
Exame Clínico
Exame Clínico
Anamnese Exame físico
“ Você goza de boa saúde? "
Anamnese
10
11
12
20/02/2019
5
Anamnese
"Recordar"
Anamnese
1- Dados biográficos.
2- Queixa principal.
3- História da doença atual.
4- História odontológica.
5- História médica.
6- Antecedentes familiares.
7- Moléstias secundárias.
Questionário médico/ 
odontológico
História Médica
Informações detalhadas sobre todas as doenças
de caráter sistêmico que acometeram o paciente 
desde o nascimento até a data atual. 
13
14
15
20/02/2019
6
Antecedentes Familiares
A história familiar ajuda a determinar
a transmissão genética da doença ou
uma predisposição para ela.
História Odontológica
Investigação de todo antecedente
estomatológico do paciente.
Últimos tratamentos , motivos...
Queixa Principal
Motivo que levou o paciente à consulta. 
Deve ser registrada com as próprias
palavras do paciente. 
Não induzir o paciente.
16
17
18
20/02/2019
7
História da Doença Atual
Histórico completo e detalhado da queixa apresentada
em toda sua evolução de tempo e sintomatológica.
As perguntas devem ser feitas da forma mais
clara e simples possível.
História da Lesão
⚫ A quanto tempo a lesão esta presente?
⚫ A lesão mudou de tamanho?
⚫ A lesão mudou sua característica?
⚫ Quais sintomas estão associados as 
lesões?
Exame Físico
Colhe dados relativos aos sinais
de doença
19
20
21
20/02/2019
8
O exame físico envolve a aplicação rotineira
de quatro métodos de observação:
Inspeção
Auscultação
Percussão
Palpação
Exame Físico
Exame Físico
Avaliação geral
Sinais vitais
Avaliação regional
Avaliação Geral
Sinais vitais
22
23
24
20/02/2019
9
Avaliação Regional
Avaliação intra e extra bucal
Nariz 
Lábios
Dente
Mucosa 
Língua
O que observar na lesão?
⚫ Localização anatômica da massa.
⚫ Característica física global da lesão. 
⚫ O tamanho e forma da lesão.
⚫ Lesões múltiplas X lesões solitárias.
⚫ A superfície da lesão (lisa, lobulada ou 
irregular).
⚫ A cor da lesão.
⚫ Os limites da lesão (séssil ou 
pedunculada)
⚫ Consistência a palpação.
⚫ Presença de flutuação.
⚫ Presença de flutuação.
⚫ Exame de linfonodos.
25
26
27
20/02/2019
10
São processos patológicos básicos que 
aparecem, clinicamente, por variadas 
alterações morfológicas, na pele ou 
mucosa bucal. 
Lesões Fundamentais
Mácula ou mancha
⚫ Área circunscrita com alteração de cor, 
sem elevação.
Pápula
⚫ Pequena massa palpável, elevada acima 
da superfície epitelial. Não ultrapassam 
5mm.
28
29
30
20/02/2019
11
Placa
⚫ Lesão plana elevada, confluência de 
pápulas. Sua altura é pequena em 
relação a sua extensão. 
Erosão
⚫ Úlcera superficial, sem exposição do 
tecido conjuntivo subjacente.
Úlcera 
⚫ Perda epitélio com exposição do tecido 
conjuntivo subjacente.
31
32
33
20/02/2019
12
Vesícula
⚫ Pequeno acúmulo de fluído dentro ou 
abaixo do eptélio.
Bolha
⚫ Fluído localizado dentro ou abaixo do 
eptélio da pele ou mucosa, maior que a 
vesícula.
Crosta
⚫ Proteína sérica ressecada ou coagulada 
na superfície da pele ou mucosa.
34
35
36
20/02/2019
13
Pústulas 
⚫ Vesículas opacas ou brancas, tal cor 
resulta da presença de leucócitos 
polimorfonucleares (pus).
Nódulo
⚫ Massa palpável, larga, elevada acima da 
superfície epitelial. Podem ser pediculadas, 
quando seu maior diâmetro é superior ao da 
base de implantação, ou séssil, quando o da 
base é maior 
37
38