Analise_De_Falha_Redutor_Mecanico-07_06_2015

Analise_De_Falha_Redutor_Mecanico-07_06_2015


DisciplinaEngenharia8.504 materiais27.118 seguidores
Pré-visualização12 páginas
Analise De Falha Redutor Mecanico
 de flanderrakdossantos-Ribeiro | trabalhosfeitos.com
 FACULDADE NORTE CAPIXABA DE SÂO MATEUS
ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MECÂNICA
ALESSANDRA DOS SANTOS QUARTEZANI
LORRAINE GOBBI DA SILVA
MAURÍCIO EUGÊNIO SILVA
ESTUDO DE CASO DE ANÁLISE DE FALHA DE UM REDUTOR MECÂNICO
SÃO MATEUS
2013
ALESSANDRA DOS SANTOS QUARTEZANI
LORRAINE GOBBI DA SILVA
MAURÍCIO EUGÊNIO SILVA
ESTUDO DE CASO DE ANÁLISE DE FALHA DE UM REDUTOR MECÂNICO
Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao
programa de Graduação em Engenharia de
Produção Mecânica da Faculdade Norte Capixaba
de São Mateus, como requisito parcial para
obtenção do grau de Bacharel em Engenharia de
Produção Mecânica.
Orientador: Profº Dr. César Augusto Sodré Silva.
SÃO MATEUS
2013
ALESSANDRA DOS SANTOS QUARTEZANI
LORRAINE GOBBI DA SILVA
MAURÍCIO EUGÊNIO SILVA
ESTUDO SOBRE FALHAS DE HASTE POLIDA: PROPOSTA DE ALTERAÇÃO
DA GEOMETRIA PARA A INSERÇÃO DE NOVA FORMA DE FIXAÇÃO
Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao programa de Graduação em Engenharia de
Produção Mecânica da Faculdade Norte Capixaba de São Mateus, como requisito parcial para
obtenção do grau de Bacharel em Engenharia de Produção Mecânica.
Aprovada em 04 de dezembro de 2013
COMISSÃO EXAMINADORA
Profº. Dr. César Augusto Sodré Silva
Faculdade Norte Capixaba de São Mateus
Orientador
RESUMO
O presente trabalho descreveu as principais metodologias e técnicas aplicadas no
setor de manutenção, tendo como destaque, as análises de falhas; procedimento
muito utilizado para detectar as principais causas raízes do problema e também
definir quais estratégias que precisam ser tomadas para essa ação. Um estudo de
caso foi realizado utilizando duas ferramentas de análise de falha: Analise de Árvore
de Falha (FTA) e o Diagrama de Ishikawa. Para aplicação do problemade
carbonização de óleo em um dos redutores mecânicos do desagregador de papel e
celulose da empresa X, além dessas técnicas, foram realizados levantamento de
todas as ordens de serviço e analises de Lubrificante, Termografia e Vibracional, a
fim de verificar qual é a principal causa raiz do problema de carbonização. Após a
utilização desse método, constatou-se que alguns procedimentos mecânicos não
estavam dentro dos parâmetros recomendado pelo fabricante do equipamento,
ocorrendo assim, algumas mudanças de processo de manutenção no equipamento
da empresa X.
Palavra-Chave:
Temperatura.
Carbonização.
Desagregação.
Lubrificante.
Rolamento.
SUMÁRIO
1
INTRODUÇÃO ......................................................................................... 12
1.1
JUSTIFICATIVA DA ESCOLHA DO TEMA .................................................. 13
1.2
DELIMITAÇÃO DO TEMA ............................................................................ 14
1.3
FORMULAÇÃO DO PROBLEMA ................................................................. 14
1.4
OBJETIVOS ................................................................................................. 14
1.4.1
OBJETIVO GERAL ............................................................................................ 14
1.4.2
OBJETIVOS ESPECÍFICOS ................................................................................. 14
1.5
HIPÓTESE ................................................................................................... 15
1.6
METODOLOGIA ........................................................................................... 15
1.6.1
CLASSIFICAÇÃO DA PESQUISA......................................................................... 15
1.6.2
TÉCNICAS PARA COLETA DE DADOS.................................................................. 16
1.6.3
FONTES PARA COLETA DE DADOS .................................................................... 16
1.6.4
CARACTERIZAÇÃO DA AMOSTRA PESQUISADA ................................................... 17
1.6.5
INSTRUMENTOS DE COLETA DE DADOS .............................................................. 17
1.6.6
POSSIBILIDADES DE TRATAMENTO E ANÁLISE DOS DADOS .................................. 18
1.7
APRESENTAÇÃO DO CONTEÚDO DAS PARTES DO TRABALHO ........... 18
2
REFERENCIAL TEÓRICO.................................................................... 20
2.1
DESAGREGADOR NO PROCESSO DE PRODUÇÃO DO PAPEL ............. 20
2.1.1
OS PRINCIPAIS COMPONENTES DO DESAGREGADOR .......................................... 21
2.1.2
SISTEMA DE RECEBIMENTO DE MATERIAIS ......................................................... 21
2.1.3
SISTEMA DE TRANSMISSÃO .............................................................................. 23
2.2
REDUTOR .................................................................................................... 24
2.2.1
OS PRINCIPAIS COMPONENTES DO DESAGREGADOR .......................................... 24
2.2.1.1
EIXOS ............................................................................................................ 25
2.2.1.2
ENGRENAGEM ................................................................................................ 25
2.2.1.3
ROLAMENTOS ................................................................................................. 26
2.2.1.3.1 ROLAMENTO DE ESFERAS................................................................................ 28
2.2.1.3.2 ROLAMENTO DE ROLOS ................................................................................... 29
2.2.1.3.3 ROLAMENTO DE AGULHA ................................................................................. 30
2.2.2
ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA ................................................................................ 31
2.2.3
INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA ........................................................................... 32
2.2.4
MANUTENÇÃO DOS REDUTORES ....................................................................... 33
2.2.5
LUBRIFICAÇÃO DOS REDUTORES ...................................................................... 34
2.3
LUBRIFICANTES ......................................................................................... 34
2.3.1
ANÁLISE DE LUBRIFICANTES ............................................................................ 35
2.3.1.1
VISCOSIDADE.................................................................................................. 35
2.3.1.1.1 CLASSIFICAÇÃO ISO VG ................................................................................. 36
2.4
MANUTENÇÃO PREDITIVA ........................................................................ 37
2.4.1
ANÁLISE TERMOGRÁFICA................................................................................. 38
2.4.2
ANÁLISE DE VIBRAÇÃO .................................................................................... 38
2.4.2.1
MEDIÇÃO DA VIBRAÇÃO ................................................................................... 39
2.4.2.2
ANÁLISE DO SINAL VIBRATÓRIO ......................................................................... 392.5
ANÁLISE DE FALHA EM EQUIPAMENTOS ................................................ 40
2.5.1
FERRAMENTAS PARA ANÁLISE DE FALHAS ........................................................ 41
2.5.1.1
GRÁFICO DE PARETO .......................................................................................