LISTA VIII - ADM PARA ENGENHARIA
3 pág.

LISTA VIII - ADM PARA ENGENHARIA


DisciplinaAdministração para Engenheiros189 materiais1.348 seguidores
Pré-visualização1 página
UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE
NÚCLEO DE TECNOLOGIA
CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO
ADMINISTRAÇÃO PARA ENGENHARIA
ÁGATHA ISABELE DA SILVA LIMA
FELIPE DA SILVA FAGUNDES
THAIS CRISTINA GAINO
LISTA VIII
ENTREGA DIA 10 DE JUNHO DE 2019
CARUARU - PE
2019.1
O que é um modelo?
São representações simplificadas da realidade.
Por que diz-se que todo modelo possui limitações? O que são essas limitações?
Por tentar representar a realidade, os modelos matemáticos apresentam limitações. Pois há uma discrepância do que é realidade e o que deveria ou poderia ser. Como os modelos são uma simplificação da realidade, os problemas abordados por esses modelos, podem ser estruturados, onde suas principais variáveis são conhecidas, ou não estruturados, onde uma ou mais variáveis são desconhecidas ou não podem ser determinadas.
Explique o principal motivo para se conhecer as limitações do modelo.
Os modelos são representações simplificada da realidade, e por isso conhecer suas limitações faz com que o melhor modelo possa ser escolhido para cada situação. Uma vez que o modelo busca sempre a melhor solução para o problema proposto. 
Explique a aplicação dos princípios do método cartesiano na Pesquisa Operacional.
O método cartesiano baseia-se na tendência a analise e na divisão do trabalho, segundo os princípios do próprio método.
Princípio da dúvida sistemática: Na Pesquisa Operacional esse princípio é aplicado aos modelos que serão criados para resolver os problemas. Visando só tomar o modelo como certo para solução do problema quando o mesmo for provado com evidências que é o correto.
Princípio da análise: Na Pesquisa Operacional esse princípio é aplicado no momento de escolher as variáveis para serem usadas na criação dos modelos para resolução de problemas. Onde cada variável será analisada sob a sua importância e relevância para aquele devido modelo e problema.
Princípio da síntese: Assim como no método cartesiano, em PO a organização dos pensamentos começando pelos mais fáceis até os mais difíceis são de extrema importância para que o modelo seja organizado afim de obter-se o melhor modelo por meio do processo de análise.
Princípio da verificação: Em PO, todo modelo deve passar por constantes testes para que seja o mais exato possível, uma vez que um modelo retrata a realidade e deve ser capaz de prever com exatidão o efeito das mudanças no sistema e a eficiência geral do sistema.
Explique a diferença entre decisões sob certeza, sob riscos e sob incerteza.
Sob certeza: As variáveis são conhecidas e a relaçao entra as ações e suas consequências é 
Sob certeza: As variáveis são conhecidas e a relaçao entra as ações e suas consequências é 
Sob certeza: As variáveis são conhecidas e a relação entre as ações e suas consequências são determinísticas. 
Sob Riscos: As variáveis são conhecidas e a relação entra as ações e suas consequências é probabilística.
Sob incerteza: As variáveis são conhecidas. Não há relação probabilística conhecida entre ações e consequências (não há fonte de informação, não há confiança satisfatória)
6. Cite 6 técnicas da PO e explique quatro delas, mostrando as premissas que assumem e suas limitações.
Teoria das Filas: Refere-se à otimização de arranjos em condições de aglomeração e de espera e utiliza técnicas matemáticas variadas. Ela cuida do tempo de espera, ou seja, das demoras verificadas em algum ponto de serviço no qual situa-se em problemas, como ligações telefônicas, problemas com o tráfego, cadeias de suprimentos, logística e atendimento a clientes em agências bancárias. Sendo seus pontos de interesses o tempo de espera dos clientes, o número de clientes na fila e a razão entre o tempo de espera e o tempo de prestação de serviço.
Teoria dos Grafos: Baseia-se em redes e diagramas de flechas para várias finalidades oferecendo técnicas de planejamento e programação por essas redes. As redes ou diagramas de flechas apresentam as seguintes vantagens: 
Execução do projeto no prazo mais curto e ao menor custo; 
Inter-relacionamento das etapas e operações do projeto; 
Distribuição ótima dos recursos disponíveis e facilidade de redistribuição em caso de modificações; 
Fornecem alternativas para a execução do projeto e facilitam a toma da de decisão.
Programação Linear: é uma técnica matemática que permite analisar os recursos de produção no sentido de maximizar o lucro e minimizar o custo em função do objetivo prefixado. Algumas características são: 
Supor as escolhas entre as alternativas ou combinação delas; 
Considerar limites ou restrições que a cercam e as variáveis que de vem ser quantificáveis;
Ter relações lineares entre si. 
Programação Dinâmica: É aplicada em problemas que possuem várias fases inter-relacionadas, onde se deve tomar uma decisão adequada a cada uma das fases sem perder de vista o objetivo final.
 
Programação não Linear.
Teoria dos Jogos.