A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
Apanhadão MAMC

Pré-visualização | Página 7 de 10

-Aná lise cr itica de v alores sociais, (beleza, saúde...) -O desenvolv imento do respeito mútuo, soli dariedade e dignidade, atrav és da interação co m os de mais alunos, nos jog os. -Aquisição de há bitos saudáveis e a conscientização de sua importância e ajuda a inda a cr iar a titudes co ntra o consumo de drogas (á lcool, fumo Etc.) E as necessidade s orgânicas são necessidades fisiológica s, como alimentação , movimento, descanso. 
27 È proposto no P CN q o prof avalie o aluno nas aulas de Ed física de maneira q sej am observadas... favorecer a avaliação: 
R: - Funcional: M obiliza plenamente a consciência do aluno, seu s saberes e capa cidades cognitiv as, suas habilidades e atitudes. 
28 As leituras da s imagens desde q nascemos fazem p arte de n ossas vidas... Realize u m estudo sobre a obra de Picasso vista a seg uir. Pesquise o autor o titulo, estio , cores, as formas e os detalhe s. 
R: Pablo Pica sso destacou -se e m diversas artes plásticas. Sua s obras p dem ser dividi das em diversas fases de acordo com a valorização de certas cores. No auge da guerra civil espanhola de 1 937 pinta seu mural mais conhecido co mo Guernica obra pertencente ao expressionismo. A obra qui apresenta da se cha ma THE Weeping Woman, retrata a imagem de D ora M aar q teria sido a mnate de Picasso. Ao focalizar a imagem de uma mulher chorando, o art ista não deseja pintar as efeitos da guerra civil diret amente, mas sim u ma imagem universal e singular do sofrimento. 
29 Segundo Barbo sa quais os processos necessários p ad equar e implantar a disciplina de Ed. Artística no Brasil? 
R: è f undamental q se re conheça o ensino da a rte como f orma de contr ibuir p o dese nvolv imento de cria nças e adolescentes, possibilitando a ampliação de seu po tencial cognitivo e expandindo sua visão de mundo. È necessário ainda q os educado res internalizem essa postura p o ensino da pratica pedag ógica e trazendo co nhecimento p o repertorio c ultura l do a luno se m imposição nem separa ção a reflexão da pra tica. 
30Qual a contribuição p seu estudo dos RCNEIs par a sua futura profissão ao realizar suas aulas q contribuirão a saúde psíquica fí sica e emocioanl de seu aluno? 
R: Considera mo s de suma importância, u ma vez que seu objetivo é auxiliar o professor no seu trabalho e traz respostas para muitas duvida s, antes se m resposta s, tais como: como as criança s aprende m, co mo processa sua f ormação social e pessoal, quais as ca racterísticas e m seu proce sso de desenvolvi mento, quais o s conteúdos adequados, et c. Vimos também que a fundamentação t eórica é importante no estudo de qualquer área do conheci mento. E para que o professor tenha sucesso e m seu trabalho, é necessário também um r igoroso pla nejamento. 
31 A aprtir de nossos estudos e fa zendo um retroce sso, alguns teóricos discute m... nossa país. Verifique qual lei sustenta essa disciplina e quais foram os desdo bramentos nas escolas br asileiras. 
R: O ensino de artes nas es colas brasile iras é reg ulamentado pela lei 9 394/96 é baseada no principio da Const. Federal de 1988. Tal lei obrigu o ensino de art e mas mts pro f não est avam preparados p minstrar esta disciplina. As escolinha s de arte preparava m alguns docentes e este s tin ham a per missão p lecio nar a disci plina p a 5 serie da quele te mpo. M as não ode mos deixar de cita r tb m a lei 5 692/1971 q é a lei de diretrizes e ba ses da educação q foi elaborado a partir do acordo oficial en tre o M inisterio da educação e cultura (M EC) e o UNited Sata t es Agency for Internetio nal Develo pment (USAID) q tornou obrigatorio o ensino de ed art nas escolas. 
32 Ainda sobr e o texto de B arbosa, trabalhado na questão 1 , reflita sob re quais os pr ocessos necessários par a se adequar e implantar a 
disciplina de Educação Artistica no Brasil. 
R- Para se adequar a disciplina de Educação Artística é funda mental trabalha r co m objetivos, ro teiro, planej amento e projetos. A arte envo lve uma formação sócio cultura l e histórica . É nece ssário fazer releituras de obras co m a poio do contexto histórico para não ficar se m sentido. Ver na arte a história da épo ca do momento , o que pensava, o que sentia e o que vivia os humanos que deixara m seus registro s desde a pré-história . Oportunizar momentos de apreciaçã o, contemplação e atividades de modo que as criança s/ jovens transmita m as e moções e a s ideias por meio da arte aprendendo assim a refletir co m olhar crítico. Enfi m, usar a arte co mo u ma lingua gem, uma expressão pessoal uma identifica ção cultural 
e assim contribuir para mudar a rea lidade. 
33 Nas p esquisas que fora m realizadas nas caverna s de Lascaux (Fra nça), conforme verific amos...ita, p ela satisfação de uma chuva , pelo medo provocado p or u m p redador ou p or fenômenos da natureza. Os estudiosos entende m que uma das p rimeiras...Justifique tais informações, segu ndo Freire (2005). 
R1- Para Freire a criança se expressa com seu corpo por meio do movimento, o corpo permite a cr iança aprender e explorar o mundo, estabelecendo relaçõ es co m os outros e co m o meio. Saltar, correr, girar, rol ar, subir, descer, lançar e pegar objetos são a ções que possibilita m a criança interagir com o meio e compreender que as diferentes expressões colabora m principalmente para o desenvolvi mento integ rado. 
R2 - Segundo Freire, ao matricular uma cr iança n a escola, deve mos matricu lar o corpo junto. E ste nã o pode ser desvinculado da cognição ou ser apenas u m mecanismo de movimento, incapaz de pro duzir novos saberes. O movimento humano dever ser co mpreendido co mo uma linguagem co m capacidade expre ssiva. Nessa concepçã o o corpo vai muito alé m dessa v isão mecanicista do movimento. O corpo fa la, cria e aprende co m o movimento . A t omada de con sciência do corpo pela cr iança é expressa a partir de gestos, que são ricos de intencio nalidade e senti dos, pre missa bási ca para as 
aprendizagens. No entanto , com a v ivência de uma história de coibição, os sujeito s deixaram de perceber seu pr óprio corpo, seus desejos e suas vo ntades expressos no movimentar -se humano. 
34 Um do s movi mentos artí sticos mais importantes no Brasil foi o B arroco, que aco nteceu no períod o co lonial...religiões . Portanto, todo o aparato artístico posto a serviço da ascensão do catolicismo e d a fé resulto u ne sse movimento. Como você d escreveria o estilo Barroco? 
R-O Estilo Barr oco pode ser compreendido como o movimento que ro mpe co m época s ante riores, ent re os séculos XVI e XVIII, valoriza ndo o infinito , o dra mático, re fletindo um conflit o entre o divino e o ho mem. Fico u co nhecido como u m movimento co mplexo e contraditório . O Barroco foi a maior manifestação da Igreja e m termos de pro paganda, teve u m papel importantíss imo na contrarrefo rma, sendo utilizado para divulgar o catolicismo e cha mar os fiéis de volta à igreja . 
35 Os povos sumérios, assírios e babilô nicos viviam em disputas, guerras e árduas...utensílios domésticos. Quanto a arquitetura egípicia...Quais fatores.. .concepção de vida dos egípcios? 
Resp - A Civilização eg ípcia se mpre teve u ma org anização social rica em realizações cultura is e u ma e scrita bem estruturada. As obras de art e se caracter izavam pelo forte carater religioso e funerário, dev ido à crença na v ida após a morte. Tudo era o rientado pela religião As peiramides são u ma de suas o bras mais expressivas. 
36 Existem vários conceitos de arte e podemos citar q ue a ar te é u ma experiência dos hu manos....explique as expressões e linguagens que envolvem o universo da arte. 
R: Ao nos depararmos com uma obra, vemos a beleza d os traço s, dos ef eitos cro máticos, do ritmo, das mensagens e stéticas e ao mesmo te mpo os senti mentos se aflora m. Tais valo res estéticos representa m nossa histó ria, nossos senti mentos, no ssa cultura e o contexto ao no sso re dor, is so é uma criação humana q ue cha mamos de art e. Aplicando no ssos co nhecimentos num co njunto de pro cedimento s, rea lizamos

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.