A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
65 pág.
Resumao Anatomia Dental

Pré-visualização | Página 2 de 4

contatos 
proximais estão localizados na mesma altura devido a 
simetria destes dentes (Vista Vestibular) 
 
Altura Inciso Cervical das Faces Proximais (Vistas Proximais 
e Vestibular) 
A face mesial possui uma altura cérvico oclusal maior que 
a distal (Vista Proximal e Vestibular) 
 
Convergência das Faces Proximais (Vista Incisal) 
As coroas convergem das áreas proximais em direção à 
lingual (Vistas Incisais). 
 
Convergência das Cristas Marginais (Vista Lingual e Incisal) 
As cristas marginais mesiais e distais convergem em direção ao 
cíngulo lingual (Vistas Lingual e Incisal) 
 
 
 
 
 
Perfis das Linhas Cervicais (Linhas Coro-Raiz) nas faces 
livres - (Vistas Vestibular e Lingual) 
As linhas cervicais das superfícies vestibulares e linguais 
são côncavas em direção a incisal(Vista Vestibular e 
Lingual). 
 
Perfis das Linhas Cervicais (Linhas Coro-Raiz) nas faces 
proximais - (Vistas Mesial e Distal) 
As linhas cervicais proximais são convexas (curvas) em 
direção à incisal , mais nas superfícies mesiais do que nas 
distais (comparar as Vistas Mesial e Distal) . 
 
Perfis das Linhas Cervicais (Linhas Coro-Raiz) nas faces 
proximais - (Vistas Mesial e Distal) 
Contornos Proximais (Vistas Mesial e Distal) 
Os contornos proximais apresentam formato de cunha 
(triangular) (Vista Proximal - "Mesial e Distal"). 
 
Contornos Proximais (Vistas Mesial e Distal) 
Localização das Bossas Vestibular e Lingual (Vistas 
Proximais) 
A curvatura das bossas vestibulares e linguais estão 
localizadas nos terços cervicais (Vistas Proximais). 
 
Localização das Bossas Vestibular e Lingual (Vistas 
Proximais 
Contorno da Face Lingual (Vistas Proximais) 
Os contornos linguais apresentam formato e "S" , com a 
concavidade da fossa lingual e a convexidade do cíngulo, 
com o contorno lingual das cristas marginais mais verticais 
do que horizontais (Vista Proximal) 
 
Contorno da Face Lingual (Vistas Proximais) 
Localização da Borda Incisal (Vistas Incisal e Vestibular) 
As bordas incisais terminam mesialmente e distalmente na 
porção mais larga da coroa dental (Vistas Incisais) 
 
Localização da Borda Incisal (Vistas Incisal e Vestibular) 
Comparação entre os contornos da face vestibular e 
lingual (Vista Incisal) 
Os contornos vestibulares são menos convexos do que os 
contornos linguais (Vistas Incisais). 
 
Comparação entre os contornos da face vestibular e lingual 
(Vista Incisal) 
CANINOS PERMANENTES 
 
Estão presentes em número de 4, 2 em cada hemi-arco da 
mandíbula. 
São os maiores dentes permanentes no sentido IC 26,3mm 
(superiores) e 25,9mm (inferiores) 
Estão localizados entre a face distal dos incisivos laterais e 
a face mesial dos primeiros premolares. 
 
FUNÇÕES DOS CANINOS 
 Suporte dos lábios e dos músculos faciais; 
 Cortar, Perfurar ou partir os alimentos; 
 Agem como guias de oclusão: Seus grandes transpasses 
verticais servem como um verdadeiro mecanismo protetor 
aliviando os dentes posteriores de cargas horizontais 
excessivas e potencialmente prejudiciais, durante os 
movimentos laterais da mandíbula. São as chamadas 
“Oclusões Protegidas pelo Canino”. 
VISTAS VESTIBULARES 
As coroas possuem contorno Pentagonal (Vistas 
Vestibulares) 
 
VISTAS VESTIBULARES 
As coroas possuem arestas logitudinais mesiais mais 
curtas do que as distais (Vistas Vestibulares) 
 
VISTAS INCISAIS 
As coroas são maiores no sentido VL do que no sentido MD, 
(similares aos incisivos inferiores) (Vistas Incisais) 
 
 
VISTAS PROXIMAIS 
São os dentes que apresentam menor proporção coroa raíz. 
(Vistas Proximais). 
 
VISTAS VESTIBULARES - ÁREAS DE CONTATO (BOSSAS 
PROXIMAIS) 
De maneira similar a quase todos os incisivos (com exceção do 
central inferior) os pontos de contato mesiais estão mais para 
incisal do que os distais. 
 
 
VISTAS VESTIBULARES - SULCOS DE DESENVOLVIMENTO 
Os caninos também possuem sulcos de desenvolvimento, 
só que algumas vezes estes tendem a ser mais amplos 
adquirindo a conformação de verdadeiras depressões 
como ocorre com as depressões distais das faces 
vestibulares, sendo mais evidentes nos superiores. 
 
 
 
 
 
 
VISTAS PROXIMAIS - PERFIL 
Os caninos possuem uma face proximal com o formato de 
cunha e um perfil lingual em formato de "S" 
 
VISTA PROXIMAL - BOSSAS DAS FACES LIVRES 
Os caninos possuem as bossas vestibulares e linguais em 
alturas Inciso Cervicais, semelhantes aos incisivos. 
 
VISTAS PROXIMAIS - LINHA DE COLO 
Os caninos possuem a curvatura do colo convexa para 
incisal como os incisivos (Vistas Proximais) 
 
 
VISTAS VESTIBULARES - ÂNGULO ENTRE AS ARESTAS 
LONGITUDINAIS DA BORDA INCISAL 
Os caninos superiores possuem um ângulo mais agudo 
entre as arestas longitudinais. (superiores 105° e inferiores 
120°.) 
 
Outra diferença é que os caninos superiores são mais 
“gordinhos” que os inferiores. 
 
VISTAS VESTIBULARES - DIMENSõES DAS FACES 
VESTIBULARES 
 
Os caninos superiores possuem altura IC menor e dimensão 
MD maior do que os caninos inferiores. Coroas mais curtas 
e mais largas que os inferiores. 
 
VISTAS VESTIBULARES - ARESTAS DA BORDA INCISAL 
O comprimento das arestas longitudinais mesiais são 
menores que as distais, só que bem menores nos inferiores. 
 
VISTAS VESTIBULARES - BOSSAS PROXIMAIS 
Ambos contatos proximais estão mais próximos da ponta 
da cúspide nos caninos inferiores. 
 
VISTAS VESTIBULARES - "ARESTA TRANSVERSAL 
VESTIBULAR" 
Aresta transversal vestibular é mais proeminente nos 
caninos superiores 
 
 
 
VISTAS LINGUAIS - DETALHES DA FACE LINGUAL 
Nos superiores as cristas marginais, a fossa lingual, a crista 
mediana e o cíngulo são mais pronunciados. O maior 
desenvolvimento das cristas marginais e da crista mediana 
pode levar a fossa lingual em se dividir em 2. 
 
Comparativo da anatomia lingual entre os caninos 
VISTAS LINGUAIS - DETALHES DA FACE LINGUAIS 
A superfície lingual é bem mais plana e sem detalhes nos 
caninos inferiores 
 
Detalhes da Face Lingual - Caninos Inferiores 
VISTAS LINGUAIS 
Comparação entre as faces linguais superiores e inferiores 
 
Comparativo da anatomia lingual entre os caninos 
VISTAS LINGUAIS - POSICIONAMENTO DO CíNGULO 
O cíngulo é centralizado nos superiores e deslocado para 
distal nos inferiores 
 
Comparativo do posicionamento dos Cíngulos entre os 
caninos 
VISTAS PROXIMAIS - DESENVOLVIMENTO DO CíNGULO 
Comparativo do posicionamento dos Cíngulos entre os 
caninos 
 
Comparativo entre Cíngulos - Vistas Proximais 
VISTAS PROXIMAIS - LOCALIZAçãO DA PONTA DA BORDA 
INCISAL 
Localização da ponta da borda incisal pelo longo eixo 
radicular : Vestibular para os superiores e Lingual para os 
inferiores. 
 
Comparativo da Localização da ponta da borda incisal 
VISTAS PROXIMAIS - BOSSAS DAS FACES LIVRES 
Bossa vestibular deslocada mais para cervical nos 
inferiores 
 
Comparativo entre bossas das faces livres 
VISTAS INCISAIS - CONTORNO DAS COROAS 
Numa vista incisal as coroas dos caninos inferiores são mais 
simétricas do que as dos superiores. 
 
Comparativo entre o Formato das Coroas 
VISTAS INCISAIS - LOCALIZAçãO DA BORDA INCISAL 
A localização das arestas longitudinais e da ponta da 
“cúspide” (Borda Incisal) é central ou lingual nos inferiores 
e vestibular nos superiores . 
 
Comparativo da Localização da ponta da borda incisal - 
Vistas Incisais 
VISTAS INCISAIS - POSICIONAMENTO DO CíNGULO 
O cíngulo é centralizado nos superiores e deslocado para 
distal nos inferiores.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.