A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Teoria da História

Pré-visualização | Página 1 de 1

Teoria da História
Questão 1/5 - Teoria da História
Leia a citação a seguir:
“Todas as ciências sociais que se cultivam hoje, das mais antigas às mais recentes, coincidem ao menos em uma coisa: buscam sempre dotar-se de algum conteúdo explicativo de seu objeto que tenha o maior nível de generalidade, segurança e consistência, e que, se possível, alcance o nível de teoria”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: ARÓSTEGUI, J. A Pesquisa Histórica. Teoria e Método. Bauru: EDUSC, 2006. p. 85-86. 
O trecho citado identifica a importância da teoria para as ciências sociais. Considerando a citação e os conteúdos do livro-base Teoria da História, assinale a alternativa que define corretamente a teoria e seu uso na História.
	
	A
	Como teoria, pode-se entender a utilização de documentação adequada para a compreensão do passado.
	
	B
	A teoria é utilizada como maneira de dispensar a documentação histórica, dando sentido a um passado para o qual não há nenhuma fonte.
	
	C
	A concepção teórica é apenas uma forma do discurso narrativo que aproxima o trabalho do historiador ao do filósofo.
	
	D
	Teoria da História é o uso da racionalidade e da indução para construir explicações complexas do passado social.
	
	E
	A Teoria da História pode ser identificada à perspectiva de análise das mentalidades de cada período do passado e de suas concepções ideológicas expressas nas fontes.
Questão 2/5 - Teoria da História
Atente para a seguinte passagem: 
“Naturalmente cara a homens que fazem do passado seu principal tema de estudos de pesquisa, a explicação do mais próximo pelo mais distante dominou nossos estudos às vezes até à hipnose. Sob sua forma mais característica, esse ídolo da tribo dos historiadores tem um nome: é a obsessão das origens”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: BLOCH, M. Apologia da História. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 56. 
Considerando a passagem acima e a leitura do livro-base Teoria da História, assinale a alternativa correta sobre a explicação histórica:
	
	A
	A explicação histórica é naturalmente dependente da relação entre o mais próximo e o mais distante no tempo.
	
	B
	A explicação histórica é fruto do trabalho dedutivo de leitura neutra e imparcial das fontes primárias.
	
	C
	A negação da historicidade das causas leva à conclusão de que a explicação histórica é algo impossível.
	
	D
	Uma explicação histórica deve ser generalizada independentemente da sociedade e do contexto social no qual foi elaborada.
	
	E
	A explicação histórica é um argumento construído a partir do raciocínio indutivo e testado frente à documentação empírica, para justificar a conclusão do historiador.
Questão 3/5 - Teoria da História
Atente para a seguinte passagem:
“É verdade, porém, que muitos historiadores positivistas, ao contrário de Comte, viam os fatos históricos como algo que tinha existência real, ontológica, externa ao observador [...]. Também é certo que vários deles se preocupavam com a problemática da causalidade, embora em geral ligando ‘causas’ e ‘consequências’ ao fio de uma ordem cronológica linear”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: CARDOSO, C. Introdução à História. São Paulo: Brasiliense, p. 43. 
Considerando a passagem acima e os conteúdos do livro-base Teoria da História sobre a causalidade em História, assinale a alternativa que expõe corretamente as críticas à determinação da causalidade histórica:
	
	A
	Ao estabelecer uma relação de causa e consequência, os historiadores reduzem a história a movimentos mecânicos e artificiais.
	
	B
	A imposição das relações de causa e consequência expressa o ponto de vista do historiador, impedindo a neutralidade do conhecimento.
	
	C
	A relação fechada na exposição dos fatos causais a suas consequências insere na historiografia produzida numa perspectiva factual e tradicionalista.
	
	D
	As causas e consequências dos fenômenos históricos nem sempre estão acessíveis ao historiador. Ao forçar esta relação (causa e consequência) o historiador pode ser levado a análises equivocadas. 
	
	E
	A análise que se reduz às causas tende a retirar a agência dos seres humanos e corre o risco de mostrar a história como uma linearidade inevitável de acontecimentos.
4 Atente para o texto a seguir:
Herbert Spencer foi um filósofo inglês representante do liberalismo clássico, que buscou compreender o comportamento humano a partir de uma perspectiva tributária das ciências naturais. Em suas conclusões, defendia que o Estado não deveria interferir na sociedade.
Fonte: Texto elaborado pelo autor. 
Considerando o texto acima e os conteúdos do livro-base Teoria da História sobre a perspectiva de Spencer acerca da história, assinale a alternativa correta:
	
	A
	O autor inglês defendia que a luta de classes era o verdadeiro motor da História.
	
	B
	Segundo Spencer, a razão era o elemento central da história.
	
	C
	Spencer foi influenciado por Darwin e viu na história um processo de evolução das sociedades.
	
	D
	A compreensão de Spencer sobre a História foi classificada posteriormente como base da pós-modernidade.
	
	E
	Spencer defendeu que a História seria apenas uma forma narrativa apartada da realidade empírica do passado
Questão 5/5 - Teoria da História
Analise o fragmento a seguir: 
“Sem dúvida, conviria marcar mais de uma nuance entre as psicologias de grupos. Cournot observou isso há muito tempo: eternamente inclinados a reconstruir o mundo sobre as linhas da razão, os franceses, em sua massa, vivem suas lembranças coletivas bem menos intensamente do que os alemães, por exemplo. Sem dúvida também, as civilizações podem mudar”. 
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: BLOCH, M. Apologia da História. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 41. 
A partir da leitura do fragmento acima e dos conteúdos do livro-base Teoria da História sobre as características da história, é correto afirmar que:
	
	A
	como disciplina acadêmica, a História concentra-se nas ações dos homens e mulheres notáveis que marcaram a trajetória humana.
	
	B
	o principal objeto de interesse da História são os governos e Estados, coletividades responsáveis pelas verdadeiras ações históricas da humanidade.
	
	C
	assim como as biografias, a História busca se concentrar em um ou outro indivíduo para contextualizá-lo no passado da vida humana.
	
	D
	a História lida exclusivamente com classes sociais e suas interações internas no desenrolar da temporalidade humana.
	
	E
	a História está interessada nos grupos humanos, seus indivíduos e instituições, desde as maiores às menores coletividades, e ainda nos indivíduos que as constituem.