A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Sericicultura manejo

Pré-visualização | Página 2 de 2

o crescimento das 
lagartas, enquanto pouco adensados aumentam os custos de produção. Deve-
se, portanto, regular o espaçamento de acordo com o crescimento das 
lagartas. Para cada 10 caixas de lagartas são necessários de 2 a 10 m2 de 
área de cama, para as lagartas de 1a idade; de 10 a 20 m2 para a de 2a idade; 
45 m2 para as lagartas de 3a idade; 90 m2 para as de 4a idade e 330 m2 para 
as de 5a idade. 
 
Manejo da cal: Quando a lagarta se aproxima da muda, seu corpo se torna 
firme e brilhante e ela cessa sua alimentação. Nessa ocasião deve-se aplicar 
cal sobre as lagartas para facilitar o processo de troca de tegumento. Isso é 
realizado da seguinte maneira: 
1o) quando 50% das lagartas estiverem em processo de troca de tegumento, 
deve-se polvilhar cal hidratada sobre a cama e não oferecer mais alimento às 
lagartas. 
2o) após a muda, a cabeça da lagarta é mais larga que o corpo e mais 
brilhante. Quando 50% das lagartas apresentarem esse comportamento, deve-
se aplicar novamente a cal. 
3o) a primeira alimentação após a muda deve ser dada quando 80% das 
lagartas já trocaram o tegumento, de modo a uniformizar a criação. 
4o) as lagartas desiguais no desenvolvimento devem ser separadas. 
 
Observação: não aplicar a cal no final da quinta idade, próximo do 
encasulamento, pois causará prejuízos na qualidade do fio. 
 
Manutenção das condições ambientais: 
Temperatura: o bicho-da-seda tem seu desenvolvimento afetado grandemente 
pela temperatura. Altas temperaturas aceleram o seu desenvolvimento, 
enquanto as baixas o retardam. As temperaturas e umidades relativas ótimas 
para cada idade estão na Tabela 8. 
A temperatura do galpão pode ser regulada pelo abrir e fechar dos 
janelões. 
 
 
 
 
 
 
 
 
Notas de Aula de ENT 110 – Sericicultura 
Prof. Ronald Zanetti - DEN/UFLA, CP 3037, 37200-000, Lavras, MG. zanetti@ufla.br 
6 
Tabela 8. Temperatura e umidade relativa ótimas para cada idade. 
 
Idades Temperatura (oC) Umidade (%) 
1a 26 - 28 85 - 90 
2a 25 - 27 80 - 85 
3a 24 - 25 75 - 80 
4a 23 - 24 75 
5a 20 - 23 70 
 
Umidade: o efeito da umidade sobre o bicho-da-seda pode ser direto, 
influenciando seu crescimento, ou indireto, atuando no murchamento das 
folhas ou propiciando o desenvolvimento de patógenos. O controle da umidade 
pode ser feito pulverizando água nas instalações ou controlando os janelões 
laterais. Próximo à muda deve-se abaixar a umidade do local. 
 
Ar: o bicho-da-seda é altamente influenciado pelo CO2 e outros gases, 
tornando-se lento e cessando a alimentação quando ocorre o aumento da 
concentração desses. A renovação constante do ar nas instalações de criação 
é fundamental. 
 
Luz: o bicho-da-seda se desenvolve melhor em locais com baixa luminosidade. 
Lagartas criadas em completa escuridão têm o ciclo reduzido e, em luz 
brilhante prolongado, produzindo casulos leves em ambos os casos. A fotofase 
ótima para as lagartas é de 16 horas. 
 
Fornecimento de lagartas aos criadores: As empresas de sericicultura de 
vários países, inclusive do Brasil, criam e fornecem as lagartas aos criadores 
no final da 2a idade, quando as lagartas estão no estado de dormência, antes 
de passar para a 3a idade, o que dispensa a construção das chocadeiras-
criadeiras pelos produtores. As lagartas fornecidas são de variedades 
selecionadas, bem desenvolvidas, vigorosas e livres de doenças, propiciando 
estabilidade na produção de casulos, economia no manejo e nos custos de 
produção. 
 
Programação da Criação: Nas tabelas 9 a 13 estão listadas as operações 
diárias para criação do bicho-da-seda, obtidas em situação de laboratório, que 
podem servir para orientar os produtores. 
 
 
 
 
 
 
 
 
Notas de Aula de ENT 110 – Sericicultura 
Prof. Ronald Zanetti - DEN/UFLA, CP 3037, 37200-000, Lavras, MG. zanetti@ufla.br 
7 
 
 
 
 
 
 
 
 
Tabela 9. Programa de criação padrão para 10 caixas de lagartas do bicho-da-
seda na 1a idade. 
 
Idade 
da 
Lagarta 
(dias) 
Duração 
de cada 
Idade 
(dias) 
Ordem 
do Trato 
Horário 
do trato 
(h) 
Quantidade 
(g) de folhas 
Manejo 
 1o 10 680 
1 1 2o 14 770 
 3o 21 850 
usar folhas novas 
dos ponteiros 
 4o 7 1120 
2 2 5o 14 1280 
 6o 21 1700 
 
 7o 7 2050 
3 3 8o 14 2750 
 9o 21 3500 manejo da cal 
4 ecdise ou muda manejo da cal 
 
 
 
Tabela 10. Programa de criação padrão para 10 caixas de lagartas do bicho-
da-seda na 2a idade. 
 
Idade 
da 
Lagarta 
(dias) 
Duração 
de cada 
Idade 
(dias) 
Ordem 
do 
Trato 
Horário 
do trato 
(h) 
Quantidade 
(g) de folhas 
Manejo 
 1o 8 2550 manejo da cal 
5 1 2p 15 3850 
 3o 21 4700 
 4o 7 6660 
6 2 5o 14 8880 
 6o 21 11160 
 7o 7 11160 
7 3 8o 14 8800 
 9o 21 5540 manejo da cal 
8 ecdise ou muda manejo da cal 
Notas de Aula de ENT 110 – Sericicultura 
Prof. Ronald Zanetti - DEN/UFLA, CP 3037, 37200-000, Lavras, MG. zanetti@ufla.br 
8 
Tabela 11. Programa de criação padrão para 10 caixas de lagartas do bicho-
da-seda na 3a idade. 
 
Idade 
da 
Lagarta 
(dias) 
Duração 
de cada 
Idade 
(dias) 
Ordem 
do 
Trato 
Horário 
do trato 
(h) 
Quantidade 
(g) de folhas 
Manejo 
 1o 10 9400 manejo da cal 
9 1 2o 15 17000 
 3o 21 21400 
 4o 7 25700 
10 2 5o 14 29100 
 6o 21 29100 
 7o 7 32500 
11 3 8o 14 12800 
 9o 21 8500 manejo da cal 
12 ecdise ou muda manejo da cal 
 
 
 
Tabela 12. Programa de criação padrão para 10 caixas de lagartas do bicho-
da-seda na 4a idade. 
 
Idade 
da 
Lagarta 
(dias) 
Duração 
de cada 
Idade 
(dias) 
Ordem 
do 
Trato 
Horário 
do trato 
(h) 
Quantidade 
(g) de folhas 
Manejo 
 1o 10 15,5 manejo da cal 
13 1 2o 15 20,0 
 3o 21 28,5 
 4o 7 20,0 
14 2 5o 14 30,0 
 6o 21 34,0 
 7o 7 60,0 
15 3 8o 14 54,0 
 9o 21 46,0 
 10o 7 40,0 
16 4 11o 14 60,0 
 12o 21 43,0 manejo da cal 
17 ecdise ou muda manejo da cal 
 
 
 
 
 
Notas de Aula de ENT 110 – Sericicultura 
Prof. Ronald Zanetti - DEN/UFLA, CP 3037, 37200-000, Lavras, MG. zanetti@ufla.br 
9 
Tabela 13. Programa de criação padrão para 10 caixas de lagartas do bicho-
da-seda na 5a idade. 
 
Idade da 
Lagarta 
(dias) 
Duração 
de cada 
Idade 
(dias) 
Ordem 
do 
Trato 
Horário 
(horas) 
Peso 
(kg) 
Observações 
 1o 10 16,0 manejo da cal 
18 1 2o 15 18,0 
 3o 21 21,0 
 4o 7 63,0 
19 2 5o 14 70,0 
 6o 21 77,0 
 7o 7 83,0 
20 3 8o 14 100,0 
 9o 21 117,0 
 10o 7 128,0 
21 4 11o 14 144,0 
 12o 21 168,0 
 13o 7 170,0 
22 5 14o 14 185,0 
 15o 21 185,0 
 16o 7 200,0 
23 6 17o 14 215,0 
 18o 21 215,0 
 19o 7 200,0 
24 7 20o 14 200,0 
 21o 21 230,0 
 22o 7 200,0 
25 8 23o 14 175,0 
 24o 21 175,0 
 25o 7 170,0 
26 9 26o 14 170,0 
 27o 21 130,0 
 28o 7 130,0 
27 10 29o 14 100,0 
 30o 21 50,0 
 
Encasulamento

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.