A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
RESUMO MEDIDAS BIOQUÍMICAS DE AVN

Pré-visualização | Página 1 de 1

RESUMO - MEDIDAS BIOQUÍMICAS DE AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL 
Fatores que podem limitar os indicadores bioquímicos: utilização de drogas, lesão, inflamação, 
stress, estado fisiológico, entre outros. Por isso, eles não podem ser usados isoladamente para 
estabelecer o diagnóstico. 
Índice creatinina-altura (ICA) 
• Aumentada em casos de desnutrição e estado de hipercatabolismo (degradação 
intensa do músculo esquelético). 
• Excreção – Urinária – Insuficiência renal → ↓ excreção 
ICA = CREATININA URIN. X100/ COEFICIENTE DE CREATINA X KG 
Coeficiente: 
• Homens → 23 mg por quilo de peso corporal em 24 horas 
• Mulheres → 18 mg por quilo de peso corporal em 24 horas 
Interpretação do resultado: 
80 – 90% = depleção leve 
60 – 80% = depleção moderada 
< 60% = depleção severa 
Situações nas quais os resultados podem estar mascarados: Doenças renais (nefropatias), 
idosos, vegetarianos estritos, Trauma 
Proteína de Massa Visceral (Plasmática) → úteis na avaliação do comprometimento visceral e 
no diagnóstico nutricional. 
*Pode estar baixa devido a doenças hepáticas 
Diminuição da concentração sérica das proteínas decorrentes de síntese hepática → bom 
índice de desnutrição protéico-calórica, porque pode indicar diminuição da biossíntese 
hepática pelo limitado suprimento de substrato calórico e protéico, comumente associado à 
desnutrição. 
Paciente desidratado e desnutrido, ao fazer exame bioquímico pode constar normalidade 
A concentração das proteínas totais e suas frações no plasma é responsável pela pressão 
oncótica. -> forças de atração dos líquidos para o interior dos vasos, quando tem pouca 
albumina a pressão diminui, favorecendo o vazamento do líquido para manter a pressão -> 
edemas 
Hemoglobina = é o pigmento respiratório do sangue contido nas hemácias. 
Hematócrito = reflete a massa total de células na unidade de volume de sangue.