A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
19 pág.
e-book-forcas-armadas-psicologia-editora-sanar

Pré-visualização | Página 3 de 8

1 - FUNÇÃO DA PONTUAÇÃO
Os sinais de pontuação são sinais gráficos que marcam pausas e tentam também transcrever ritmo e 
melodia da língua. 
1. Fundamentalmente, servem para marcar pausas sintáticas:
a. Ponto (pausa longa)
b. Vírgula (pausa curta)
c. Ponto-e-vírgula (pausa intermediária)
▍Observação: O ponto determina final de período e/ou de parágrafo. Vírgula e ponto-e-vírgula não de-
terminam final de período.
2. Possuem a função essencial de marcar a melodia e entoação:
a. dois-pontos
b. ponto de interrogação
c. ponto de exclamação
d. reticências
e. aspas
f. parênteses
g. travessões
▍Observação: Uma vírgula pode mudar tudo...
Voz do pessimista: “Não vou passar no concurso!”
Voz do otimista: “Não, vou passar no concurso!”
Observe, a seguir, uma situação em que podem ser aceitas duas pontuações diferentes. A mudança gera-
rá uma interpretação completamente diferente e produzirá uma nova sintaxe no período.
"Se o homem soubesse o valor que tem, a mulher andaria se rastejando à sua procura."
"Se o homem soubesse o valor que tem a mulher, andaria se rastejando à sua procura."
Observe a pontuação: no 1º período, a vírgula colocada demonstra que o sujeito da forma verbal “tem” 
é o termo “o homem”, enquanto o sujeito da forma verbal “andaria” é “a mulher”. No 2º período, a vírgula 
colocada demonstra que “a mulher” é sujeito da forma verbal “tem”, enquanto o “o homem” é sujeito da 
forma verbal “andaria”.
Leia atentamente o pequeno texto abaixo:
“Sentenciou o rei:
- O júri condenou. Eu não, absolvo.
Escreveu o distraído escrivão:
Português
216 ▕ Pontuação
- O júri condenou, eu não absolvo.”
Percebe-se uma total mudança de sentido com a retirada da vírgula após o vocábulo “não”. A mensagem, 
após a mudança, transmite o oposto do que havia transmitido inicialmente.
(HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA FEDERAL DO MARANHÃO - EBSERH) Considere os períodos abaixo.
I. A pessoa que não é preconceituosa, não discrimina ninguém.
II. É necessário meu amigo, ter consciência deste problema.
III. João, meu colega de classe, está internado.
A pontuação está correta somente em:
Ⓐ I.
Ⓑ II.
Ⓒ III.
Ⓓ I e III.
Ⓔ II e III.
Análise das alternativas
Pontuação é um assunto presente nas provas, entretanto o sinal de pontuação mais cobrado é a vírgula. 
Vamos nos lembrar de que a vírgula é uma pausa de caráter sintático: muitos atrelam a vírgula ao ato de 
respirar – algo completamente fora da regra gramatical. Atenção para as vírgulas que isolam aposto, adjun-
to adverbial deslocado e termos intercalados.
Assertiva I: INCORRETA. A vírgula utilizada no período está incorreta, pois, ao usá-la, o sujeito está sendo sepa-
rado do predicado. Nesse caso, deveria haver duas vírgulas, isolando a oração adjetiva explicativa –“que 
não é preconceituosa” -, ou deveria ser retirada a vírgula que foi utilizada após “preconceituosa”. Resumin-
do: usam-se duas vírgulas ou usa-se nenhuma.
Assertiva II: INCORRETA. O termo “meu amigo” deveria estar entre vírgulas, por se tratar de um vocativo. Lem-
bre-se de que o vocativo é um termo isolado, que indica chamamento, apelo. 
Exemplo: “É necessário, meu amigo, ter consciência deste problema”
Assertiva III: CORRETA. O termo “meu colega de classe” está corretamente isolado por vírgulas, pois se trata de 
um aposto explicativo.
▍Resposta: Ⓒ
2 - REGRAS PRÁTICAS DE PONTUAÇÃO
Não se usa pontuação:
• Entre sujeito e predicado;
• Entre verbo e complementos verbais (objetos);
• Entre nomes e complementos nominais;
• Nas locuções verbais, separando verbo auxiliar e principal;
• Entre o substantivo e o adjunto adnominal.
Conclusão:
• Não se usa pontuação entre termos que estiverem em sua ordem direta:
Sujeito + Verbo Complemento + Verbal + Adjunto Adverbial
217▏Paula Barbosa
▍Observação: Em termos intercalados ou explicativos, as vírgulas podem ser substituídas por travessões 
ou parênteses, sem alteração de ordem sintática ou de ordem semântica.
Observe a oração intercalada:
A vida, disse o homem sentado à mesa, é bela!
A vida – disse o homem sentado à mesa – é bela!
A vida (disse o homem sentado à mesa) é bela!
Observe o termo explicativo:
Aqueles políticos, frequentadores assíduos dos grandes eventos sociais, não se preocupam com os 
interesses do povo.
Aqueles políticos - frequentadores assíduos dos grandes eventos sociais - não se preocupam com os 
interesses do povo.
Aqueles políticos (frequentadores assíduos dos grandes eventos sociais) não se preocupam com os 
interesses do povo.
(UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - EBSERH) No período “O trabalho, no decorrer da história, foi ocupando a 
maior parte do tempo do ser humano”, o uso das vírgulas justifica-se para:
Ⓐ marcar a intercalação do adjunto adverbial. 
Ⓑ marcar a inversão do adjunto adverbial. 
Ⓒ marcar a elipse do verbo.
Ⓓ isolar o aposto. 
Ⓔ marcar uma enumeração. 
Análise das alternativas
O conhecimento sintático que o candidato trouxer será fundamental para facilitar a resolução dessa ques-
tão. Perceba que, embora o assunto seja pontuação, sem conhecer a sintaxe e os termos da oração, prin-
cipalmente a localização desses, ficará muito complicado alcançar um gabarito com segurança. O adjunto 
adverbial é o termo que mais possibilidades possui de ocupar vários espaços na sentença.
Alternativa A: CORRETA. O adjunto adverbial está deslocado porque a posição que ele deve ocupar é no final 
da sentença. Observe que ele está quebrando a linearidade sintática do período. Desse modo, percebe-se 
claramente que o adjunto adverbial está intercalado no período.
Alternativa B: INCORRETA. O período apresenta uma inversão, mas não é uma inversão do adjunto adverbial. 
A inversão é do período. Como a posição original do adjunto adverbial é no final da sentença e ele está 
posicionado no meio do período, fica claro que a vírgula é de deslocamento. Logicamente, as alternativas 
“a” e “b” foram criadas para confundir o raciocínio do candidato.
Alternativa C: INCORRETA. Não há, no período, elipse da forma verbal. Todos os termos estão explícitos; não há 
termos implícitos na sentença.
Alternativa D: INCORRETA. O aposto é um termo que explica o substantivo antecedente. Observe que, no perío-
do apresentado, não há aposto presente.
Alternativa E: INCORRETA. Não há enumeração no período apresentado. Quando há enumeração, estamos 
diante de aposto enumerativo.
Colocando a teoria em prática...
Observe com atenção o período a seguir:
O fato de as pessoas não demonstrarem muito interesse pelo sofrimento alheio é um sinal de que a 
sociedade está cada vez mais fria e egoísta.
218 ▕ Pontuação
É fundamental observar a estrutura sintática da sentença acima.
Sujeito: O fato de as pessoas não demonstrarem muito interesse pelo sofrimento alheio
Verbo de ligação: é
Predicativo do sujeito: um sinal de que a sociedade está cada vez mais fria e egoísta
A maioria dos alunos sentirá a necessidade de usar uma vírgula após o termo “alheio”, mas cometeria um 
erro bastante valorizado, inclusive em provas de concurso: separaria o sujeito do verbo.
(PREFEEITURA DE ARMAÇÃO DE BÚZIOS/RJ - FUNCAB) Assinale a opção cuja reescrita do trecho “Abandonou-o por 
negócios urgentes, voltou à leitura quando regressava de trem à fazenda; deixava-se interessar lentamente 
pela trama, pelo desenho dos personagens” mantém o seu sentido original e a pontuação correta. 
Ⓐ Abandonou-o. Por negócios urgentes, voltou à leitura, quando regressava de trem à fazenda: deixava-se 
interessar lentamente pela trama, pelo desenho dos personagens. 
Ⓑ Abandonou-o por negócios urgentes. Voltou à leitura, quando regressava de trem à fazenda. Deixava-se 
interessar lentamente pela trama, pelo desenho dos personagens. 
Ⓒ Abandonou-o por negócios urgentes. Voltou à leitura quando regressava de trem. À fazenda, deixava-se 
interessar lentamente pela trama, pelo desenho dos personagens. 
Ⓓ Abandonou-o por negócios urgentes: