TESTE NUTIÇÃO CLIMICA
30 pág.

TESTE NUTIÇÃO CLIMICA


DisciplinaNutrição Clínica3.235 materiais18.018 seguidores
Pré-visualização10 páginas
Teste 1
Pergunta 1
1 em 1 pontos
	
	
	
	Sendo uma enteropatia crônica, a doença celíaca se caracteriza pela intolerância permanente ao glúten. A predisposição genética leva ao desencadeamento de mecanismos autoimunes, apresentando uma sintomatologia nem sempre restrita ao trato gastrointestinal, o que dificulta o seu diagnóstico. O tratamento da doença celíaca tem como base a dieta restrita de glúten. Portanto, é fundamental que o nutricionista conheça os aspectos básicos da doença celíaca e domine o conhecimento fisiológico e técnico-dietético para efetivo tratamento desta patologia. Qual dos alimentos abaixo não é contra-indicado para pacientes portadores de Doença celíaca?
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	d. 
Linhaça
	Respostas:
	a. 
Trigo
	
	b. 
Cevada
	
	c. 
Centeio
	
	d. 
Linhaça
	
	e. 
Aveia
	
	
	
Pergunta 2
1 em 1 pontos
	
	
	
	Apesar dos esforços e estudos dos mecanismos das doenças inflamatórias intestinais, a Doença de Crohn segue sem etiologia bem definida. Inúmeros fatores parecem ter associação e vem sendo estudados: mecanismos genéticos e resposta inflamatória a antígenos e fatores ambientais como a dieta. A dieta ocidental, com alto índice de ingestão de produtos industrializados \u2013 fonte de aditivos diversos \u2013 além do consumo de carboidratos refinados, baixo consumo de fibras, o desmame precoce e a presença de agrotóxicos em associação com a presença de determinados microrganismos foi avaliada como justificativa para o aumento da prevalência da Doença de Crohn nas últimas décadas. A terapia nutricional do paciente com Doença de Crohn deve considerar não apenas seu estado nutricional, também deve observar a fase da manifestação da doença. Avalie as afirmações a seguir:
1. A desnutrição não é rara na Doença de Crohn, ocorrendo em taxas entre 23% a 82% dos pacientes. Entre os fatores causadores da desnutrição, não apenas a má absorção se destaca: a resposta inflamatória sistêmica eleva o gasto energético concomitante a anorexia, resultante do aumento das citocinas pró-inflamatórias.
2. A desnutrição é comprovadamente fator de mau prognóstico em pacientes com doença de Crohn e colabora seja, direta ou indiretamente para uma maior taxa de mortalidade através das complicações, como a necessidade de nutrição parenteral, ocorrência de fístula digestiva e necessidade de ressecção intestinal por obstrução.
Assinale a alternativa correta:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	b. 
As alternativas 1 e 2 estão corretas, e a 2 complementa a 1.
	Respostas:
	a. 
As alternativas 1 e 2 estão corretas, e a 2 não complementa a 1.
	
	b. 
As alternativas 1 e 2 estão corretas, e a 2 complementa a 1.
	
	c. 
As alternativas 1 e 2 estão corretas, mas a 2 não complementa a 1.
	
	d. 
As alternativas 1 e 2 estão incorretas, mas a 2 complementa a 1.
	
	e. 
As alternativas 1 e 2 estão incorretas, e a 2 não complementa a 1.
	
	
	
Pergunta 3
1 em 1 pontos
	
	
	
	A constipação tanto pode ser um sinal de alguma patologia ligada ao trato gastrointestinal, como também pode ser secundária a outra patologia ou mesmo efeito colateral de medicação. Os relatos passíveis de enquadrarem-se como constipação podem incluir diversas queixas: demora excessiva para efetuar as evacuações, fezes endurecidas ou baixa frequência e volume de evacuações. Qualquer que seja a forma da constipação, existem sinais de alerta que indicam a necessidade de encaminhamento médico urgente: a presença de Hemorragia retal, febre, dor abdominal intensa, a ocorrência de perda de peso, anorexia e tenesmo. A conduta nutricional adequada para pacientes com constipação deve:
I) Considerando que a constipação primária de trânsito normal é a mais prevalente, o tratamento não medicamentoso ganha destaque. A oferta de fibras nunca é a primeira recomendação, aumentando o peso das fezes, o líquido colônico fecal e a taxa de trânsito no cólon.
II) A ingestão de fibras pode ser alcançada pelo aumento na ingestão de hortaliças e frutas, alimentos integrais e auxilia no tratamento da constipação. A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura/ Organização Mundial da Saúde (FAO/OMS) recomenda o consumo de 25g/dia, tendo como meta o auxílio na prevenção de doenças crônicas relacionadas à dieta. Orientar a ingestão de água também é necessário, uma vez que a osmolaridade da fibra atrai água para o lúmen auxiliando a formação das fezes. 
III) O aumento do consumo de fibras não precisa ser gradual, pois a adaptação do intestino e da microbiota ao maior consumo de fibras não gera flatulência, distensão abdominal e sensação de plenitude.
Estão incorretas:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	c. 
I e III
	Respostas:
	a. 
Apenas II
	
	b. 
Apenas I
	
	c. 
I e III
	
	d. 
II e III
	
	e. 
Apenas III
	
	
	
Pergunta 4
1 em 1 pontos
	
	
	
	A Organização Mundial da Saúde define diarreia, como a \u201cdejeção de fezes moles ou líquidas pelo menos três vezes em 24 horas\u201d. A diarreia é uma anormalidade que resulta então de alterações funcionais do tubo digestivo, produzindo baixa absorção ou aumento da secreção de água e eletrólitos da luz intestinal. Além do aparecimento de fezes líquidas, pode ocorrer em conjunto com episódios de vômitos, podendo estar associada a manifestações sistêmicas, como febre e cólicas na região abdominal. Com relação à esse assunto, faça a correlação entre as alternativas a seguir:
I. Diarreia aguda
II. Diarreia crônica ou persistente
III. Diarreia osmótica
A. São caracterizadas quando a diarreia aguda se estende por 14 dias ou mais. Pode provocar desnutrição e desidratação. Esses pacientes constituem um grupo com alto risco de complicações e elevada letalidade.
B. Tipo de diarréia que ocorre na presença de substâncias osmoticamente ativas, pouco ou não absorvidas na luz intestinal, levando a passagem de água do meio extracelular para a luz intestinal.
C. Cursam em um período inferior a 14 dias. São de ocorrência comum e podem ocorrer cerca de um a duas vezes ao ano em um indivíduo
Assinale a opção correta:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	d. 
I-C, II-A, III-B
	Respostas:
	a. 
I-A, II-C, III-B
	
	b. 
I-B, II-A, III-C
	
	c. 
I-B, II-C, III-A
	
	d. 
I-C, II-A, III-B
	
	e. 
I-C, II-B, III-A
	
	
	
Pergunta 5
1 em 1 pontos
	
	
	
	Diversos estudos têm apontado o uso de probióticos como tratamento promissor das doenças inflamatórias intestinais. Os probióticos são definidos como suplementos alimentares à base de microrganismos vivos, que afetam beneficamente o hospedeiro, promovendo a regulação de sua microbiota intestinal. Estes podem ser incluídos em alimentos, medicamentos e suplementos dietéticos. São potencialmente benéficos no tratamento das diarreias. Os Probióticos incluem vários tipos de Lactobacillus, Bifidobacterium, reptococcus e um fungo o Saccharomyces boulardii. A administração de probióticos diminui a duração da diarreia. Os efeitos farmacológicos associados ao uso de probióticos em indivíduos com quadros de diarreia são muitos. Dentre estes, podemos destacar (assinale V para as assertivas verdadeiras e F para as falsas):
( ) Estímulo do sistema imunológico.
( ) Competição pela aderência nas células intestinais com os agentes infectantes como outras bactérias patogênicas.
( ) Produção de substâncias bactericidas.
( ) Aumento da função da barreira intestinal.
( ) Modificação de toxinas de origem patogénica.
Assinale a alternativa correta:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	d. 
V, V, V, V, V
	Respostas:
	a. 
V, F, V, F, V
	
	b. 
V, V, V, F, F
	
	c. 
F, V, F, V, F
	
	d. 
V, V, V, V, V
	
	e. 
F, F, F, V, V
	
	
	
Pergunta 6
1 em 1 pontos
	
	
	
	A úlcera péptica é uma lesão profunda que afeta a mucosa gástrica, podendo chegar aos tecidos mais internos como a camada muscular e a serosa. As lesões ocorrem em áreas expostas ao ácido e à pepsina devido