aval1
2 pág.

aval1


DisciplinaDireito Empresarial I21.154 materiais91.629 seguidores
Pré-visualização1 página
AVALIANDO 1 \u2013 DIREITO EMPRESARIAL I
	1a Questão 
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Julgue os itens a seguir:
I - O novo Código Civil vedou expressamente a constituição de sociedades entre cônjuges, independentemente do regime matrimonial de bens, sendo que as sociedades já constituídas poderão prosseguir face ao respeito ao ato jurídico perfeito. 
II - O registro de empresário rural na junta comercial, de natureza declaratória, sujeita-o ao regime jurídico empresarial. 
III - O ato de inscrição do empresário no registro público de empresas é essencial para a caracterização do exercício profissional de atividade econômica organizada para a produção ou circulação de bens ou de serviços. 
IV - No Brasil, todas as juntas comerciais são subordinadas administrativa e tecnicamente ao Departamento de Registro Empresarial e Integração. 
	
	Todas as assertivas estão corretas.
	 
	Todas as assertivas estão incorretas.
	
	Apenas as assertivas II e III estão corretas.
	
	Apenas as assertivas I, II e III estão corretas.
	
	Apenas as assertivas I, III e IV estão corretas.
	
	2a Questão (Ref.:201602311161)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Afrânio, empresário individual, foi submetido a exame por junta médica que atestou ser ele portador de grave esquizofrenia, qualificando-o como permanentemente incapaz de gerir os próprios negócios. Por essa razão, o pai do empresário ajuizou pedido de interdição, com o pleito de ser nomeado seu curador e gerir seus negócios da vida civil. Considere a opção correta.
	
	Eventuais clientes que tenham comprado de Afrânio produtos mediante pagamento à vista, mas que ainda não tenham recebido as mercadorias, na hipótese de continuidade da atividade empresária, estarão impedidos de reclamar o prejuízo em razão da patologia do empresário individual.
	
	Caso o pai de Afrânio, já como seu curador, esteja impedido, por lei, de exercer atividade empresarial, também não poderá proceder com a indicação de gerentes ao juízo para o exercício desse mister, com o que extinguirá a empresa.
	 
	O pai de Afrânio, se curador nomeado judicialmente, poderá exercer atividade empresária em nome do filho interditado.
	
	Nenhuma das respostas.
	
	A interdição de empresário individual determina necessariamente a extinção da empresa, sendo inviável a sua continuidade por qualquer meio, portanto o pai de Afrânio não poderá substituí-lo nos negócios.
	
	3a Questão (Ref.:201602311164)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Segundo a doutrina, o direito comercial não se formou em uma única época nem no meio de um só povo. A cooperação de todos os povos em tempos sucessivos, firmada fundamentalmente nas bases econômicas, é que o constituíram e lhe imprimiram o caráter autônomo. Com relação ao direito comercial e ao empresário, assinale a opção correta.
	
	Somente será considerado empresário o exercente profissional de atividade econômica organizada para a produção ou a circulação de bens ou serviços, inscrito no registro de empresas do órgão próprio.
	
	O empresário individual casado deve averbar sua certidão de casamento à margem de seu registro como empresário na Junta Comercial e, caso venha a alienar ou gravar qualquer bem comum do casal, necessita da outorga de seu conjugê de que trata o art. 1647 do Código Civil.
	
	Nos termos do Código Civil, somente podem exercer a atividade empresarial os que estiverem em pleno gozo da capacidade civil e não forem legalmente impedidos, não havendo possibilidade de menor de dezesseis anos exercer a atividade empresarial.
	
	Empresário é definido na lei como o profissional que exerce atividade econômica organizada para a produção ou a circulação de bens ou serviços. Para a doutrina, também será empresário aquele que organizar episodicamente a produção de certa mercadoria, mesmo destinando-a à venda no mercado.
	 
	Os funcionários públicos estão proibidos de exercer atividade empresarial, de acordo com a CF e normas específicas; contudo, a proibição diz respeito ao efetivo exercício da atividade empresarial, não existindo restrição quanto ao fato de o funcionário público ser simplesmente acionista ou quotista de sociedade empresária.
	
	4a Questão (Ref.:201604213022)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	 Com referência ao nome empresarial, assinale a afirmativa INCORRETA.
	
	b) "Souza e Irmãos Ltda. EPP" refere-se a uma sociedade limitada que optou pela utilização de firma social e que goza do regime diferenciado e favorecido, dispensado às empresas de pequeno porte, sendo Souza sócio dessa sociedade.
	
	c) "Pedro da Silva Minerações S/A" refere-se a uma sociedade anônima que tem como objeto a atividade mineradora, sendo Pedro da Silva uma pessoa que concorreu para o sucesso da empresa.
	 
	e) Companhia Nacional de Moagens" refere-se a uma sociedade limitada que adota as normas da sociedade anônima como lei.
	
	d) "Carlos S. da Silva" refere-se a um empresário individual
	
	a) "Oliveira & Cia. C/A" refere-se a uma sociedade em comandita por ações que optou pela utilização de firma social, sendo Alves um sócio-diretor ou gerente da sociedade.
	
	5a Questão (Ref.:201604085973)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	(FGV - 2016 - OAB - Exame de Ordem Unificado - XX - Primeira Fase - Reaplicação - Salvador/BA - adaptada) O engenheiro agrônomo Zacarias é proprietário de quatro fazendas onde ele realiza, em nome próprio, a exploração de culturas de soja e milho, bem como criação intensiva de gado. A atividade em todas as fazendas é voltada para exportação, com emprego intenso de tecnologia e insumos de alto custo. Zacarias não está registrado na Junta Comercial. Com base nessas informações, é correto afirmar que:
	
	a) Zacarias, por exercer empresa em caráter profissional, é considerado empresário independentemente de ter ou não registro na Junta Comercial.
	
	b) Zacarias, mesmo que exerça uma empresa, não será considerado empresário pelo fato de não ter realizado seu registro na Junta Comercial.
	
	d) Zacarias é um empresário de fato, por não ter realizado seu registro na Junta Comercial antes do início de sua atividade, descumprindo obrigação legal.
	
	c) Zacarias não pode ser registrado como empresário, porque, sendo engenheiro agrônomo, exerce profissão intelectual de natureza científica, com auxílio de colaboradores.
	 
	Zacarias exerce atividade rural, de modo que pode optar por requerer a sua inscrição na Junta Comercial da sede da sua atividade e, o fazendo, será equiparado ao empresário sujeito a registro para todos os efeitos.