A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
22 pág.
QUESTÕES OBJETIVAS DE ANÁLISE DE BALANÇO E GESTÃO DE CRÉDITO

Pré-visualização | Página 5 de 7

( V ) Os fornecedores analisam a concessão do crédito em termos de volume e prazo, mediante análise da liquidez, rentabilidade e endividamento da empresa. 
( F ) O governo também analisa os balanços, avaliando o risco e o retorno do investimento em ações. 
( V ) As instituições financeiras têm como objetivo a análise do Balanço Patrimonial para fins de concessão de empréstimos, mediante análise do risco.
31-Princípios são verdades fundantes e reconhecidas universalmente. A contabilidade também tem seus princípios e é necessário que as demonstrações contábeis estejam conforme os Princípios de Contabilidade, descritos na Resolução do Conselho Federal de Contabilidade. Extrai-se dos princípios de Contabilidade um arcabouço teórico que orienta a padronização das práticas contábeis aplicáveis à interpretação e à uniformidade das demonstrações contábeis. Sobre os princípios contábeis, analise as opções a seguir: 
I- O princípio do registro pelo valor original. CORRETA
II- O princípio da boa fé e lealdade contábil. ERRADA
III- O princípio da prudência. CORRETA
IV- O princípio da competência. CORRETA
32-A Lei 6.404/76, que regulamenta as Sociedades por Ações, na redação do artigo 176, prevê a elaboração, ao final de cada exercício social, de algumas demonstrações que deverão exprimir com clareza a situação do patrimônio da companhia e as mutações ocorridas no exercício, como, por exemplo: 
FONTE: BRASIL. Lei 6.404, de 15 de dezembro de 1976. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l6404compilada.htm>. Acesso em: 22 jan. 2015. 
( X ) Balanço Patrimonial, Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados (DLPA) e Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos (DOAR). 
( ) Balanço Patrimonial, Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), Demonstração dos Prejuízos Acumulados (DPA) e Demonstração das Origens Financeiras (DOF). 
( ) A Lei nº 10.303/2001 revogou a redação do artigo 176 da Lei 6.404/76, tornando facultativas todas as demonstrações contábeis. 
( ) A elaboração dessas demonstrações pode variar de estado para estado, contudo todos tomam por base o modelo norte-americano.
33-Fazendo uma análise sobre o direito da sociedade empresarial, a lei que regulariza e regulamenta estes modelos está especificada conforme os tipos de sociedades empresariais. As sociedades são classificadas conforme a sua natureza. Sobre a classificação e o conceito, assinale a alternativa CORRETA: 
( X ) Sociedade simples: não possui uma sociedade empresarial organizada. Sociedade empresária: há uma estrutura organizada, de forma a exercer uma atividade empresarial, que qualifica a sociedade empresária. 
( ) No Brasil, em se tratando do direito societário e empresarial, a legislação que regulamenta os tipos de sociedades empresariais está definida no novo Código Civil. 
( ) Esta lei determina outras considerações, como a ação jurídica perfeita, o acontecimento julgado e o direito obtido. 
( ) Sociedade simples: há uma estrutura organizada, de forma a exercer uma atividade empresarial que qualifica a sociedade empresária. Já a sociedade empresária não possui uma sociedade empresarial organizada.
34-O capital de giro apresenta um papel fundamental no que envolve a saúde financeira do empreendimento. Como ele envolve um grande dinamismo, a avaliação da sua situação precisa ser necessariamente compatível com esta, visto que decisões erradas podem comprometer a rentabilidade da empresa. Sobre o capital de giro, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas: 
( V ) A diferença entre os valores de passivo circulante e ativo circulante caracterizam o capital de giro (CDG), também denominado Capital Circulante Líquido (CCL).
( F ) O modelo de Fleuriet separa os elementos de giro em duas categorias: passivo circulante e ativo circulante. 
( V ) Fleuriet propõe como metodologia a divisão dos elementos de giro em contas cíclicas e contas erráticas, sendo a primeira relacionada ao operacional.
( V ) Para identificarmos se a empresa está usando o capital de giro próprio, o que corresponde a uma situação desejável, é preciso reclassificar as contas do passivo e do ativo circulantes.
35-Para a elaboração de um relatório de análise de demonstrações contábeis, é importante iniciar o processo esclarecendo qual o objetivo do relatório. Assim, este será preparado de acordo com as observações do analista, buscando detalhar e discorrer sobre as informações importantes para quem irá recebê-lo: fornecedores, agentes do mercado financeiro, investidores etc. Sobre as etapas para elaboração de um Relatório de Análise de Demonstrações Contábeis, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas: 
( V ) É importante destacar o panorama ou estado atual, além de prover parâmetros de comparação que permitam avaliar a progressão e as tendências.
( F ) Os dados devem ser explicados predominantemente de forma textual, minimizando, assim, a possibilidade de dúvidas ou interpretação errônea. Não é usual apresentar, nessa etapa, gráficos ou tabelas.
( V ) É válido destacar os pontos fortes da empresa, mas também abordar os pontos fracos, identificando fraquezas da empresa analisada.
( F ) As explicações devem ser detalhadas, com foco nos pontos fortes da empresa, visto que esse documento será utilizado para destacar as qualidades do empreendimento.
36-Na análise de concessão de crédito, um mecanismo de avaliação das condições financeiras de uma empresa consiste na análise do seu Ciclo Operacional e do Ciclo Financeiro. O Ciclo Operacional compreende o intervalo entre a entrada dos insumos até o recebimento do dinheiro do cliente. Já o ciclo financeiro apresenta outros vínculos de início e fim. Sobre esse tipo de análise e suas características, assinale a alternativa CORRETA: 
( ) O índice mais importante para a análise das condições financeiras da empresa compreende a soma do Ciclo Operacional com o Ciclo Financeiro (CO + CF). 
( ) O Ciclo Operacional compreende a soma do prazo médio de desembolso de caixa para pagamento dos insumos com o prazo médio de pagamento. 
( ) O Ciclo Financeiro é pouco relevante nos casos em que o Ciclo Operacional é maior que o prazo médio de recebimento de vendas (PMRV). 
( X ) O Ciclo Operacional inicia na compra das matérias-primas, enquanto o Ciclo Financeiro inicia no desembolso de caixa para o pagamento desses insumos.
37-O Índice de Liquidez Imediata (LI) é outro indicador muito utilizado pelos analistas de bancos. Considera-se a capacidade de liquidar suas dívidas com as disponibilidades imediatas, ou seja, recursos disponíveis do circulante de rápida conversão, como os valores em caixa ou disponíveis em contas bancárias. Sobre o exposto, assinale a alternativa CORRETA: 
( ) O Indicador de Liquidez Imediata (LI), em sua interpretação, evidencia que quanto menor for o índice, melhor será a liquidez imediata. 
( ) Para descobrir esse indicador, é necessário dividir o saldo disponível em caixa pelo passivo circulante. 
( ) Sua fórmula é controvertida, porque no ativo circulante existem valores com vencimento em até 360 dias após o encerramento do período. 
( X ) Em termos de objetivos, este índice foca em se aprofundar mais a fundo na capacidade de liquidar dívidas de cunho imediato, isto é, recursos disponíveis do circulante de rápida conversão
38-Cada vez mais, os gestores nas empresas têm se voltado a fidelizar dados para análise financeira detalhada como um importante instrumento de avaliação para o acionista/investidor. Neste contexto, há os conceitos de análise de balanço voltados para análise da geração de lucro e criação de valor das empresas, como Valor Econômico Adicionado (VEA) ou Economic Value Added (EVA). Diante desse contexto, assinale a alternativa CORRETA: 
( ) Em que pese a intensão de transformar o Valor Econômico Adicionado como ferramenta para os acionistas, seus indicadores

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.