A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
21 pág.
ASPECTOS LEGAIS E JUDICIAIS DA ENGENHARIA DE AVALIAÇÃO

Pré-visualização | Página 5 de 6

onde k é o numero de variáveis 
aplicadas e explicativas. 
Á nas normas NBR14653 a especificação será determinada pelo 
grau de fundamentação e/ou precisão. Nestes casos a avaliações podem ser 
do I, II ou III graus, sendo o grau III o de menor subjetividade. Tanto o grau de 
fundamentação como o de precisão não podem ser fixados a priori, pois 
não dependem somente do empenho do avaliador, mas também do mercado e 
das informações que possam ser obtidas. No caso de um determinado laudo 
não se enquadrar em nenhum dos graus, será considerado parecer técnico ( 
relatório circunstanciado ou esclarecimento técnico emitido por especialista) É 
importante frisar que contrariamente ao que preconiza a NBR5676 a nova 
norma NBR14653coloca no mesmo patamar de importância a tratamento por 
fatores e o tratamento cientifico. 
 
 
 
 
 
9 ESTUDO DE CASO 
 
9.1 Avaliação de Fazendas Inexistentes 
Quando iniciamos um trabalho na área de avaliação, nunca 
sabemos como iremos terminar. Sabemos como iremos iniciar, mas não temos 
idéia de como terminaremos. Assim, temos que ter muita flexibilidade para 
encarar as dificuldades, adequando modelos e normas a realidade encontrada. 
Às vezes os conhecimentos técnicos não são suficientes e temos que 
desenvolver novos conhecimentos para solução dos problemas apresentados. 
Foi o que aconteceu num trabalho que fizemos parte da equipe, 
como auxiliares onde os avaliadores foram muito mais direcionados para a 
área de detetive, tipo, Sherlock Holmes, do que para técnicas da engenharia de 
avaliação. Fomos contratados por empresa de mineração para avaliar seis 
fazendas no oeste da Bahia, com área aproximada de 130.000 há. Depois dos 
procedimentos iniciais, fomos fazer a vistoria das terras, em companhia de um 
preposto da empresa que encontramos em Barreiras. Visitamos todas as 
fazendas, em municípios no entorno de Barreiras e começamos a desconfiar 
da existência das terras, pois a descrição dos limites e confrontações de todas, 
eram feitas de tal maneira a NÃO IDENTIFICAR NEM GARANTIR A 
LOCALIZAÇÃO EXATA DAS TERRAS. 
Primeiro não eram geo referenciadas, exigência legal para terras 
com áreas superiores a 10.000 há, caso de três das fazendas avaliandas. 
Segundo, as descrições dos perímetros eram feitas de tal maneira a servir em 
qualquer local. Assim, descrições do tipo: partindo do ponto A segui-se num 
ângulo de 44 º NE numa distancia de 455 metros e encontra-se o ponto B. Daí 
numa direção 12º NO e numa distancia 321 m encontra-se o ponto C, 
seguindo-se em direção SE 83º e numa distancia de 607 metros encontra-se o 
ponto D e assim até encontrar o ponto A novamente, fechando o polígono. 
 
9.2 AVALIAÇÃO DE GALPÃO E UMA CASA (ANEXO) 
Anexamos um laudo de avaliação elaborado pelo Conselho 
Brasileiro de Avaliação de bens de um empresário, constituído por um galpão 
industrial e uma residência, da qual participamos diretamente. O empresário 
em questão estava com sua residência em processo de negociação, com a 
venda praticamente fechada por um valor 65% menor do que o valor avaliado o 
que propiciou a desistência. 
 
CONCLUSÃO 
Pelo exposto a importância atual da engenharia de avaliação para o 
dia a dia da atividade econômica e das empresas é fundamental. Para qualquer 
processo que envolva valores, a engenharia de avaliação estará presente. 
Assim, na administração de empresas, no modelo de Gestão de valor, na área 
contábil, com atualizações dos ativos da empresa, na área jurídica como 
ferramenta para auxiliar juízes na definição sentenças. Em todas as áreas a 
participação do engenheiro avaliador é, cada dia, mais presente e importante. 
A engenharia é uma área em que os conhecimentos científicos e 
empíricos são aplicados para a criação de estruturas específicas, de 
dispositivos e de processos e que são utilizados para transformar recursos 
naturais em formas adequadas ao atendimento das necessidades humanas 
(www.pellisistemas.com.br, 2004). 
O profissional de Engenharia de Avaliação por determinar 
tecnicamente valores, o conhecimento é certamente uma necessidade. Por 
isso o profissional deve ser graduado em Engenharia. É necessário 
especialização em cursos específicos a fim de torna-se preparado para as 
soluções e uma análise das variáveis bem fundamentadas 
(www.pellisistemas.com.br, 2004). 
O conjunto (profissional + Engenharia de Avaliação) deve estar bem 
capacitado e preparado, pois os laudos emitidos pela Engenharia de Avaliação 
tem força de lei e é o processo mais eficiente para determinar a real situação 
de diversos setores da economia brasileira. (www.pellisistemas.com.br, 2004). 
O profissional deve seguir uma metodologia e estar embasado nas 
leis e regulamentações para validar os processos de avaliação a fim de 
alcançar a desejada credibilidade. O conhecimento cientifico é fundamental. A 
Engenharia de Avaliação obriga sempre o profissional ter uma noção exata de 
sua condição de analista, pois não é ele que fixa os valores, mas apenas os 
interpreta. (www.pellisistemas.com.br, 2004). 
A existência de qualquer processo envolvendo valores em qualquer 
empresa, necessita da participação da engenharia de avaliações. Toda 
negociação ou garantias envolvendo valores, tornar obrigatória e necessária a 
participação do engenheiro avaliador. Com uma abrangência tão grande, as 
atividades da engenharia de avaliação tornam-se cada dia mais importante e 
adquire maior status. Surge então uma nova especialidade: a engenharia de 
avaliações. 
 A engenharia é uma área em que os conhecimentos científicos e 
empíricos são aplicados para a criação de estruturas específicas, de 
dispositivos e de processos e que são utilizados para transformar recursos 
naturais em formas adequadas ao atendimento das necessidades humanas 
(www.pellisistemas.com.br, 2004). 
O profissional de Engenharia de Avaliação por determinar 
tecnicamente valores, o conhecimento é certamente uma necessidade. Por 
isso o profissional deve ser graduado em engenharia. É necessário 
especialização em cursos específicos a fim de torna-se preparado para as 
soluções e uma análise das variáveis bem fundamentadas 
(www.pellisistemas.com.br, 2004). 
O profissional deve seguir uma metodologia e estar embasado nas 
leis e regulamentações para validar os processos de avaliação a fim de 
alcançar a desejada credibilidade. O conhecimento cientifico é fundamental. A 
Engenharia de Avaliação obriga sempre o profissional ter uma noção exata de 
sua condição de analista, pois não é ele que fixa os valores, mas apenas os 
interpreta. Se o avaliador não se preocupar com conhecimentos empíricos 
(www.pellisistemas.com.br, 2004). 
 
REFERËNCIAS 
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Disponível em: 
<http://www.abnt.org.br>. Acesso em: ago. 2013. 
CHEDE, Engenheiro Gil Jose. Apostila de Engenharia de Avaliação I. Iniciação 
a Engenharia de Avaliações. [S.l.]: Banco de Desenvolvimento de Minas 
Gerais, 1979. 
CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DE MINAS 
GERAIS. Disponível em: <http://www.crea-mg.org.br>. Acesso em: ago. 2013. 
COPELAND, Tom; KOLLER, Tim; MURRIN, Jack. Avaliação de empresas 
Valuation: Calculando e gerenciando o valor das empresas. [S.l.]: Makron, 
[20--?]. 
FIKER, Engenheiro Jose. Avaliação de imóveis urbanos. [S.l.]: PINI Editora, 
[20--?]. 
INSTITUTO BRASILEIRO DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS DE ENGENHARIA 
DE MINAS GERAIS. Disponível em: http://www.ibape-mg.com.br. Acesso em: 
ago. de 2013. 
INSTITUTO BRASILEIRO DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS DE ENGENHARIA 
DE MINAS GERAIS. Manual de Engenharia de Avaliações e Pericias. Belo 
Horizonte: IBAPE; CREA-MG, 2004. 
JR BARROSO, A. Abelardo et al. Avaliações Patrimoniais e Pericias. [S.l.], 
[20--?]. 
NETO, Antônio Pelli. Engenharia de Avaliações: metodologias cientificas. 
(Apostila Modulo Básico).

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.