A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
32 pág.
Criação de Psitacídeos

Pré-visualização | Página 1 de 1

PSITACÍDEOS
Projeto - Instauração de Cultura Zootécnica
Histórico/Perfil do Produtor
20 anos no mercado de criação - cavalos da raça Quarto de Milha para esporte equestre;
Possui uma propriedade em Porto Feliz – SP (Villa San Jose);
Área disponível e possibilidade financeira para a instauração de uma cultura zootécnica;
Interesse prévio em investir na criação de Psitacídeos. 
Objetivo
Criação de psitacídeos para comercialização como animais de companhia.
Justificativa
No Brasil, os pássaros são o terceiro item do mercado de pets;
Mas em países europeus, como a Bélgica, o mercado de aves já se encontra muito mais desenvolvido grande potencial de crescimento deste setor no Brasil;
Forte demanda do mercado consumidor; 
As aves brasileiras silvestres representam uma fatia de mercado muito rentável;
É um mercado um pouco menor em quantidade, mas em poder de consumo ele é muitas vezes maior do que o das aves domésticas;
O Brasil oferece um cenário propício à criação, reprodução e comércio de aves;
Inovar pode ser a estratégia certa para ampliar o faturamento;
Ganha cada vez mais força nos veículos de mídia;
Com mais comunicação e acesso do público à informação o crescimento é consequência certa aumenta-se o interesse pelas aves.
Revisão de Literatura
MERCADO
O setor movimenta em torno de R$ 1,7 bilhão por ano no país e gera cerca de 120 mil empregos diretos mesmo com a forte atuação de contrabandistas; (Fonte: COBRAP)
Mesmo tendo um volume de vendas menor que as aves domésticas, as aves brasileiras têm um valor de mercado mais elevado e por isso torna esse segmento bem atrativo aos comerciantes;
A forte demanda do mercado consumidor não é acompanhada pela oferta de filhotes, que, além de restrita, varia de acordo com a capacidade de reprodução de cada uma das espécies.
CARACTERÍSTICAS GERAIS
Existem cerca de 360 espécies e possuem o bico encurvado;
Uma ave pode ser um excelente animal de estimação e companhia;
Os psitacídeos são algumas das aves mais inteligentes e que possuem o cérebro mais desenvolvido;
Algumas espécies são capazes de imitar com grande exatidão todos os tipos de sons, incluindo palavras e frases do nosso vocabulário;
Podem ser treinadas para acompanhar-nos;
Quando criadas à mão, facilmente se tornam mansas e excelentes animais de estimação para toda a família;
Longo período de vida (espécies de grande porte atingem de 60 a 80 anos);
Possuem distribuição geográfica vasta, ocupando as regiões quentes e temperadas de todos os continentes.
Desenvolvimento
LOCAL
Propriedade já existente no município de Porto Feliz, interior de SP;
Clima da região envolve períodos frios e secos e períodos quentes e úmidos;
Estas espécies de aves se distribuem em regiões tropicais, subtropicais e frias do planeta, pois possuem uma boa capacidade de adaptação;
ESPÉCIES ESCOLHIDAS
Arara Canindé (Ara ararauna)
Arara Piranga (Ara macao)
Papagaio Verdadeiro (Amazona aestiva)
Estas aves representam a maior procura pelo mercado consumidor de psitacídeos como animais de companhia e possuem elevado valor agregado.
TIPO DE CULTIVO
Monocultivo de uma espécie diferente por viveiro.
CICLO DE PRODUÇÃO
Criação do ciclo completo dos animais (todas as fases de desenvolvimento);
A comercialização só é permitida a partir do controle da procedência do animal e da “microchipagem” dos indivíduos, tornando inviável a venda de ovos.
SISTEMA DE PRODUÇÃO
Sistema intensivo de produção;
Envolvendo instalações, tecnologias e equipe técnica de excelente qualidade.
Setorização
Viveiros com área de segurança, distribuídos em função da espécie, idade, fase de desenvolvimento e necessidades especiais de cada indivíduo;
Conta-se ainda com acompanhamento de profissionais especializados e assistência veterinária constante. 
OBTENÇÃO DAS MATRIZES
Fonte principal: compra de casais formados de outros criatórios;
Fonte alternativa: as aves podem ser adquiridas através de doações, permuta com zoológicos e outros criadouros registrados ou pelos CETAS;
Seja qual for a origem, é importante que apresentem a documentação necessária (licença de transporte IBAMA, nota fiscal, GTA) para dar entrada no plantel.
1. SETOR DE QUARENTENÁRIO
Ambiente isolado, com o objetivo de oferecer serviço de controle sanitário e de saúde dos animais trazidos de outras localidades;
Aves recém chegadas deverão ser mantidas em observação no setor por um período de 20 a 40 dias;
Também auxilia na adaptação gradativa dos animais ao novo ambiente, alimentação e ao manejo da propriedade.
2. SETOR DE PAREAMENTO
Local onde são alojados os animais jovens; 
Objetivo: formação de casais espontâneos;
Casais compatíveis demonstram interesse mútuo, ficam próximos no poleiro, tocam os bicos e oferecem comida um ao outro; 
Casais incompatíveis podem ser identificados pela ocorrência de agressão ou pela manifestação de indiferença.
3. SETOR DE REPRODUÇÃO
As aves só se reproduzirão se o manejo atender as suas necessidades etológicas básicas importância do BEM ESTAR ANIMAL;
Ninhos e poleiros altos, acima de 2 metros, ajudam a transmitir segurança ao par;
A interferência de barulhos estranhos, pessoas ou mesmo animais dominantes da mesma espécie em contato visual, inibem o par a copular ou fazer a postura;
As araras do gênero Ara e os papagaios do gênero Amazona atingem a maturidade sexual em média aos 5 anos de idade;
Geralmente realizam posturas de mais de dois ovos; 
Fertilidade em geral superior a 70%.
4. SETOR INCUBATÓRIO
Utilização de incubadoras artificiais;
Vantagens: aumento no número de ovos por casais e maior número de filhotes;
Há a necessidade de equipe treinada para o correto manejo;
Arara Canindé: tempo de incubação varia entre 24 e 28 dias;
Arara Piranga: tempo de incubação varia entre 24 e 28 dias;
Papagaio Verdadeiro: tempo de incubação varia entre 24 e 29 dias;
Padrão: 37,5°C com umidade de 50%.
5. SETOR NASCEDOURO
Os ovos, 48 horas antes da eclosão, devem ser transportados para o nascedouro mantendo a mesma temperatura da incubação e aumentando a umidade para 70%;
O filhote é o produto primário de uma criação comercial;
Deve-se ter sempre o registro individual de cada filhote;
Após o nascimento, os filhotes ficam em torno de 12 horas no nascedouro.
6. SETOR DE CRESCIMENTO
Os filhotes são alimentados manualmente;
Desenvolvimento monitorado por uma equipe treinada desde o nascimento;
Pesagens diárias;
Garantia de uma excelente convivência e interação com o homem, promovendo uma domesticação dos indivíduos, que se tornam mais dóceis e mansos.
7. SETOR DE VISITAÇÃO/VENDA
Comercialização
Focada na comercialização dos animais em fase adulta;
Destinados para lojas autorizadas, como petshops;
Venda direta para o comprador por meio de visita física ou pedidos/reserva de animais por um website do criatório.
Equipe Técnica Responsável
Gabriela Matos - 20892159
Jéssica Fedato - 20578995
Juliana Primazzi - 20620676
Luana Thomazini - 20899268
Maria Fernanda Pimazzoni - 20892898