ANTROPOLOGIA DA EDUCAÇÃO
6 pág.

ANTROPOLOGIA DA EDUCAÇÃO


DisciplinaAspectos Antropológicos e Sociológicos da Educação4.527 materiais36.557 seguidores
Pré-visualização2 páginas
ANTROPOLOGIA DA EDUCAÇÃO 
Abaixo estão as questões e as alternativas que você selecionou: 
Parte superior do formulário
QUESTÃO 1
A contemporaneidade é marcada por muitas e intensas transformações, configurando o que se convencionou chamar de pós-modernidade. 
Assinale as alternativas que apresentam características do chamado pós-modernismo.
I. Vivemos hoje a chamada sociedade da informação e do conhecimento, caracterizada pelo avanço tecnológico.
II. Temos acesso a um volume gigantesco de informações, que circulam em uma velocidade incrível. Nada mais é duradouro como era antes. 
III. A moral que marca nosso tempo tem um caráter humanista, isto é, há uma tendência de que os indivíduos acatem valores morais que atendam aos interesses da coletividade, ainda que isso signifique perder privilégios ou prazer, deixando de lado a satisfação de seus desejos pessoais.
IV. A busca pelo prazer é uma constante e uma das formas de dar conta disso é o consumismo, entendido como o consumo exacerbado, "criando" necessidades que geram um padrão no qual o descarte é regra.
V. As novas tecnologias da comunicação e da informação mudam a maneira como os indivíduos se relacionam entre si e consigo mesmos, especialmente através das redes sociais.
a ) 
I, III, IV, V.
b ) 
I, II, III, V.
c ) 
I, II, IV, V.
d ) 
I, II, III, IV.
e ) 
II, III, IV, V.
Ver justificativa da resposta
QUESTÃO 2
O etnocentrismo está na base da maioria dos casos de preconceito, discriminação e exclusão, sendo, muitas vezes, o resultado da ignorância e da intolerância em relação ao medo que o novo e o desconhecido podem gerar. 
Como o etnocentrismo se relaciona com o relativismo cultural?
a ) 
Quando se fala do etnocentrismo e sua relação com o relativismo cultural, temos a oportunidade de rever nossos valores, nossos conceitos e nossa visão de mundo, combatemos o preconceito e a discriminação. O relativismo cultural é conceito que se contrapõe ao etnocentrismo, sendo a base para o combate a visões etnocêntricas.
b ) 
O relativismo, assim como o etnocentrismo, facilita a ampliação do conhecimento sobre o outro, mas também pode construir abordagens excludentes sempre que um indivíduo ou grupo entenda que só pode se afirmar se negar o outro.
c ) 
O relativismo é irracional, frágil em termos de argumentação e inconsciente; no entanto, ao adotarmos uma atitude etnocêntrica, assumimos a postura de respeito ao outro.
d ) 
O relativismo é uma visão de mundo produzida quando adotamos nossos valores, princípios e modelos culturais como referência para olhar o "outro" e sua cultura, sem buscar captar a lógica daquela cultura, enquanto o etnocentrismo é a capacidade de captar a lógica da cultura do outro.
e ) 
Trata-se do modo de pensar a diferença: enquanto pelo etnocentrismo percebemos a cultura a partir de sua própria lógica, adotando assim uma atitude antropológica, pelo relativismo reforça os preconceitos.
Ver justificativa da resposta
QUESTÃO 3
A antropologia possibilita múltiplos olhares sobre a educação, as relações étnico-raciais e a formação docente. 
Sobre isso, assinale as afirmativas corretas.
I. A compreensão das relações étnico-raciais na escola depende de uma discussão, reflexão e análise feita com parte da comunidade acadêmica, uma vez que as famílias discutem esse tema cada uma à sua maneira, sem influência do que acontece nos espaços escolares.
II. O reconhecimento da diversidade étnico-racial na escola brasileira, em todos os níveis, se bem problematizada (e aí a antropologia da educação contribui de maneira incontestável), pode redefinir a temática no contexto escolar e incentivar os professores a reverem suas eventuais posturas etnocêntricas diante de seus alunos. 
III. A formação docente inicial, hoje, é suficiente para os professores adquirirem conhecimentos teóricos e práticos, além de oportunizar a eles o desenvolvimento e aprimoramento de habilidades e competências estratégicas.
IV. O combate ao preconceito e à discriminação por questões étnico-raciais é visto, hoje, quase como uma obrigação do sistema escolar e, dessa forma, caberia ao professor a tarefa de criar ambientes favoráveis para tornar as relações sociais mais equitativas e justas e menos hierárquicas e conflitivas nas suas salas de aula. 
a ) 
II e III.
b ) 
II e IV.
c ) 
I e III.
d ) 
I e IV.
e ) 
III e IV.
Ver justificativa da resposta
QUESTÃO 4
Vivemos em um país marcado pela persistência do racismo. Mas não é mais possível silenciar sobre essa prática na vida de milhões de indivíduos, porque afeta todas as instâncias da vida social e, obviamente, também aparece na escola. Estereótipos diversos estão relacionados aos indivíduos negros, gerando humilhação e constrangimento a quem é vítima dessa situação.
Com base no que aprendeu, assinale a alternativa que apresenta alguma das consequências do racismo no Brasil. 
a ) 
Xenofobia e discriminação.
b ) 
Igualdade e preconceito.
c ) 
Inclusão e igualdade nas relações étnico-raciais.
d ) 
Preconceito e desigualdade socioeconômica.
e ) 
Exclusão e equidade.
Ver justificativa da resposta
QUESTÃO 5
A _____________________ se baseia sempre em uma troca de experiências entre indivíduos, uma troca igualitária. Fundamenta-se na ideia de que nos civilizamos cada vez mais quando nos dispomos a aprender com toda e qualquer pessoa. É tentar se colocar no lugar do outro e buscar compreender a lógica da sua cultura, mudando nosso comportamento em relação ao dele. 
Assinale a alternativa que apresenta o termo que completa a frase e a ideia.
a ) 
Educação
b ) 
Antropologia
c ) 
Atitude antropológica
d ) 
Alteridade
e ) 
Cultura
Ver justificativa da resposta
QUESTÃO 6
O multiculturalismo, uma das marcas da sociedade em tempos de globalização caracteriza-se: 
a ) 
por reconhecer passivamente as diferenças raciais, aceitando que não se pode lutar contra o preconceito e a discriminação.
b ) 
por que se confundem com as sociedades, permitindo caracterizar modos de vida baseados em condições materiais e simbólicas.
c ) 
por afirmar a necessidade do reconhecimento da diferença para adequar os sujeitos em suas funções sociais, o que gera menos preconceito.
d ) 
originalmente, pela coexistência de formas culturais ou de grupos caracterizados por culturas idênticas dentro da sociedade moderna. 
e ) 
por defender e lutar pela individualidade social, como forma de manter os direitos humanos.
Ver justificativa da resposta
QUESTÃO 7
O etnocentrismo está na raiz da intolerância e da criação de estereótipos que são construídos em relação ao diferente. A escola se constitui o espaço por excelência para se exercitar o relativismo cultural e combater atitudes etnocêntricas, exatamente porque 
a ) 
as questões relativas à alteridade podem estar presentes no cotidiano escolar, desde que a escola continue sendo um canal de transmissão da cultura dominante.
b ) 
é o lugar para tentarmos ver o mundo sob a visão etnocêntrica, classificando o mundo a partir da lógica da superioridade, considerando que é fora do espaço escolar que o combate ao preconceito deve acontecer.
c ) 
ela é o espaço no qual os valores e princípios consagrados pela cultura são reforçados, com o objetivo de manter as condições e a estrutura que marcam a sociedade na qual a diversidade é pouco valorizada.
d ) 
é o lugar para reforçarmos a classificação do mundo a partir da lógica da superioridade, com base nos ideais evolucionistas.
e ) 
ela é um microcosmo da sociedade. 
Ver justificativa da resposta
QUESTÃO 8
A antropologia aparece nos currículos dos cursos de formação docente antes mesmo de se tornar disciplina nas universidades. Diante disso, porque se critica, hoje, a presença nas instituições de formação superior de professores, inclusive nos cursos de licenciatura, de professores que não têm formação pedagógica?
a ) 
A crítica se deve ao fato de que, sem o conhecimento pedagógico e