Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
33 pág.
AULA 3 - CORNICUTURA

Pré-visualização | Página 1 de 3

Profº Kallil Kopp
CURSO TECNICO EM AGROECOLOGIA – ARAGUAIANA
DISCIPLINA: 03.1 MANEJO SUSTENTÁVEL DE ANIMAIS DE PEQUENO PORTE
COTURNICULTURA
3
A codorna existe desde a antiguidade na Europa como ave migratória.
A codorna, hoje criada em cativeiro, é o resultado de vários cruzamentos efetuados, no Japão e na China, a partir da sub-espécie selvagem Coturnix coturnix.
A codorna é um animal muito domesticado sua alimentação é a ração concentrada com trigo, farelo de milho, carne moída etc.
Alimenta-se sobretudo de sementes, folhas e insetos.
Sua reprodução ocorre nos meados de abril/maio. A fêmea bota cerca de 12 ovos cor creme com manchas castanhas, que são chocados durante 23/25 dias.
A coturnicultura tem apresentado um desenvolvimento bastante acentuado nos últimos tempos. 
Os principais fatores que contribuem para isso são: 
Excepcional sabor exótico de sua carne, responsável por iguarias finas e sofisticadas; 
baixo custo para implantar uma pequena criação, podendo se tornar uma fonte de renda complementar dos pequenos produtores rurais
rápido crescimento e atingimento da idade de postura,
elevada prolificidade e o pequeno consumo de ração.
Introdução
4
Na Coturnicultura os principais produtos são a carne de alta qualidade e os ovos cada vez mais apreciados.
Este tipo de criação apresenta algumas vantagens, tais como:
	• Rápido crescimento;
	• Precocidade sexual;
	• Alta postura;
	• Elevada rusticidade;
	• Baixo consumo alimentar.
A criação de codornas pode ser em dois níveis, que são:
• Criação Doméstica: É aquela feita em residências ou em apartamentos, não exige um rigor técnico acentuado, porém, são necessários alguns cuidados básicos, como por exemplo com os dejetos.
• Criação Comercial: É aquela feita em grande escala, onde o objetivo do criador será a comercialização do produto final.
5
Do lado técnico-econômico, torna-se ainda mais atrativa, ao verificar-se o seu rápido crescimento e atingimento da idade de postura, a sua elevada prolificidade e o seu pequeno consumo de ração, conforme os dados zootécnicos que se seguem:
• Peso do pinto ao nascer: 10 gramas
• Peso da ave adulta: fêmea 150 gramas - macho 120 gramas
• Início de postura: 45 dias
• Período de produção: 10 meses
• Percentagem de postura: até 80%
• Ovos por ave por ciclo produtivo: 250 a 300 ovos
• Peso médio do ovo: 10 a 12 gramas
• Período de incubação: 16 dias
• Idade para abate: 45 dias
• Peso médio de abate: 120 gramas
• Consumo de alimento até o abate: 500 gramas
• A criação racional de codornas segue regras básicas de manejo, alimentação,
sanidade e instalações
6
No momento da implantação da criação deve-se dar atenção a alguns fatores importantes,
que são a:
Localização: É de fundamental importância, já que se devem ser respeitadas as condições de conforto exigidas pelas aves;
Temperatura: A temperatura ideal deve estar entre 20 e 23ºC;
Luminosidade: Este fator é o responsável pela postura, no caso da criação comercial, recomenda-se 18 horas de luz entre natural e artificial;
Água: Responsável pelo metabolismo da ave, como também pela desinfecção das instalações. Ter uma água de boa qualidade é fundamental;
Circulação de ar: Ter um ar que possa ser renovável é muito importante, visto que, isto possibilitará a eliminação do excesso de umidade do ambiente, do calor e dos gases formados pelo metabolismo da ave.
7
.
8
A codorna europeia (Coturnix coturnix coturnix) é uma espécie selvagem.
Quanto à postura, as codornas europeias produzem menos que as japonesas, mas os seus ovos são bem maiores. 
Entretanto, por sua carne ser saborosa, a Coturnix coturnix coturnix é comercializada principalmente para corte, o que compensa a sua baixa produção de ovos (menos de 200 ovos/ano).
 outra vantagem das codornas europeias é quanto ao ganho de peso: entre 170 e 200 g até os 21 dias de vida (aproximadamente 25 vezes o peso de um dia de idade).
Codorna europeia (Coturnix coturnix coturnix)
9
A codorna americana (Colinus Virginianus), também conhecida como Bobwhite, habita os Estados Unidos e o México. 
Como a maioria das codornas a americana é bastante dócil e de fácil criação. 
Quanto à produção de ovos, grande especialidade da codorna americana, esta produz de 12 a 40 ovos, quando da época de reprodução (geralmente na Primavera). A incubação dos ovos ocorre de 23 a 24 dias.
Codorna americana (Colinus virginianus)
10
A codorna chinesa (Coturnix adansonii) habita parte do sudeste asiático e Austrália.
é uma espécie de faxineira, pois aproveita as sementes deixadas por outras aves e insetos invasores.
Coturnix adansonii apresenta dimorfismo sexual, o que facilita a diferenciação dos sexos, mesmo nos 25 dias de vida.
 A codorna chinesa apresenta cerca de 11 a 13 cm de tamanho, sendo bem pequenina.
Começam a sua postura aos 35 dias de vida, na época da Primavera, quando começam a reprodução.
 É uma ave de baixa postura. Geralmente, são produzidos de 6 a 10 ovos, com o período de incubação girando em torno de 16 dias.
Codorna chinesa (Coturnix adansonii)
11
A codorna japonesa (Coturnix Coturnix japonica) habita o Japão e parte do Sudeste Asiático. 
É uma ave ideal para iniciantes, pois é bastante dócil e de fácil criação.
Adapta-se bem tanto em regiões de climas frios como em regiões de climas quentes. Entretanto, a condição climática ideal para a sua criação gira em torno de 21 e 25° C.
Quando adulta, esta espécie pode pesar de 120 a 180 g e alcançar dos 15 aos 16 cm de tamanho.
A Coturnix japonica é excelente produtora de carne e de ovos. 
Aos 35 dias de vida, já começam a postura, que pode ocorrer durante todo o ano (de 200 a 300 ovos/ano). 
Alta precocidade. 
O período de incubação dos ovos vai de 17 a 18 dias.
Codorna japonesa (Coturnix Coturnix japonica)
12
As codornas japonesas atingem pesos sempre superiores a 100 gramas (115 a 180 gramas).
Apresentam desenvolvimento muito rápido, pois para atingirem o dobro do seu peso inicial levam apenas quatro dias, enquanto a galinha leva oito a nove dias. 
Aos oito dias, a codorna triplica o seu peso a aos 28 apresenta mais de dez vezes o seu peso inicial de 7, 5 a 90 gramas.
 O início da maturidade sexual, ou seja a produção de ovos ocorre quando atingem 40 a 42 dias de idade, caracterizando um ciclo reprodutivo curto,
Apresentando uma postura regular a de grande rusticidade. 
Os ovos são grandes em relação ao tamanho corporal, correspondendo a aproximadamente 8, 0% do seu peso corporal, enquanto que na galinha a na perua são de 3, 0 a 2, 0%, respectivamente.
13
Há dois tipos de codornas para criação:
• As de postura, que tem a principal função de reproduzir;
• As de abate, criadas especialmente para essa finalidade;
As codornas de postura podem ser criadas em espaços livres, adaptados corretamente, ou em gaiolas com o número máximo de 50 aves, considerando a proporção de um macho para três fêmeas. 
Seguindo-se essas recomendações, os animais chegam a pôr de 300 a 400 ovos por ano. 
Esses ovos podem ser aproveitados para o consumo humano, ou ir para o incubatório, local onde são chocados para o nascimento dos filhotes.
As fêmeas iniciam seu período de reprodução em 45 dias de vida, e são úteis até os 10meses de idade. 
Depois desse período elas são "descartadas", pois seu corpo não atinge 170g, peso ideal para o abate. 
Diferentemente do macho, a estrutura da fêmea foi comprometida pela energia que ela depositou na reprodução.
A codorna de abate segue os mesmos procedimentos de criação das codornas de postura, podendo ser criadas em piso ou em gaiolas. 
O tempo para dar início ao abate é de 45 dias, quando as aves já estão mais encorpadas. 
Um segredo para estimular o consumo de ração para as que estão em fase de desenvolvimento, é deixar a luz acesa à noite.
A ração deve ser fornecida às codornas durante 24h/dia. A média do consumo diário de ração por cabeça é de 25 a 30g.
.
14
Irão variar de acordo com
Página123