A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Abordagem Saúde Renovada no âmbito escolar - Educação Física Escolar

Pré-visualização | Página 2 de 2

todos os professores de Educação Física de uma determinada escola, deste
município, não possuíam conhecimentos sobre a abordagem Saúde Renovada.
Que muitos dos professores deste município compreendiam o termo saúde
como qualidade de vida, mas essa saúde/qualidade de vida para estes professores
não estava diretamente e unicamente relacionada à prática de atividades físicas.
Nessa pesquisa ficou evidenciado também que os professores tentam
implementar mudanças nos hábitos dos seus alunos, que eles querem e aprovam
tais mudanças nos hábitos de seus alunos, porém não sabem como aplicar estas
mudanças, usando o esporte como pano de fundo para tais mudanças.
Os professores têm a ideia, a vontade, porém não tem a técnica necessária
para tal, eles até usam alguns conceitos usados na abordagem Saúde Renovada,
mas as usam isoladamente e sem saber ao certo qual seria a fundamentação e a
finalidade de tal abordagem.
Tal desconhecimento por falta dos professores se deve em muito, como
verificado por Darido, Rodrigues e Sanches Neto (2007), pela falta de pesquisas e
discussões sobre o assunto. 
Essa falta de pesquisa se dá no âmbito da aplicação dessa abordagem no
campo escolar. Falta a metodologia, a aplicabilidade de tal metodologia, ficou claro
na pesquisa feita por Darido, Rodrigues e Sanches Neto (2007) que a principal
barreira para a aplicação dessa abordagem é a falta de estudos sobre essa
abordagem. 
Quando a ideia do que viria a ser essa abordagem se iniciou, início dos anos
1980, o campo científico e o campo pedagógico não se entendiam, o campo
biológico não desenvolvia sua pedagogicidade por faltas de investimentos e
reconhecimento; o campo pedagógico não aceitava essa nova abordagem por não
ter nenhum enfoque social, nenhuma abordagem mais humana ou social.
Tais divergências nos pontos de vista vem sendo derrubadas atualmente,
onde os pedagogos enxergam os conhecimentos produzidos pelos biologistas ao
longo do tempo, e que estes conhecimentos podem sim ajudar em uma educação de
maior qualidade e que envolvam os temas saúde e qualidade de vida. 
CONSIDERAÇÕES FINAIS
Concluímos então que a abordagem sobre Saúde Renovada traz, a
importância da saúde e bem-estar, através da informação e reconhecimento de
conteúdos. Também da importância de hábitos saudáveis, para o bem-estar do
indivíduo, e de alguma forma transmitir esse conhecimento para pessoas próximas,
e por consequência para a sua sociedade.
Os objetivos desta abordagem, vem com o intuito de mudar a visão que os
alunos têm da educação física, trazendo uma alternativa para a manutenção da
saúde e bem-estar, dentro da prática pedagógica escolar. Assim não sendo vista
como uma matéria de lazer e prática de esportes. 
A abordagem de uma forma didática tenta a obtenção de hábitos saudáveis
para com os alunos, sabendo os benefícios da prática física. 
Traz a importância de manter práticas saudáveis aliada com atividades
físicas. Muitas vezes a transmissão desse conteúdo já é o bastante para o aluno
passar esse conhecimento para seus familiares e amigos, informando os benefícios
de uma constante manutenção da saúde e prática da educação física. E também os
malefícios de não se manter práticas saudáveis. Mudando o conceito sobre a
educação física, sendo pensada como saúde mais ampla, não só na saúde do
indivíduo, mas influenciando a mudança de pessoas ao seu redor.
A proposta traz também a promoção de uma Educação Física com
reconhecimento como de grande importância para a valorização da saúde,
informando e promovendo os benefícios da prática de atividades físicas, e manter
uma boa saúde dentro e fora da sala de aula. A participação de todos, sem
exceções em jogos, brincadeiras e entre outras atividades para o cuidado da saúde
individual e do grupo.
Uma crítica sobre esta abordagem seria, por exemplo: Um funcionário de um
escritório, que inicia sua jornada às 7:00, com o término de sua jornada às 19:00 e
ao chegar em casa se deparando com atividades domiciliares e sociais, como seria
sua rotina de exercícios? Levando em conta estes obstáculos sociais e ambientais?
Por fim a didática deste tema com enfoque na conscientização sobre a
atividade física e bem-estar, no que lhe diz respeito, não se aplica a toda população,
sendo desprovido neste ponto, de fatores sociais e ambientais individuais.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
DARIDO, Suraya Cristina; RODRIGUES, Ana Cristina Bonfá; SANCHES NETO, 
Luiz. SAÚDE, EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR E A PRODUÇÃO DE 
CONHECIMENTOS NO BRASIL. In: XV CONGRESSO BRASILEIRO DE CIêNCIAS 
DO ESPORTE | II CONGRESSO INTERNACIONAL DE CIêNCIAS DO ESPORTE, 
15., 2007, Pernambuco. Anais... . Pernambuco: Cbce, 2007. p. 1 - 9.
MORE: Mecanismo online para referências, versão 2.0. Florianópolis: UFSC Rexlab, 
2013. Disponível em: ‹ http://www.more.ufsc.br/ › . Acesso em: 19 jun. 2019
MOTRIVIVÊNCIA. Florianópolis: UFSC, n. 38, jun. 2012.
NAHAS, Markus Vinicius et al. Educação para atividade física e saúde. Revista 
Brasileira de Atividade Física e Saúde, [s. L.], v. 1, n. 1, p.57-65, 1995.
ZANCHA, Daniel et al. Conhecimento dos professores de educação física escolar 
sobre a abordagem saúde renovada e a temática saúde. Revista da Faculdade de 
Educação Física da UNICAMP, Campinas, v. 11, p.204-217, 2013.