A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
30 pág.
Administração mercadológica

Pré-visualização | Página 1 de 10

Administração mercadológica
Depois de uma apreciação geral dos conteúdos e sua dinâmica, faça um pequeno comentário sobre a seguinte questão: Qual a pertinência dos PRINCÍPIOS E RECURSOS ORGANIZACIONAIS na minha formação?
OBS* Você pode falar do conteúdo geral ou focar em um dos tópicos. Por exemplo, falar sobre CULTURA ORGANIZACIONAL: Cultura Organizacional é um conjunto de códigos e normas que possibilitam a formação de grupos de indivíduos que se identificam como membros de uma mesma comunidade.
Os Recursos Organizacionais são os vários meios que as instituições possuem para atingirem seus objetivos. São os bens ou serviços utilizados nas atividades organizacionais. Cultura Organizacional são as normas, os valores, as atitudes e as crenças compartilhadas e aceitas pelos membros de uma organização, ou seja, é tudo aquilo que marca ou define os limites entre comportamentos corretos ou inadequados no trabalho, transmite um sentido de identidade a seus membros, cria um compromisso pessoal mais amplo que os interesses do indivíduo, incrementa a estabilidade do sistema social e mantém unida a organização, proporcionando as normas de como os empregados devem se comportar e se expressar. A Cultura Organizacional recebe influências da cultura regional, da cultura nacional e até de culturas internacionais. A Cultura Organizacional pode ser observada de duas formas: tendo uma Visão Funcionalista (focada em hierarquias, normas e regras, tudo dentro de uma estrutura formal) ou uma Visão Construtivista (foca na construção de algo melhor, onde há uma cultura, um poder e mudanças emergentes e contemporâneas, tendo uma estrutura mais informal). A cultura organizacional na empresa onde eu trabalho por exemplo é marcada por influências regionais em transformação, pois era uma fábrica de Taubaté, interior de São Paulo que foi comprada pelo grupo Soufflet da França. Nessa transformação organizacional os colaboradores são incentivados a falar inglês com aulas particulares na empresa, para se adaptar a nova demanda e e-mails, visitas e atendimento internacionais.
Banco do Brasil, Lavanderias, Escolas, Hospitais, enfim, estamos falando de empresas:
Escolha uma:
a. empresas comerciais
b. empresas agropecuárias
c. empresas extrativas
d. empresas de serviços 
e. empresas industriais
As redes de comunicação dentro de uma empresa podem ser:
Escolha uma:
a. comunicativa e similar
b. comunicativa e silenciosa
c. formal e informal 
d. formal e igual
e. formal e similar
Definição de empresa: Organização econômica, civil ou comercial, constituída para explorar um ramo de negócio e oferecer ao mercado bens e/ou serviços. Classificação de Empresas: Os principais tipos de empresa são: Empresas comerciais Empresas Industrial Empresas Prestadoras de Serviços Empresas Mistas TÓPICO 2 Definição de Cultura Organizacional: Conjunto de conceitos e hábitos, normas, crenças, rituais, valores e experiências que são responsáveis por dar uma descrição específica para um determinado grupo.
Níveis de Cultura Organizacional: Transcultural Organizacional Grupal ou SubGrupal Individual
Elementos da cultura Organizacional: Valores Crenças e Pressupostos Normas Ritos, rituais e cerimônias Estórias e mitos Tabus Heróis Comunicação Relativismo Cultural: Estilos de cultura Organizacional Cultura de Clube Cultura de Função
Cultura de Tarefa Cultura Existencial Clima Organizacional: “Clima Organizacional é a qualidade ou propriedade do ambiente organizacional, que é percebida ou experimentada pelos membros da organização e influencia o seu comportamento”. Estratégias para lidar com Mudanças: • Educação e a Comunicação • Participação e Envolvimento • Facilitação e Suporte • Negociação e Acordo • Manipulação e Cooperação • Coerção explícita ou implícita
Etapas da Gestão de Mudança: • Contratação de um líder com o perfil adequado a este tipo de processo. O ideal é contratar uma pessoa que ainda não faça parte do grupo, um novo funcionário; • Definição de objetivos estratégicos, após negociação com os acionistas; • Envolvimento da organização nos objetivos, devendo o gestor promover a sua descentralização; • Definição da nova missão da empresa; • Envolvimento de toda a organização nesta nova missão; • Constituir uma equipe ou departamentos para gerenciar esta mudança; • Contratação de quadros (pessoas) necessários ao processo de mudança; • Dispensa de quadros (pessoas) não envolvidos no processo, podendo remanejá-las e não somente dispensá-las; • Atribuição de poderes a um reduzido número de pessoas; • Não deverão ser delegadas autoridades; • Promover rápidas melhorias do desempenho, pois estas motivam as equipes e dão credibilidade ao projeto de mudança; • Apesar da importância do líder, a organização terá que criar condições, para não depender excessivamente deste gestor.
TÓPICO 3 PODER: é um termo que se originou a partir do latim possum, que significa “ser capaz de”, e é uma palavra que pode ser aplicada em diversas definições e áreas. MISSÃO é tida como o detalhamento da razão de ser da empresa, ou seja, é o porquê da empresa. VISÃO é algo responsável por nortear a organização. É um acumulado de convicções que direcionam sua trajetória. Os VALORES incidem nas convicções que fundamentam as escolhas por um modo de conduta tanto de um indivíduo quanto em uma organização.
A departamentalização é um meio para se obter homogeneidade de tarefas em cada órgão.
Assinale a alternativa que não corresponde aos principais tipos de departamentalização:
Escolha uma:
a. projetos
b. produtos e serviços
c. clientes
d. localização federal 
e. funções
O  tamanho do retângulo é diretamente proporcional à importância da Autoridade que o representa. A descrição é relacionada a que tipo de ORGANOGRAMA:
Escolha uma:
a. em barras 
b. em setores
c. radial
d. informativo
e. vertical ou retangular
TÓPICO 1 Estrutura Organizacional: é o instrumento administrativo resultante da identificação, análise, ordenação e agrupamento das atividades e dos recursos das empresas, incluindo o estabelecimento dos níveis de alçada e dos processos decisórios, visando ao alcance dos objetivos estabelecidos pelos planejamentos das empresas. TÓPICO 2 Organizações Formais: é constituída pela estrutura organizacional composta de órgãos, cargos, relações funcionais, níveis hierárquicos etc. Organizações Informais: o conjunto de interações e relacionamentos que se estabelecem entre as pessoas Estrutura Hierárquica: é representada pelos diferentes níveis de comando encontrados dentro de uma organização. Departamentalização: é o agrupamento, de acordo com um critério específico de homogeneidade, das atividades e correspondente recursos (humanos, financeiros, materiais e equipamentos) em unidades organizacionais.
TÓPICO 3 Centralização: a maioria das decisões são tomadas pelas chefias posicionadas nos seus níveis hierárquicos superiores, ocorrendo uma redução dos centros decisórios. Descentralização: existe quando a maioria das decisões se processa nos níveis hierárquicos inferiores, ou seja, a descentralização coloca os centros decisórios o mais próximo possível dos órgãos de execução.
O ciclo PDCA é uma metodologia que tem como função básica o auxílio no diagnóstico, análise e prognóstico de problemas organizacionais, sendo extremamente útil para a solução de problemas. A tabela abaixo demonstra suas fases e atividades dentro de um exemplo baseado no material de aula:
	Coluna A
	Fases
	Coluna B
	Atividades
	A
	PLAN (Planejamento)
	I
	Estabelecer metas e indicadores
	B
	DO (Execução)
	II
	Reciclar treinamentos 
	C
	CHECK (Verificação)
	III
	Entrar em ação / criar procedimentos
	D
	ACTION (Ação)
	IV
	Usar indicadores / Avaliar as dúvidas
A correta correlação entre as colunas esta descrita em
Escolha uma:
a. A - II; B - IV; C - III; D - I
b. A - III; B - IV; C - II; D - I.   
c. A - IV; B - I; C - II; D - III
d. A - III; B - II; C - I; D - IV
e. A - I; B - III; C - IV; D - II 
Ana Maria foi a uma loja e encontrou