A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
AVALIAÇÃO I FLEX - PROCESSO DE EXPORTAÇÃO E IMPORTAÇÃO UNIASSELVI

Pré-visualização | Página 1 de 3

Disciplina:
	Processos de Exportação e Importação (CME12)
	Avaliação:
	Avaliação I - Individual FLEX ( Cod.:455370) ( peso.:1,50)
	Prova:
	12099430
	Nota da Prova:
	7,00
	
	
Legenda:  Resposta Certa   Sua Resposta Errada  
Parte superior do formulário
	1.
	Durante vários anos, o Brasil, por meio da Câmara de Comércio Exterior (CAMEX), fez gestão ante a Organização Mundial do Comércio (OMC) procurando impedir o antidumping que os Estados Unidos vinha impondo às importações de suco de laranja vindas do Brasil, segundo o jornal Estadão de São Paulo do dia 21 dezembro 2010:
"O Brasil conseguiu ontem a condenação na Organização Mundial do Comércio (OMC) das barreiras ao suco de laranja nacional impostas pelos Estados Unidos. A entidade máxima do comércio em Genebra julgou ilegais as medidas protecionistas americanas e ordenou que sejam retiradas".
Sobre o exposto, analise as seguintes sentenças:
I- A CAMEX representa e defende os interesses dos exportadores e importadores em função das necessidades de Comércio Exterior do Brasil, por isso ela é vinculante ao governo e os empresários, exemplo disso foram as gestões entre a CAMEX e a OMC perante a disputa comercial do suco de laranja brasileiro.
II- A intervenção do OMC na disputa do suco de laranja entre o Brasil e os Estados Unidos foi de grande ajuda para que, finalmente, a finais do ano 2010 o Brasil, por meio da CAMEX, tenha conseguido finalizar o antidumping imposto pelos Estados Unidos às importações do produto brasileiro.
III- O antidumping imposto pelos Estados Unidos, em vigência até finais do ano 2010, ao suco de laranja representa uma barreira sanitária às exportações do Brasil, pois ao ser um produto de consumo humano envolve riscos alimentares.
IV- O antidumping imposto pelos Estados Unidos representou uma barreira tarifária que procurava proteger aos produtores de suco norte-americanos em função de uma suposta prática do Brasil de exportar suco de laranja abaixo do preço do produto no mercado brasileiro.
Assinale a alternativa CORRETA:
FONTE: https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,omc-condena-eua-por-barreira-a-suco-de-laranja-do-brasil-imp-,656228. Acesso em: 19 mar. 2019.
	 a)
	As sentenças II e IV estão corretas.
	 b)
	As sentenças III e IV estão corretas.
	 c)
	As sentenças I e III estão corretas.
	 d)
	As sentenças I e II estão corretas.
	2.
	O comércio internacional dificilmente poderia acontecer sem a ativa presença das empresas nessa dinâmica de troca comercial constante. As empresas em função de suas necessidades de vendas ou de abastecimento podem virar exportadoras e/ou importadoras. No entanto, nessa dinâmica é necessária a presença dos órgãos do governo e das estratégias governamentais para incentivar o comércio exterior das empresas. Sobre as estratégias que servem para incentivar e proteger o comércio exterior do país, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	O governo consegue apoiar as empresas que desejam vender para outros países facilitando o acesso a recursos monetários subsidiados pelo Estado, o que estimula a competitividade da produção nacional e assim melhorar o volume real importado pelo país.
	 b)
	Para formalizar a atividade comercial internacional das empresas, seja para exportar ou importar, o governo oferece vários serviços entre eles o apoio de funcionários governamentais especializados nos processos de internacionalização ou nacionalização da mercadoria, os conhecidos despachantes aduaneiros.
	 c)
	Os órgãos do governo possuem uma série de ferramentas que visam executar normas e regulamentos administrativos que ajudam ao financiamento das exportações e/ou das importações em função das reais necessidades da economia brasileira.
	 d)
	Por meio de políticas econômicas focadas ao comércio exterior, o governo utiliza medidas administrativas que conseguem desonerar as mercadorias a serem exportadas, ou medidas administrativas que conseguem focar na necessidade de diferenciar importações necessárias à economia nacional.
	3.
	Para quem exportar? Isso dependerá de muitos fatores, mesmo dentro de uma mesma indústria. Veja o exemplo dos relógios de pulso, neste mercado há vários nichos de mercado, entre eles os relógios clássicos de alta precisão e de alto design da Suíça. Entretanto, existe o mercado de relógios de bambu desenvolvidos pela indústria brasileira. Levando em consideração esses dois tipos de nichos de mercado, sobre os elementos do potencial de venda internacional e para quem exportar, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) No caso dos relógios clássicos, a vantagem competitiva será simplicidade, excelente precisão durabilidade e alto design com preços que sejam competitivos dentro de seu segmento.
(    ) No caso dos relógios de bambu, será a capacidade de ofertar um produto que possua um design moderno, mas alternativo.
(    ) Produto premium e único: esse relógio é exclusivo de linhas simples de alto design, de altíssima qualidade e precisão, mercado-alvo classe média alta das grandes regiões urbanas de diversos países. 
(    ) Produtos inovadores com foco na sustentabilidade com características diferenciadas, focados na penetração e dissuasão dos mercados onde se deseja atingir. Mercado-alvo: classe média que demanda tecnologia e sustentabilidade dentro das grandes regiões urbanas.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
FONTE DA IMAGEM: https://br.gearbest.com/rel%C3%B3gios-de-bambu-_gear/. Acesso em: 10 fev. 2019.
	
	 a)
	F - F - V - V.
	 b)
	V - V - V - V.
	 c)
	V - V - F - F.
	 d)
	F - F - F - F.
	4.
	Os países importam diversas mercadorias, desde matéria-prima até peças de equipamento para suas indústrias locais, mas como os países tomam a decisão do "o que importar"? Essa pergunta depende de vários fatores, mas se observarmos, na média, um país possui apenas 50 dos mais de 300 minerais essenciais à fabricação das mercadorias consumidas hoje no mundo, ou seja, precisa importar. Um país, apesar de ser extremadamente competitivo e produzir uma série de mercadorias tanto para seu mercado interno como externo, precisa, ainda, assim, da importação de diversas matérias-primas e insumos que possuem esses minerais essenciais. Neste sentido, pode-se observar o caso do Japão, esse país quase não tem recursos naturais para produzir em grande escala tudo o que ele consegue fabricar e exportar, e é há várias décadas um dos maiores exportadores de bens e serviços do mundo. Nessa lógica, esse país é extremadamente dependente da importação tanto para seu consumo interno como para seus grandes volumes de bens exportados. Sobre a dinâmica de importação em função de uma série de fatores, avalie as asserções a seguir:
I- Se um país não possui grandes reservas de algum ou da maioria desses 300 minerais essenciais à fabricação de bens, esse país dependerá da importação de matérias-primas.
PORQUE
II- Se um país não possui vantagens competitivas na produção de algumas mercadorias, é melhor importar esses bens de que serem produzidos no país.
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I.
	 b)
	As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I.
	 c)
	A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
	 d)
	A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.
	5.
	Todo país deseja manter sua balança comercial positiva, isto é, conseguir exportar mais do que importar. No entanto, manter um saldo positivo na balança comercial depende grande parte da capacidade produtiva e do nível de desenvolvimento da economia. Sobre o "que" exportar e para "quem", analise as sentenças a seguir:
I- Conseguir exportar mais do que se importa depende da capacidade de ter acesso aos recursos monetários internacionais.
II- A competitividade depende da produtividade

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.