Análise de Tecidos I
23 pág.

Análise de Tecidos I


DisciplinaEmbriologia Humana244 materiais3.027 seguidores
Pré-visualização5 páginas
Mogi das Cruzes, SP 
2018 
 
UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES 
ALESSANDRA MARIA DA SILVA SANTOS 
BIANCA DE OLIVEIRA GARCIA 
JACQUELINE DE OLIVEIRA MOREIRA 
 
 
 
 
 
ANÁLISE HISTOLÓGICA DE TECIDOS
 
Mogi das Cruzes, SP 
2018 
 
UNIVERSIDADE DE MOGI DAS CRUZES 
ALESSANDRA MARIA DA SILVA SANTOS 
BIANCA DE OLIVEIRA GARCIA 
JACQUELINE DE OLIVEIRA MOREIRA 
 
 
 
 
 
ANÁLISE HISTOLÓGICA DE TECIDOS 
 
 
 
 
 
 
Professor Orientador: Dra. Vivian Schimidt 
 
 
 
Relatório sobre análise histológica dos tecidos do 
aparelho reprodutor feminino, masculino e o 
desenvolvimento embrionário inicial, apresentada ao 
curso de Ciências Biológicas 
(Licenciatura/Bacharelado) da Universidade de Mogi 
das Cruzes como parte de avaliação para obtenção de 
nota na disciplina de Biologia do Desenvolvimento. 
 
 
 
RESUMO 
Histologia é o estudo dos tecidos do corpo e de como estes tecidos se organizam para 
constituir órgãos. Os tecidos são grupos organizados de células que realizam funções 
específicas no organismo. Há quatro tipos fundamentais tecido epitelial, tecido conjuntivo, 
tecido muscular e tecido nervoso. Cada um deles apresenta organização e suas determinadas 
funções. A partir das lâminas histológicas disponibilizadas no laboratório, podemos observar 
a variedade de estruturas e tecidos. Os professores e responsáveis pelo laboratório focalizaram 
e fizeram o preparo de todas as lâminas histológicas proposta nas aulas. 
Palavras chaves: Histologia, lâminas histológicas, tecidos do corpo, órgãos e células 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
5 
 
SUMÁRIO 
1. INTRODUÇÃO ................................................................................................ 4 
1.1 APARELHO REPRODUTOR MASCULINO .......................................................... 4 
1.2 APARELHO REPRODUTOR FEMININO .............................................................. 5 
1.3 DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO ............................................................... 6 
2. OBJETIVOS .................................................................................................... 10 
2.1 OBJETIVO GERAL ........................................................................................... 10 
2.2 OBJETIVO ESPECÍFICO ................................................................................... 10 
3. MATERIAIS E MÉTODOS ........................................................................... 11 
3.1 MATERIAIS ..................................................................................................... 11 
3.2 MÉTODO ......................................................................................................... 11 
4. RESULTADO E DISCUSSÃO ...................................................................... 12 
4.1 APARELHO REPRODUTOR MASCULINO ........................................................ 12 
4.1.1 Testículo ........................................................................................................ 12 
4.1.2 Epidídimo ....................................................................................................... 13 
4.1.3 Espermatozoide ............................................................................................... 14 
4.2 APARELHO REPRODUTOR FEMININO ............................................................ 15 
4.2.1 Ovário ............................................................................................................ 15 
4.2.2 Útero ............................................................................................................. 16 
4.2.3 Vagina ........................................................................................................... 17 
4.2.4 Tuba Uterina ................................................................................................... 18 
4.3 DESENVOLVIMENTO EMBRIONÁRIO ............................................................. 19 
5. CONCLUSÃO ................................................................................................ 21 
REFERÊNCIAS .................................................................................................. 22 
4 
 
1. INTRODUÇÃO 
1.1 APARELHO REPRODUTOR MASCULINO 
O sistema reprodutor masculino consiste em testículos, uma série de estruturas 
tubulares, ductos excretores genitais e um sistema de ductos condutores localizados fora do 
testículo que inclui os ductos do epidídimo e o ducto deferente. As glândulas acessórias 
também fazem parte do sistema sendo elas: a próstata, vesículas seminais e glândulas 
bulbouretrais. A suas funções principais são a espermatogênese que é a produção de 
espermatozoides que são os gametas masculinos e a esteroidogênese que é a síntese de 
andrógenos, também conhecidos como hormônios sexuais. (ROSS, PAWLINA, BARNASH, 
2015) 
Testículos são gônadas masculinas compostas por emaranhados de tubos denominados 
ductos seminíferos. Esses ductos são formados por células de sertoli e epitélio germinativos. 
As células intersticiais produzem os hormônios, desses hormônios podemos destacar a 
testosterona que é autor da elaboração dos órgãos genitais e caracteres sexuais secundários 
que são: estimulantes do folículo piloso para crescimento de barba masculina e pelo pubiano, 
deixam a voz mais grave, aumento de massa muscular na puberdade entre outros. (ROSS, 
PAWLINA, 2015) 
Epidídimo são dois túbulos enovelados, onde os espermatozoides são armazenados 
constituídos por ducto eferente que compõe a cabeça do epidídimo e ducto do epidídimo que 
compõe o corpo e a cauda dele. (GARTNER, HIATT, 2014) 
Nas glândulas acessórias podemos encontrar: vesículas seminais que são dois tubos 
contorcidos que liberarão um liquido liberado pelo ducto ejaculatório, que se unem com o 
espermatozoide, mas o liquido prostático, nela está contida uma vasta variedade de nutrientes 
para o espermatozoide. Logo após temos a próstata que são formadas por um conjunto de 
glândulas tubo alveolares ramificadas nele que os espermatozoides são ativados. Por fim 
temos as glândulas bulbouretrais que consistem na secreção de um liquido transparente que 
limpa a uretra para a passagem do espermatozoide. (JUNQUEIRA, CARNEIRO, 2017) 
O pênis é o principal órgão desse aparelho sexual, tendo como componentes a uretra e 
três corpos cilíndricos de tecido erétil, sendo dois desses considerados os corpos cavernosos 
do pênis que estão localizados na parte dorsal do pênis, o terceiro denominado corpo 
esponjoso localizado centralmente e envolve a uretra. Glândulas secretoras de muco são 
encontradas ao longo da uretra peniana. (GARTNER, HIATT, 2014) 
5 
 
1.2 APARELHO REPRODUTOR FEMININO 
O aparelho reprodutor feminino é o responsável pela reprodução humana, ele cumpre 
diversas funções importantes como: produção de gametas femininos (ovócito), manter o 
ovócito fertilizado durante seu desenvolvimento completo ao longo das fases embrionárias e 
fetal até o nascimento, produção de hormônios sexuais que controlam órgãos do aparelho 
reprodutor e têm influência sobre outros órgão do corpo, local apropriado para que ocorra a 
fecundação, permitir a implantação do embrião e fornecer condições para o desenvolvimento 
do mesmo. (JUNQUEIRA & CARNEIRO 2008) 
A partir da menarca, época em que ocorre a primeira menstruação, o sistema reprodutor 
sobre modificações em sua estrutura e fisiologia que são controladas por mecanismos neuro-
humorais. Já a menopausa é o período variável durante o qual essas modificações se tornam 
irregulares até cessarem. No período de pós-menopausa há uma lenta involução do sistema 
reprodutor.