QUESTÃO INDIGENA NO BRASIL - UMA PERSPECTIVA HISTÓRICA - APOL 2 NOTA 80
4 pág.

QUESTÃO INDIGENA NO BRASIL - UMA PERSPECTIVA HISTÓRICA - APOL 2 NOTA 80


DisciplinaQuestão Indigena no Brasil206 materiais188 seguidores
Pré-visualização2 páginas
QUESTÃO INDIGENA NO BRASIL \u2013 APOL \u2013 NOTA 80
Questão 1/5 - Questão Indígena no Brasil: Uma Perspectiva Histórica
Atente para o fragmento de texto: 
\u201cNão nos cabe aqui julgar se missionários instrutores e silvícolas convertidos atuaram sempre motivados por pura devoção, por escusos interesses econômicos, ou por simples necessidade de sobrevivência e resistência. O fato é que, em planos gerais, no lócus do aldeamento se processaram arranjos, negociações e a aprendizagem sobre as novas regras de convívio. E o formato dessa relação perdurou até fins do século XIX\u201d. 
De acordo com o fragmento de texto e os conteúdos do livro-base Questão indígena no Brasil: uma perspectiva histórica relacione corretamente os três tipos de aldeamentos às suas respectivas características: 
Aldeias do serviço das ordens religiosas.
Aldeias do Serviço Real.
Aldeias de repartição. 
( ) A mão de obra era destinada aos moradores.
( ) Os índios aldeados eram utilizados estritamente para o serviço do Estado.
( ) A renda produzida na aldeia era revertida para as ordens religiosas. 
Agora, selecione a alternativa que apresenta a sequência correta:
 
Nota: 0.0
	
	A
	3 \u2013 1 \u2013 2
	
	B
	3 \u2013 2 \u2013 1
A sequência correta é a letra b), pois: \u201cOs aldeamentos missionários obedeciam a uma certa tipologia, que pode ser assim descrita: aldeias do serviço das ordens religiosas, cuja renda revertia para as mesmas ordens como complementação da dotação que lhes fornecia o Estado; aldeias do Serviço Real, onde os índios aldeados eram utilizados estritamente para o serviço do Estado; aldeias de repartição, cuja mão de obra era destinada aos moradores\u201d. (Livro-base, Questão indígena no Brasil: uma perspectiva histórica p. 149-150).
	
	C
	2 \u2013 3 \u2013 1
	
	D
	2 \u2013 1 \u2013 3
	
	E
	1 \u2013 2 \u2013 3
Questão 2/5 - Questão Indígena no Brasil: Uma Perspectiva Histórica
Leia a citação abaixo: 
\u201cO Diretório Pombalino ou simplesmente Diretório dos Índios [...] emergiu do contexto dos conflitos territoriais entre os impérios espanhol e português, refletindo, por isso, uma política que pretendia incorporar as populações indígenas nas ações de ocupação e defesa dos territórios coloniais lusitanos, através de um programa de transformação dos nativos em verdadeiros católicos fieis e súditos leais ao rei de Portugal\u201d. 
De acordo com as informações acima e os conteúdos do livro-base Questão indígena no Brasil: uma perspectiva histórica sobre a legislação do Diretório dos Índios acerca dos casamentos inter-raciais, assinale a alternativa correta:
Nota: 20.0
	
	A
	De acordo com o Diretório, o casamento entre indígenas e brancos europeus estava proibido na colônia.
	
	B
	Os casamentos entre nativos e os portugueses eram incentivados, assim como a união entre índios e negros.
	
	C
	O Diretório dos Índios procurava coibir casamentos entre portugueses e índios, mas incentivava a união desses com os negros.
	
	D
	Os casamentos entre indígenas e portugueses eram permitidos, porém a união entre índios e negros era coibida.
Você acertou!
A resposta correta é a letra d). Como nos esclarece o livro-base: \u201cA ideia do Marquês de Pombal era de que os nativos fossem assimilados à população em geral e formassem um campesinato de súditos do rei português. Nesse sentido, os casamentos entre eles e os portugueses eram permitidos e incentivados. Entretanto, o Diretório dos Índios procurava coibir casamentos entre eles e os negros, tendo em vista que, nesses casos, o status social dos descendentes gerados por essas uniões poderia regredir e eles se tornariam escravos [...]\u201d. (Livro-base, Questão indígena no Brasil: uma perspectiva histórica p. 157).
	
	E
	A ideia do Marquês de Pombal era de que os nativos fossem assimilados à população em geral e por isso incentivava o casamento entre índios e negros.
Questão 3/5 - Questão Indígena no Brasil: Uma Perspectiva Histórica
Leia o seguinte fragmento de texto: 
\u201cOs indígenas, porém, também tinham suas estratégias e o contato com a expedição poderia ser assunto de interesse também para eles, já que, possivelmente, viam no aldeamento uma oportunidade de proteção contra grupos indígenas rivais e também para o sustento. Por isso, eram comuns as suas constantes \u2018idas e vindas\u2019 para o aldeamento\u201d. 
Conforme o fragmento de texto e os conteúdos do livro-base Questão indígena no Brasil: uma perspectiva histórica sobre os chamados índios agregados, assinale a alternativa correta:
Nota: 20.0
	
	A
	Eram aqueles que se fixaram permanentemente nas colônias indígenas. 
	
	B
	Participavam do sistema de trocas com índios aldeados, padres, funcionários e administradores, sem se fixarem permanentemente nos aldeamentos.
Você acertou!
A resposta correta é a letra b). \u201cJá os agregados não estavam presentes fixamente nos aldeamentos, porém participavam do sistema de trocas com índios aldeados, padres, funcionários e administradores. A distância que preservavam do local tinha relação com as intenções de manterem-se longe das práticas cristãs e de terem uma liberdade maior de costumes\u201d. (Livro-base Questão indígena no Brasil: uma perspectiva histórica, p. 183). As alternativas a) e e) correspondem aos índios aldeados, bem como as alternativas c) e d) dizem respeito aos índios do sertão. (Livro-base Questão indígena no Brasil: uma perspectiva histórica, p. 183).
	
	C
	Procuravam preservar as características de deslocamentos constantes presentes nas culturas guarani e caingangue.
	
	D
	Só frequentavam os aldeamentos para visitar familiares e se abastecerem de víveres.
	
	E
	Participavam da rotina católica e de cerimônias cristãs, como casamentos, batismos, crisma e enterro católico.
Questão 4/5 - Questão Indígena no Brasil: Uma Perspectiva Histórica
Leia o seguinte fragmento de texto: 
\u201cReferências a práticas de canibalismo sempre existiram nas mais diversas épocas e sociedades. [\u2026] Quando relacionadas a rituais sociais, coletivos, estas práticas são geralmente denominadas de antropofagia, enquanto que o termo canibalismo é usado, mais frequentemente, com relação ao ato de comer a carne para saciar a fome ou uma vontade, ou associado a um ato arbitrário, uma crueldade\u201d. 
Considerando o fragmento de texto e os conteúdos do livro-base Questão indígena no Brasil: uma perspectiva histórica sobre os rituais de antropofagia realizado pelos tupinambás, é correto afirmar que:
Nota: 20.0
	
	A
	Todo ritual tinha a participação de homens e mulheres, desde a captura do prisioneiro até o ritual de matá-lo no centro da aldeia.
	
	B
	No momento em que chegava à aldeia, o cativo era recebido com celebrações e era bem tratado por toda a aldeia.
	
	C
	A ideia principal era isolar o prisioneiro, animalizá-lo, como é comum em sociedade mais hierarquizadas.
	
	D
	O menino não poderia ser considerado um adulto pleno na sociedade tupinambá, sem antes ter participado de um ritual antropofágico.
Você acertou!
a resposta correta é a letra d). \u201cO ritual antropofágico, além disso, era condição sem a qual o menino não poderia ser considerado um adulto pleno na sociedade tupinambá\u201d. (livro-base, Questão indígena no Brasil: uma perspectiva histórica p. 59).
	
	E
	A intimidade entre cativo e captores fazia com que a inimigo ideal de um tupinambá fosse algum guerreiro de outra cultura.
Questão 5/5 - Questão Indígena no Brasil: Uma Perspectiva Histórica
Leia o fragmento de texto: 
\u201cDesde o início do século XX, a história indígena, orientada pela metodologia etno-histórica, tem sido tema de numerosos trabalhos na América do Norte, na Austrália e na região do Pacífico [...]. A partir da década de 1990, os estudos sobre história indígena no Brasil vivenciaram grande efervescência que pode ser constatada pelo significativo número de trabalhos publicados e também pelo crescente número de dissertações e teses que abordaram a questão em diferentes programas de pós-graduação do país\u201d. 
Conforme o fragmento de texto e os conteúdos do livro-base Questão indígena no Brasil: uma perspectiva