A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
AV 2 EDUCAÇÃO INCLUSIVA

Pré-visualização | Página 1 de 2

1)
A Charge, a seguir, demonstra o comportamento de muitos professores quando recebem, em sala de aula, um aluno público alvo da educação especial (PAEE).
 
 
Disponível em: https://bit.ly/2GArfND. Acesso em: 29 jul. 2019.
 
Considerando o contexto apresentado, avalie as seguintes asserções e a relação proposta entre elas.
I. As instituições de ensino superior devem prever em sua organização curricular, formação docente voltada para a atenção à diversidade e que contemple conhecimentos sobre as especificidades dos alunos PAEE, para a formação de professores da educação básica.
PORQUE
II. As pessoas com deficiência têm os mesmos direitos humanos e liberdades fundamentais que as demais pessoas. É considerada discriminação toda diferenciação ou exclusão que possa impedir ou anular o exercício dos direitos humanos e de suas liberdades fundamentais.
A respeito dessas asserções, assinale a alternativa correta.
Alternativas:
a)
As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I.
Alternativa assinalada
b)
As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I.
c)
A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
d)
A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.
e)
As asserções I e II são proposições falsas.
2)
Conforme citado nas "Diretrizes de Estimulação Precoce" (Brasil, 2016, p. 11), "[...] o cuidado à saúde da criança, por meio do acompanhamento do desenvolvimento infantil nos primeiros anos de vida é tarefa essencial para a promoção à saúde, prevenção de agravos e a identificação de atrasos no desenvolvimento neuropsicomotor".
Disponível em: https://bit.ly/2GOVfra. Acesso em: 29 jul. 2019.
 
Com base nas "Diretrizes de Estimulação Precoce", avalie as seguintes asserções e a relação proposta entre elas.
 I. O acompanhamento do desenvolvimento infantil, nos primeiros anos de vida, garante acesso à avaliação, diagnóstico, tratamento e reabilitação, inclusive a estimulação precoce, das crianças que necessitem de cuidados especializados.
PORQUE
II. Um cuidado integral e articulado entre os serviços da atenção básica e especializada da Rede de Atenção à Saúde (RAS) do SUS possibilitará a conquista de uma maior funcionalidade das crianças que apresentem alguma deficiência, permitindo, assim, um futuro com mais autonomia e inclusão social.
A respeito dessas asserções, assinale a alternativa correta.
Alternativas:
a)
As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não justifica a I.
b)
As asserções I e II são proposições verdadeiras e a II justifica a I.
Alternativa assinalada
c)
A asserção I é uma proposição verdadeira e a II, falsa.
d)
A asserção I é uma proposição falsa e a II, verdadeira.
e)
As asserções I e II são proposições falsas.
3)
Segundo Viviane Maito, membro da equipe da Coordenadoria de Atendimento às Necessidades Especiais (Cane) da Secretaria Municipal da Educação, a comunicação é um fator essencial para a integração do sujeito à sociedade e a dificuldade de se comunicar pode atrapalhar o processo de integração e socialização do indivíduo eximindo-o de manifestar seus sentimentos, emoções, necessidades e vontades.
Visando melhorar a comunicação entre os estudantes, de acordo com a reportagem publicada no site da Agência de Notícias da Prefeitura de Curitiba (2015), um grupo de professores municipais que trabalha com estudantes com incapacidade de se comunicar, seja de forma temporária ou permanente, desenvolveu materiais e projetos para trabalhar a comunicação alternativa no processo de educação. Materiais alternativos apresentados como soluções para problemas de comunicação integram o projeto de comunicação alternativa nas salas de recursos multifuncionais, salas de escolarização hospitalar e em escolas especiais. Sequência numérica, pareamento, cartões de comunicação, prancha de comunicação, recursos de comunicação alfabética, prancha com símbolos, fotos ou figuras, livros, calendários personalizados, tabuleiro de nome, painel de expressões, estavam entre os materiais apresentados.
Disponível em: https://bit.ly/2OtrW1G. Acesso em: 29 jul. 2019.
Considerando o contexto apresentado, avalie as seguintes asserções e a relação proposta entre elas.
I. A comunicação alternativa é um recurso para compensar a incapacidade de desempenhar a função comunicativa do aluno. Crianças em tratamento médico, com traqueostomia, autistas ou com paralisia cerebral são exemplos.
PORQUE
II. A comunicação alternativa reduz a dificuldade ou deficiência para realizar as atividades funcionais de maneira independente, além de auxiliar o aluno em suas funções cognitivas.
A respeito dessas asserções, assinale a alternativa correta.
Alternativas:
a)
As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I.
Alternativa assinalada
b)
As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I.
c)
A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.
d)
A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.
e)
As asserções I e II são proposições falsas.
4)
A creche pré-escola Oeste da USP (Universidade de São Paulo), fica na Cidade Universitária, em São Paulo e, conforme citado por Monzani (2012) no portal Educação da UOL, "a diversidade é parte da rotina", pois "recebe, com naturalidade, alunos deficientes, estrangeiros recém-chegados ao país e crianças das diversas classes sociais".
A imagem, a seguir, mostra a Sala do Grupo Árvore, da Creche Inclusiva da USP, onde as crianças, após brincarem no parquinho, "vão para as salas de descansar e se preparar para as próximas atividades do dia: as rodas de conversa e o momento de grupo, momento em que as crianças, na intimidade de seu pequeno grupo, vão fazer pesquisas, perguntas e descobertas, desenhos, brincadeiras, pinturas, ouvir e contar causos e histórias".
MONZANI. Mariana. Educação: em creche de SP, crianças aprendem a conviver com deficiente e estrangeiro sem preconceito. UOL.SP. 30 set.2012. Disponível em: < https://bit.ly/2I2HEO2 > . Acesso em: 29 jul. 2019.
 
CRECHE INCLUSIVA DA USP 
Sala do Grupo Árvore
 
 
SOARES, Leonardo. Creche Inclusiva da USP: Sala do Grupo Árvore. UOL.SP. 30 set.2012. Disponível em: < https://bit.ly/2I2HEO2 >. Acesso em: 29 jul. 2019.
 
Tomando como referência as informações apresentadas e com base nos preceitos da educação inclusiva, julgue as afirmativas a seguir em (V) Verdadeiras ou (F) Falsas.
(  ) A característica de abertura ou tolerância, que a creche oferece, tende a acompanhar as crianças ao longo de suas vidas.
(  ) As crianças mantêm atitudes de abertura ao relacionamento com pessoas significativamente diferentes, independentemente de valores familiares.
(  ) Vivenciar a experiência da educação inclusiva na pré-escola, no exemplo de creche apresentado, pode evitar diversos tipos de preconceito de forma duradoura.
(  ) A creche possibilita essa oportunidade para que essas crianças aprendam a trabalhar e a conviver em grupo com quem é diferente (seja por alguma condição física ou social) e a aceitar essas diferenças. Esse tipo de experiência é positiva no desenvolvimento da educação infantil.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
Alternativas:
a)
F – F – F – V.
b)
V – F – F – F.
c)
F – V – F – V.
d)
V – F – V – V.
e)
V – V – V – V.
Alternativa assinalada
5)
Conforme publicado por Monzani (2012) no portal Educação da UOL, "Patrícia Rodrigues de Campos Rocha, 33, mãe do Guilherme, 7, diagnosticado com autismo, conta que ouviu muito "não" até conseguir matricular o filho em uma escola de ensino regular. Patrícia conta que escutou "diversas desculpas": "não estamos preparados para recebê-lo"’, "aqui tem muitas escadas e pode ser perigoso", "ele usa cadeira de rodas?", "só podemos aceitá-lo se você pagar uma profissional para cuidar dele por fora".
MONZANI, Mariana. Educação: Ouvi muito "não" até conseguir