A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Pergunta 5

Pré-visualização | Página 1 de 2

Pergunta 5
0,25 em 0,25 pontos
	
	
	
	A história da escravidão é uma narrativa de tragédias, conflitos, descaso, preconceitos e injustiças. Ou seja, uma ferida que o Brasil carrega aberta até os dias de hoje. 
Antes das campanhas abolicionistas na virada do século XIX, os negros já reagiam à escravidão [...] 
  
São consideradas formas de reação dos negros à escravidão: 
  
I. Suicídios e abortos. 
II. Assassinatos de nobres. 
III. Lutas e danças. 
IV. Associação dos orixás aos santos católicos. 
  
É correto o que se afirma em
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
I, II, III e IV.
	Resposta Correta:
	 
I, II, III e IV.
	Feedback da resposta:
	Resposta Correta. Fugas individuais ou em massa e agressões contra senhores, suicídios e abortos, atividades musicais; lutas e danças, principalmente a capoeira; assim como as comidas e a associação dos orixás com santos católicos eram formas de reação e preservação de vínculos e costumes de origem africana.
	
	
	
Pergunta 6
0,25 em 0,25 pontos
	
	
	
	O termo “raça” vem do latim ratio, que significa categoria, espécie ou tipo. Desde a antiguidade, na história das ciências naturais, raça é o conceito utilizado pra classificar as espécies animais e vegetais. Durante a Idade Média, o termo começa a ser utilizado para classificar a diversidade humana em grupos fisicamente diferentes, designando, também, a descendência, e identificando um grupo que tinha um antepassado compartilhado e que, por isso, mantinha características físicas em comum (LÉVI-STRAUSS, 1973). 
LAAI, T. Antropologia e Cultura Brasileira. Capítulo 2.(Apostila) 
  
Foram consequências do conceito de raça humana: 
  
I. Os nobres se considerarem superiores aos que pertenciam a outras classes sociais porque possuíam “sangue puro”. 
II. A evolução dos seres humanos dividida em: selvageria, barbarismo e civilização. 
III. Os gauleses se considerarem superiores aos francos e, por isso, terem o direito de reinar. 
IV. O surgimento de “novos humanos” com habilidades cognitivas especiais. 
  
Selecione a alternativa que aponta os itens corretos:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
I e II.
	Resposta Correta:
	 
I e II.
	Feedback da resposta:
	  Resposta Correta. Os nobres se consideravam superiores por serem descendentes dos Francos e acreditavam ter habilidades e aptidões para reinar.Já a Antropologia evolutiva, colocava a evolução como uma linha que partia da selvageria e chegava a civilização.
	
	
	
Pergunta 7
0,25 em 0,25 pontos
	
	
	
	Vários dos hábitos brasileiros, como o de tomar chás de ervas medicinais para curar doenças e o de usar redes para dormir, foram adquiridos da cultura dos povos indígenas. A influência vai além, chegando a muitos dos nomes de pessoas e lugares cotidianos. É o caso da praia de “Ipanema”, no Rio de Janeiro, batizada, justamente, com um típico sobrenome indígena. O mesmo acontece com o distrito de “Butantã”, em São Paulo. 
  
OLIVEIRA, Noelle. Hábitos e nomes indígenas estão presentes na cultura brasileira. EBC, 2013. Disponível em: < http://www.ebc.com.br/infantil/voce-sabia/2013/04/habitos-e-nomes-indigenas-estao-presentes-na-cultura-brasileira>. Acesso em: 20 de jun. de 2019. 
  
Vêm da cultura indígena hábitos como: 
I. Comer mandioca e açaí. 
II. Comer pimenta e caruru. 
III. Comer carne assada na brasa, churrasco. 
IV.  Usar óleo de copaíba e catuaba. 
  
Estão corretas as afirmações:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
I e IV.
	Resposta Correta:
	 
I e IV.
	Feedback da resposta:
	  Resposta Correta. Fazem parte dos costumes alimentares indígenas a mandioca e seus derivados, peixes de rio, e frutas, como por exemplo o açaí. O óleo de copaíba e a catuaba são algumas das plantas que utilizadas para fins medicinais.
	
	
	
Pergunta 8
0,25 em 0,25 pontos
	
	
	
	Na sociedade moderna ainda temos a prática de “patrimonizar” a cultura, ou seja, representar as culturas por meio de bens materiais e imateriais. Isso significa eleger paisagens, edificações, peças arqueológicas e demais fragmentos de uma realidade cultural, e reuni-las em um conjunto que expresse a totalidade de uma cultura no sentido de atribuir uma dimensão material à ideia de nação.
É importante diferenciarmos, contudo, os conceitos de Estado, país, nação e território, uma vez que são termos diferentes, mas que, no senso comum, misturam-se em um mesmo contexto discursivo.
 LAAI, T. Antropologia e Cultura Brasileira. Capítulo 2.(Apostila)
 
Sobre os conceitos mencionados no texto acima:
 
I. País é composto pelas características naturais, econômicas, sociais e culturais do Estado.
II. Estado é ligado às questões identidade, relaciona o sentimento de pertencimento e união compartilhada entre os habitantes de um país.
III. Nação é o aparato político que garante o exercício da soberania, conjunto de instituições públicas que administra o território, o que envolve o governo, as escolas, os hospitais públicos e os departamentos de política.
IV. Território compreende o espaço geográfico apropriado e delimitado por relações de soberania e poder.
  
É correto apenas o que se afirma em
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
I e IV.
	Resposta Correta:
	 
I e IV.
	Feedback da resposta:
	Resposta Correta. País se refere a todos os elementos que se encontram no território dominado por um Estado. Abrange as características naturais, econômicas, sociais e culturais que estão nesse território. Território é o espaço geográfico apropriado e delimitado por relações de soberania e poder.
	
	
	
Pergunta 9
0,25 em 0,25 pontos
	
	
	
	Depois de instalar os engenhos de açúcar na colônia, por uma questão econômica e a necessidade de mão de obra qualificada para trabalhar nos engenhos, Portugal começa a investir no tráfico de escravos. O primeiro navio de escravos chega a Salvador a partir de 1560. Para a historiadora Marli Geralda “A característica da economia decidiu o tipo de escravidão, o africano era considerado como uma coisa que falava”. “Duas forças permitiram que a escravidão permanecesse no Brasil: pressão externa (dos traficantes de escravos, comércio que gerava muito dinheiro) e condição interna (a produção agrícola de cana-de-açúcar que precisava de mão de obra especializada)”, diz.
A escravidão no Brasil colônia. Universia Brasil, 2012. Disponível em: < http://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2012/02/28/914494/escravido-no-brasil-colonia.html>. Acesso em: 20 de jun. 2019.
Considerando o texto acima e seus estudos anteriores, assinale a alternativa correta:
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	 
Os escravos eram necessários para a produção de cana de açúcar e também para produção de café, algodão e tabaco.
	Resposta Correta:
	 
Os escravos eram necessários para a produção de cana de açúcar e também para produção de café, algodão e tabaco.
	Feedback da resposta:
	Resposta Correta. O comércio de escravos atendia a necessidade de mão de obra especializada e barata para a produção de cana de açúcar, café, algodão e tabaco em território colonial, para atender o crescente consumo europeu.
	
	
	
Pergunta 10
0,25 em 0,25 pontos
	
	
	
	É comum, no entanto, pensamos nos índios de forma genérica, como um ser humano que vive nu na mata, caça com arco e flechas, mora em ocas, come mandioca, cultua Tupã e fala Tupi. Mas, na realidade, o termo “índio” é definido em oposição a “branco”. Esse índio ideal do senso comum não existe, sendo que o que temos são diversas etnias com suas próprias línguas, costumes e visões de mundo, como os bororós, os pataxós e os xavantes. 
LAAI, T. Antropologia e Cultura Brasileira. Capítulo 2.(Apostila) 
  
 Considere as asserções abaixo e a relação proposta entre elas. 
  
I. A representatividade das culturas indígenas nas artes e no entretenimento está, na maioria das vezes, vinculada a um passado colonial idealizado. 
  
PORQUE 
  
II. Atualmente,

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.