A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
39 pág.
04 - Exercícios Equilíbrio Químico - Resolução

Pré-visualização | Página 1 de 2

1. Para o equilíbrio gasoso entre NO e O2 formando NO2 (2 NO (g) + O2 (g) 
2 NO2 (g)), a constante de equilíbrio é Kc = 6,45 x 105. 
a) em que concentração de O2 as concentrações de NO2 e de NO são iguais? 
b) em que concentração de O2 a concentração de NO2 é 100 vezes maior do que a 
concentração de NO? 
 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
2. Considere o seguinte equilíbrio: A (aq) B (aq), cujo Kc é 0,1. Se em 
um litro de solução adicionarmos 0,1 mol de A a 0,1 mol de B, quais vão ser 
as concentrações de A e B no equilíbrio? 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
mol/L 
mol/L 
3. A constante de equilíbrio Kp para a reação: 
PCl3 (g) + Cl2 (g) PCl5 (g) é 0,0131 a 250º C. 
São colocados 1,50 mol de PCl5, 3,00 mols de PCl3 e 0,50 mols de Cl2 num 
balão de 0,5 L a 250ºC. 
a) calcule Kc. 
b) o sistema está ou não está em equilíbrio? Justifique. 
c) caso não esteja, em que sentido está ocorrendo a reação? Justifique sua 
resposta. 
d) calcule a concentração das espécies quando o equilíbrio se estabelece. 
 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
0,0131 = Kc x (0,082x523)-1 
Kc 
não, Qc < Kc 
	
  
	
  
PAG Química – Equilíbrio Químico 
x´ = 8,704 
x´´ = 0,076 
3,076 mol/L 
0,9242 mol/L 
5,9242 mol/L 
3 +x 
x´ = 8,704 
x´´ = 0,076 
3,076 mol/L 
0,9242 mol/L 
5,9242 mol/L 
3 +x 
x´ = 8,704 
x´´ = 0,076 
3,076 mol/L 
0,9242 mol/L 
5,9242 mol/L 
3 +x 
4. Mistura-se um mol de álcool etílico puro (C2H5OH) com um mol de ácido 
acético (CH3CO2H) em 1 L de um solvente adequado. Após atingido o 
equilíbrio, a mistura contém 2/3 de mol de éster (CH3CO2C2H5) além das outras 
substâncias. 
a) qual o valor da constante de equilíbrio Kc para a reação 
C2H5OH + CH3CO2H CH3CO2C2H5 + H2O 
b) quantos mols de éster são formados no equilíbrio quando 3 mols de álcool 
são misturados com 1 mol de ácido em 1 L do mesmo solvente? 
c) o que acontece com uma mistura em equilíbrio se forem adicionados mais 3 
L de solvente? 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
5. A certa temperatura, uma mistura em equilíbrio NO2 + SO2 
 NO + SO3 foi analisada e encontrou-se seus componentes nas 
seguintes concentrações (mol/L): [NO2] = 0,10, [SO2] = 0,30, [NO] = 2,00, [SO3] 
= 0,60. Se 0,50 mols de SO2 são introduzidos, na mesma temperatura, quais 
serão as concentrações de reagentes e produtos quando o novo equilíbrio for 
estabelecido? O volume do recipiente é de 1 L. 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
0,055 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
0,045 0,745 2,055 
0,655 
6. NH4HS sólido a 25o C é colocado em um recipiente evacuado, onde se 
decompõe de acordo com a reação NH4HS (s) NH3 (g) + H2S (g) 
A pressão total dos gases, quando o equilíbrio é atingido, é de 0,658 atm. 
Qual a pressão parcial de cada espécie quando um novo equilíbrio é 
reestabelecido, após a adição de 0,300 atm de NH3 ? 
 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
7. É dada a reação 
 
H+ (aq) + CN- (aq) HCN (aq) 
 
cuja constante de equilíbrio é Kc = 4,76 x 108. 
a) calcule ΔGo para esta reação a 298 K 
b) calcule ΔG para esta reação a 298 K quando a concentração de H+ for 1,5 x 10-8, 
a de CN- for 5,4 x 10-5 mol/L e a de HCN for 3,2 x 10-3 
c) nas condições da alínea b, em que sentido a reação está se deslocando? 
d) calcule ΔG para esta reação a 298 K quando todas as concentrações forem 
unitárias 
e) nas condições da alínea d, em que sentido a reação está se deslocando? 
f) qual deve ser a relação entre a concentração de H+ e a de CN- para que ΔG da 
reação seja 18 kJ a 298 K, sabendo que a concentração de HCN é unitária? 
 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
8. A síntese de 2 mols de HBr (g) a partir de hidrogênio gasoso e bromo líquido 
tem uma constante de equilíbrio Kp = 4,5 x 1015 a 25° C. Sabendo que a 
pressão de vapor de bromo líquido (pressão do vapor de bromo em equilíbrio 
com o líquido) é 0,28 atm, encontre o valor de Kp e ΔGo para a reação de 
síntese de 1 mol de HBr em fase gasosa na mesma temperatura 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
9. As energias livres padrão de formação do cis e trans 2-buteno são, 
respectivamente, - 67,15 e - 64,10 kJ/mol. Calcule as constantes de equilíbrio 
Kp e Kc para a reação de conversão cis 2-buteno trans 2-buteno 
 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
10. A 817o C, Kp para a reação entre CO2 puro e excesso de grafite quente 
para formar CO é 10, de acordo com a reação CO2 (g) + C (s) 2 CO 
(g) 
a) qual é a pressão parcial dos gases no equilíbrio, na temperatura de 817o C 
e pressão total de 4 atm? 
b) se 1 atm de CO for injetada no sistema em equilíbrio, qual o deslocamento 
observado? Qual será a pressão parcial de cada gás no novo equilíbrio? 
c) após um aumento do volume do vaso de reação, a análise da mistura 
gasosa em equilíbrio mostra 6 % de CO2 em percentagem volumétrica. Qual a 
pressão total do sistema nesse equilíbrio? 
 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
% CO2 = (1,22 x 100)/4,72 = 25,8% 
11. A 25o C, Kc = 0,145 para a seguinte reação 2 BrCl (g) Br2 (g) + 
Cl2 (g) 
a) se a concentração inicial de cada substância é 0,040 mol/L, quais serão 
suas concentrações de equilíbrio? 
b) qual o percentual de dissociação do BrCl no equilíbrio? 
 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
Br2 (g) + Cl2 (g) à 2 BrCl (g) 
i 0,026 0,026 0,068 
f 0 0 0,068 + 2 x 0,026 
quanto dissociou 
quanto teria de BrCl no início 
para que se chegasse 
àquela posição de equilíbrio 
12. Uma mistura reacional que consiste de 0,9 mol de H2, 1,35 mol de I2 e 0,45 
mol de HI, foi preparada em um frasco de 3 L e aquecida a 500 K. Dado: Kc = 
0,0181, para a reação 2 HI (g) H2 (g) + I2 (g) 
a) qual a concentração de cada componente ao ser atingido o equilíbrio? 
b) qual a quantidade de HI que deve ser adicionada ao equilíbrio anterior para 
que o frasco contenha 0,3 mol de H2 ao ser restabelecido o equilíbrio. 
c) qual o grau de dissociação do HI na alínea a)? 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
13. A 600º C, a constante de equilíbrio, Kc, é 7,0 x 10-2 para a reação a 
seguir: PH3BCl3 (s) PH3 (g) + BCl3 (g) 
a) um frasco de 2,5 L foi carregado com 8,66 g de PH3BCl3, 0,100 mol de 
PH3, 0,100 mol de BCl3 e levado à temperatura de 600º C. Quais as 
concentrações no equilíbrio? 
b) em seguida, o equilíbrio anterior foi perturbado através da adição de mais 
0,50 mol de PH3. Quais as concentrações quando o novo equilíbrio é 
restabelecido? 
c) qual o valor de Kp para a reação acima representada? 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
Problema irreal: o equilíbrio precisa se deslocar 0,225 mol/L. Em 2,5 L, precisa se 
deslocar 0,5625 mol, consumindo 0,5625 mol de PH3BCl3, ou seja, 85,22 g. Mas 
só tem 8,66 g!! E essa massa era inútil… 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
PAG Química – Equilíbrio Químico 
14. A 673 K, a constante de equilíbrio, Kc, é 0,215 para a reação a seguir: 
NH4I (s) NH3 (g) + HI (g) 
Um frasco de 2,5 L foi carregado com 607 g de NH4I, 1,50 mol de NH3, 1,50 
mol de HI e levado à temperatura de 673 K. 
a) o sistema está ou não está em equilíbrio? Caso não esteja, em que 
sentido está ocorrendo a reação? Justifique sua resposta. 
b) calcule a concentração das espécies quando o equilíbrio se estabelece. 
c) calcule o grau de dissociação do NH4I no equilíbrio quando 607 g de NH4I 
forem colocados no frasco evacuado de 2,5 L,

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.