A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
34 pág.
Caracteres

Pré-visualização | Página 1 de 3

Caracteres
Aula 9
Bárbara Purkott Cezar
1Faculdade de Computação
Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Algoritmos e Programação
Viduani Martinez (FACOM) Caracteres Algoritmos e Programação 1 / 18
Conteúdo da aula
1 Introdução
2 Representação gráfica
3 Constantes e variáveis
4 Expressões com caracteres
5 Exercícios
Viduani Martinez (FACOM) Caracteres Algoritmos e Programação 2 / 18
Introdução
I o tipo caractere é um tipo primitivo com o qual podemos trabalhar
com um conjunto pequeno e previsível de valores
I na linguagem C existem dois tipos de caracteres: caractere com
sinal e caractere sem sinal
I esses dois tipos são apenas interpretações diferentes do conjunto
de todas as sequências de 8 bits, sendo que essa diferença é
irrelevante na prática
Viduani Martinez (FACOM) Caracteres Algoritmos e Programação 3 / 18
Introdução
I o tipo caractere é um tipo primitivo com o qual podemos trabalhar
com um conjunto pequeno e previsível de valores
I na linguagem C existem dois tipos de caracteres: caractere com
sinal e caractere sem sinal
I esses dois tipos são apenas interpretações diferentes do conjunto
de todas as sequências de 8 bits, sendo que essa diferença é
irrelevante na prática
Viduani Martinez (FACOM) Caracteres Algoritmos e Programação 3 / 18
Introdução
I o tipo caractere é um tipo primitivo com o qual podemos trabalhar
com um conjunto pequeno e previsível de valores
I na linguagem C existem dois tipos de caracteres: caractere com
sinal e caractere sem sinal
I esses dois tipos são apenas interpretações diferentes do conjunto
de todas as sequências de 8 bits, sendo que essa diferença é
irrelevante na prática
Viduani Martinez (FACOM) Caracteres Algoritmos e Programação 3 / 18
Representação gráfica
I em todas as linguagens de programação de alto nível incluindo a
linguagem C, cada caractere é armazenado em um único byte na
memória do computador, ou seja, em 8 bits
I um caractere sem sinal é um número do conjunto
{0, 1, . . . , 254, 255} e um caractere com sinal é um número do
conjunto {−128, . . . ,−1, 0, 1, . . . , 127}
I um caractere é uma sequência de 8 bits, dentre as 256
sequências de 8 bits possíveis
I a impressão de um caractere na saída padrão é a sua
representação como um símbolo gráfico
I por exemplo, o símbolo gráfico do caractere 97 é a
I alguns caracteres têm representações gráficas especiais, como o
caractere 10 que é representado por uma mudança de linha
Viduani Martinez (FACOM) Caracteres Algoritmos e Programação 4 / 18
Representação gráfica
I em todas as linguagens de programação de alto nível incluindo a
linguagem C, cada caractere é armazenado em um único byte na
memória do computador, ou seja, em 8 bits
I um caractere sem sinal é um número do conjunto
{0, 1, . . . , 254, 255} e um caractere com sinal é um número do
conjunto {−128, . . . ,−1, 0, 1, . . . , 127}
I um caractere é uma sequência de 8 bits, dentre as 256
sequências de 8 bits possíveis
I a impressão de um caractere na saída padrão é a sua
representação como um símbolo gráfico
I por exemplo, o símbolo gráfico do caractere 97 é a
I alguns caracteres têm representações gráficas especiais, como o
caractere 10 que é representado por uma mudança de linha
Viduani Martinez (FACOM) Caracteres Algoritmos e Programação 4 / 18
Representação gráfica
I em todas as linguagens de programação de alto nível incluindo a
linguagem C, cada caractere é armazenado em um único byte na
memória do computador, ou seja, em 8 bits
I um caractere sem sinal é um número do conjunto
{0, 1, . . . , 254, 255} e um caractere com sinal é um número do
conjunto {−128, . . . ,−1, 0, 1, . . . , 127}
I um caractere é uma sequência de 8 bits, dentre as 256
sequências de 8 bits possíveis
I a impressão de um caractere na saída padrão é a sua
representação como um símbolo gráfico
I por exemplo, o símbolo gráfico do caractere 97 é a
I alguns caracteres têm representações gráficas especiais, como o
caractere 10 que é representado por uma mudança de linha
Viduani Martinez (FACOM) Caracteres Algoritmos e Programação 4 / 18
Representação gráfica
I em todas as linguagens de programação de alto nível incluindo a
linguagem C, cada caractere é armazenado em um único byte na
memória do computador, ou seja, em 8 bits
I um caractere sem sinal é um número do conjunto
{0, 1, . . . , 254, 255} e um caractere com sinal é um número do
conjunto {−128, . . . ,−1, 0, 1, . . . , 127}
I um caractere é uma sequência de 8 bits, dentre as 256
sequências de 8 bits possíveis
I a impressão de um caractere na saída padrão é a sua
representação como um símbolo gráfico
I por exemplo, o símbolo gráfico do caractere 97 é a
I alguns caracteres têm representações gráficas especiais, como o
caractere 10 que é representado por uma mudança de linha
Viduani Martinez (FACOM) Caracteres Algoritmos e Programação 4 / 18
Representação gráfica
I em todas as linguagens de programação de alto nível incluindo a
linguagem C, cada caractere é armazenado em um único byte na
memória do computador, ou seja, em 8 bits
I um caractere sem sinal é um número do conjunto
{0, 1, . . . , 254, 255} e um caractere com sinal é um número do
conjunto {−128, . . . ,−1, 0, 1, . . . , 127}
I um caractere é uma sequência de 8 bits, dentre as 256
sequências de 8 bits possíveis
I a impressão de um caractere na saída padrão é a sua
representação como um símbolo gráfico
I por exemplo, o símbolo gráfico do caractere 97 é a
I alguns caracteres têm representações gráficas especiais, como o
caractere 10 que é representado por uma mudança de linha
Viduani Martinez (FACOM) Caracteres Algoritmos e Programação 4 / 18
Representação gráfica
I em todas as linguagens de programação de alto nível incluindo a
linguagem C, cada caractere é armazenado em um único byte na
memória do computador, ou seja, em 8 bits
I um caractere sem sinal é um número do conjunto
{0, 1, . . . , 254, 255} e um caractere com sinal é um número do
conjunto {−128, . . . ,−1, 0, 1, . . . , 127}
I um caractere é uma sequência de 8 bits, dentre as 256
sequências de 8 bits possíveis
I a impressão de um caractere na saída padrão é a sua
representação como um símbolo gráfico
I por exemplo, o símbolo gráfico do caractere 97 é a
I alguns caracteres têm representações gráficas especiais, como o
caractere 10 que é representado por uma mudança de linha
Viduani Martinez (FACOM) Caracteres Algoritmos e Programação 4 / 18
Representação gráfica
I os símbolos gráficos dos caracteres 0 a 127 , de 7 bits, foram
codificados e padronizados pelo Código Padrão Americano para
Troca de Informações (do inglês American Standard Code for
Information Interchange), conhecida como tabela ASCII
I a tabela ASCII possui limitações e foi estendida em outras tabelas
como UNICODE e ISO 8859-1
I dos 128 caracteres padronizados da tabela ASCII e de seus
símbolos gráficos correspondentes, 33 deles são não-imprimíveis
e os restantes 95 são imprimíveis
Viduani Martinez (FACOM) Caracteres Algoritmos e Programação 5 / 18
Representação gráfica
I os símbolos gráficos dos caracteres 0 a 127 , de 7 bits, foram
codificados e padronizados pelo Código Padrão Americano para
Troca de Informações (do inglês American Standard Code for
Information Interchange), conhecida como tabela ASCII
I a tabela ASCII possui limitações e foi estendida em outras tabelas
como UNICODE e ISO 8859-1
I dos 128 caracteres padronizados da tabela ASCII e de seus
símbolos gráficos correspondentes, 33 deles são não-imprimíveis
e os restantes 95 são imprimíveis
Viduani Martinez (FACOM) Caracteres Algoritmos e Programação 5 / 18
Representação gráfica
I os símbolos gráficos dos caracteres 0 a 127 , de 7 bits, foram
codificados e padronizados pelo Código Padrão Americano para
Troca