relatório de aula prática sobre reações químicas
5 pág.

relatório de aula prática sobre reações químicas


DisciplinaQuímica do Meio Ambiente33 materiais392 seguidores
Pré-visualização2 páginas
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ 
DISCENTES: RAYLA CAROLINY BATISTA ASSUNÇÃO 
RÚBIA LORENA GOMES DA SILVA 
VIVIANE BATISTA DOS SANTOS 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA SOBRE AS REAÇÕES QUÍMICAS 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Cametá - PA 
2019 
1- INTRODUÇÃO 
No dia 29 de abril de 2019, foi ministrada uma aula prática no laboratório de 
química da Universidade do Estado do Pará-Campus XVIII, que contou com a 
participação da turma de 2019 do curso de Licenciatura em química, que teve como 
ministrante o Professor Msc. José Edson Siqueira. Com o designío das reações químicas 
para apresentação de relatório. 
Reação química, também conhecida como transformação ou fenômeno químico, 
ocorre quando um material sofre transformação e forma outro material, ou seja, ocorre 
mudança de uma ou mais substancias em outras substancias (ATKINS, 2001). 
 Material transformação química Novo material 
Os químicos utilizam símbolos e caracteres para descrever as reações químicas, 
o que representa esta reação química é uma equação chamada de equação química, onde 
os símbolos das substâncias iniciais, que são chamados de reagentes, a nova substância 
é camada de produtos e entre ele apresenta uma seta que indica o sentido da reação. 
 Reagentes Produtos 
Para representar uma equação química, os caracteres também são utilizados para 
um efeito observável, como liberação de gás ( ), formação de precipitado ( ) e 
aquecimento ( ) (FARIAS, 2012). Segue a baixo um exemplo geral que representa a 
equação química: 
 A(s) + B(g) = C(g) 
Desse modo, esse trabalho apresenta 4 reações a partir de misturas de diferentes 
substâncias, dentre elas, de oxirredução como também de precipitados. Além disso, a 
aula prática teve como objetivo, realizar reações químicas diversas, analisar as 
mudanças ocorridas e equacioná- las. 
 
2- MATERIAIS E MÉTODO 
2.1 Materiais utilizados: 
 
\uf0fc 10 tubos de ensaio 
\uf0fc 1 estante 
\uf0fc 2 béquer 
\uf0fc 5 pipeta 
\uf0fc 2 peças de ferro (Fe) 
\uf0fc 1 peça de cobre (Cu) 
 
2.2 Métodos: 
\uf0b7 Primeira reação: 
A solução de Sulfato de Cobre (CuSO4), 0,1 mol/l presente no balão volumétrico 
foi colocada no béquer, em seguida com o auxilio de uma pipeta pasteur foi 
retirada 3 mL da solução do béquer e adicionada em 2 tubos de ensaios, no 
mesmo instante foi adicionado em um dos tubos de ensaio uma peça de cobre 
(fios de cobre entrelaçados) e no outro uma peça de ferro (prego) e foi deixado a 
solução agir por alguns minutos. 
 
\uf0b7 Segunda reação: 
O balão volumétrico possuía a solução de Sulfato de Prata (AgSO4), essa 
solução foi adicionada no béquer, em seguida foi retirado 3mL da solução com o 
auxilio de uma pipeta pasteur e adicionado em 2 tubos de ensaios, após isso foi 
adicionado em cada tubo de ensaio uma peça de Cobre (fios de cobre 
entrelaçados) e uma peça de ferro (prego) e foi deixado por alguns minutos para 
a solução agir 
. 
\uf0b7 Terceira reação: 
A solução de Nitrato de Ferro (Fe(NO3)3) presente no balão volumétrico foi 
colocada em um béquer, logo após com o auxilio de uma pipeta retirou- se 3 ml 
da solução e foi depositada em 2 tubos de ensaios, com o auxilio da pipeta 
pauster em um dos tubos de ensaios adicionou- se gotas de 3 mL de Hidróxido 
de Sódio (NaOH) aos poucos. No outro tubo de ensaio, já com a solução de 
Nitrato de Ferro foi aficionado gotas aos poucos de 3 mL de Sulfato de Cobre. 
 
\uf0b7 Quarta reação: 
Em um balão volumétrico estava presente a solução de Sulfato de Prata 
(AgSO4), essa solução foi adicionada em um béquer e com o auxilio de uma 
pipeta pauster foi retirado 3 mL dessa solução e adicionada em 2 tubos de 
ensaios, em um dos tubos de ensaio foi adicionado gotas de 3 ml de Hidróxido 
de Sódio (NaOH) e no outro tubo de ensaio, gotas de 3 ml de cloreto de Sódio 
(NaCl). 
 
3 RESULTADO E DISCUSSÃO 
Nas reações, a equipe observou o resultado de cada um delas. Na primeira 
reação pode-se observar que passado 5 minutos a solução foi perdendo sua coloração 
nos dois tubos de ensaios, a solução apresentava coloração azul marinho claro e depois 
apresentou coloração azul celeste. No tubo de ensaio que apresentava a peça de cobre, 
modificou apenas a coloração, já no tubo de ensaio que estava presente a peça ferro, 
além da mudança de coloração ocorreu oxidação no ferro (o prego apresentava 
ferrugem). Pois, observou que a superfície do prego sofreu uma mudança de coloração à 
deposição de íons de cobre que estava presente na solução de sulfato de cobre, que de 
inicio tinha uma coloração azul marinho passa a azul celeste, isto indica que a 
concentração de cátions de cobre esta diminuindo. E que o sulfato de cobre ao reagir 
com o ferro oxidou, tornando o produto com cor de ferrugem. A equação química da 
reação: Fe (metal) + CuSO4 (solução aquosa de sulfato de cobre II) \u2192 Cu (metal) + 
FeSO4 (solução aquosa de sulfato de ferro II). 
 
 
Equação química da reação sulfato de cobre e peça de cobre: 
 
Fe0 + CuSO4(aq) \u2192 Cuo + FeSO4(aq) 
Cu + CuSO4 \u2192 Cu + CuSO4 
 
A segunda reação, após 12 minutos e 38 segundos começou haver mudanças na 
estrutura das peças. No tubo de ensaio que apresentava a peça de cobre ocorreu 
oxidação, pois na peça de cobre ficou uma bolinhas cristalinas e no tubo com a peça de 
ferro também oxidou e formou uma camada cinza sobre o ferro, porém não houve 
mudança de coloração. A equação química do sulfato de prata com peça de cobre: 
AgSO4 + Cu \u2192 CuSO4 + Ag 
E a equação química do sulfato de prata com a peça de ferro: 
AgSO4 + Fe \u2192 FeSO4 + Ag 
A terceira reação, em um dos tubos de ensaios que continham nitrato de ferro, 
logo nas primeiras gotas de Hidróxido de Sódio a reação foi mudando de cor, 
inicialmente de cor amarela e depois apresentando uma coloração alaranjada, formando 
um precipitado pelo fato de ela não ser solúvel. No outro tubo de ensaio logo nas 
primeiras gotas de Sulfato de Cobre também ocorreu mudança na coloração, que antes 
apresentava uma coloração amarela e depois apresentou coloração verde amarelado. A 
equação química da reação nitrato de ferro com hidróxido de sódio: 
Fe(NO3)3 + NaOH \u2192 FeOH + Na(NO3)3 
A equação de nitrato de ferro com sulfato de cobre: 
Fe(NO3)3 + CuSO4 \u2192 FeSO4 + Cu(NO3)3 
Na quarta reação, em um dos tubos de ensaios que apresentavam sulfato de 
Prata, mudou de coloração logo na primeira gota de hidróxido de Sódio, que 
apresentava inicialmente nenhuma coloração e depois apresentou coloração marrom. No 
outro tubo de ensaio que continha Sulfato de Prata, logo na primeira gota de Cloreto de 
Sódio também mudou sua coloração que antes era incolor e depois apresentou coloração 
branca. A equação da reação sulfato de prata com hidróxido de Sódio: 
AgSO4 + NaOH \u2192 AgOH + NaSO4 
A equação da reação química sulfato de prata com cloreto de sódio: 
NaCl + AgSO4 \u2192 NaSO4 + AgCl 
 
4 CONCLUSÃO 
Desse modo, foi possível classificar as reações conforme suas características, 
pois algumas dessas reações ocorridas foram muito interessante devido a apresentar 
características visuais, por exemplo, a formação de cristais, ou de mudança de 
coloração. Com isso, mediante a realização do experimento verificou-se alguns 
processos de reação oxirredução e também reação de precipitados, além de aprender 
como fazer essas reações em laboratório chegando portanto ao resultado esperado que 
foi perceber o que acontece com a reação além de obter conhecimento a cerca do 
assunto abordado, contribuindo dessa forma para a vida acadêmica. 
 
REFERÊNCIAS 
ATKINS, P.; Princípios de química: questionando a vida moderna