A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
Relatorio_de_Estagio_Supervisionado 2

Pré-visualização | Página 1 de 1

FaCULDADE ANHANGUERA pIRACICABA
ENGENHARIA CIVIL
NATHALIA RAMOS VIEGAS
RELATÓRIO DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO SEMAE - Serviço Municipal de água e Esgoto
Setor de Controle às Perdas
Piracicaba
2018
NATHALIA RAMOS VIEGAS
RELATÓRIO DO ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO SEMAE - Serviço Municipal de água e Esgoto
Setor de Controle às Perdas
Relatório de Estágio apresentado ao Curso de Engenharia Civil da IES Faculdade Anhanguera de Piracicaba, para a disciplina de Estágio Curricular Obrigatório SEMAE - Serviço Municipal de água e Esgoto.
Coordenador de Curso: Marco Aurelio Melotto.
Piracicaba
2018
SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO
Este relatório descreve as minhas atividades desempenhadas no setor de Controle às Perdas, o estágio teve como importância a aplicação dos conhecimentos adquiridos no decorrer do curso para que, além de teóricos tenha-se um embasamento prático relativo Engenharia Civil. Foram duzentas horas de estágio que compreende o período de 06/08/2018 a 24/09/2018 em Piracicaba, com o objetivo e a abordagem das atividades exercidas e os comentários relativos à área que serão demonstrados no decorrer do relatório.
2 CARACTERIZAÇÃO DO AMBIENTE DE ESTÁGIO 
 O SEMAE - Serviço Municipal de água e Esgoto foi criado em 30 de abril de 1969, com inúmeros projetos de rede de esgoto e de fornecimento de água. Com isso a autarquia tem autonomia econômica, financeira e administrativa.
Em matéria de abastecimento, a cidade conta hoje com três Estações de Captação: duas no Rio Piracicaba e uma no Rio Corumbatai­. Além disso, o sistema de abastecimento da cidade está informatizado. Hoje é possível saber qual a quantidade de cloro ou de água em cada reservatório on-line, de uma central instalada na sede da autarquia. é possível ainda, remanejar água de um reservatório para outro, desligar e ligar bombas para economizar energia ou para sanar problemas emergênciais.
O SEMAE possui um Setor chamado de Controle ás Perdas de Água, que consiste em diversos trabalhos que serão realizados na cidade de Piracicaba, dentre os principais:
1- Redução das perdas que hoje é de 50% para nível entre 20 a 25%
2- Promover práticas de gestão das águas;
3- Criar um gerenciamento do controle de perdas de água;
4- Uso racional da água;
5- Eficiência dos serviços;
6- Economia de produtos químicos e energia elétrica;
7- Postergação de investimentos para a expansão dos sistemas de abastecimento;
8- Acerto cadastral.
Objetivos á serem alcançadas: Em 2015 / 2016, foi feita a implantação do 1º setor do projeto, setor de abastecimento Reservatório Apoiado do Boa Esperança. Projeto piloto que serviu de grande aprendizado para implantação dos próximos setores. Foi verificado situações positivas e negativas para a implantação dos novos setores. Após a conclusão dos serviços, conseguimos alcançar neste primeiro setor índices aceitáveis de perdas dentre os sub setores na faixa de 3 a 20%. Começou no mês de julho de 2016 a implantação de mais 7 sub setores, com prazo de implantação de 18 meses (Término em Dezembro de 2017). Corresponderá a 50% de todo o projeto, no mês de Junho de 2017 o inicio de implantação de mais 12 sub setores, também com prazo de implantação de 18 meses. Corresponderá a 90% de todo o projeto. Restando para 2018 à implantação dos 03 últimos setores, o que corresponderá a 100% do projeto implantado. Projeto já aprovado pela Agência PCJ. Os recursos foram obtidos através de financiamento a fundo perdido, com a Agência PCJ – Recurso da utilização. Deste financiamento 70% do valor é pago pelo financiamento com a Agência PCJ e 30% de contra partida pago pelo SEMAE.
3 ATIVIDADE DESENVOLVIDAS
No período que compreende o estágio foram desenvolvidas diversas atividades que contribuíram para o melhor entendimento da rotina do setor, entre elas foram:
Acompanhar a abertura e fechamento dos registros da rede de distribuição;
Monitorar o controle da vazão ou da pressão através da graduação de válvulas (Figura 1);
Figura 1
Sistema de Comtrole das VRPs
Monitorar o controle do nível dos reservatórios;
Acompanhar desligamento das bombas;
Monitorar a pressurização do sistema de distribuição (Figura 2 e 3);
Figura 2					Figura 3	
Booster
Acompanhar os reparos dos vazamentos e consertos dos equipamentos quando eles param (Figura 4 e 5);
Figura 4					Figura 5	
Verificar e acompanhar simulação hidráulica dos setores de abastecimento;
Acompanhar as obras de extensões e interligações de redes (Figura 6 e 7);
	Figura 6						Figura 7
Acompanhar a setorização dos setores de abastecimento;
Acompanhar instalação e automação de válvulas redutoras de pressão (VRP) em novas áreas figura (Figura 8 e 9);
	Figura 8						Figura 9
Acompanhar automação e otimização das válvulas redutoras de pressão (VRP) já existentes;
Acompanhar instalação de sensores de pontos críticos (PC) de pressão;
Acompanhar instalação de medidores de vazão, nas saídas dos reservatórios e entrada de cada setor e válvula redutora de pressão (Figura 10 e 11);
	Figura 10						Figura 11
Datalogger
Acompanhar e monitorar estanqueidade do setor (análise de vazão mínima noturno, teste de pressão zero e medições de pressão e vazão);
Registrar o geofonamento da área, localização de vazamentos não visíveis (Figura 12 e 13);
	Figura 12						Figura 13
Geofone Eletrônico
4 DISCUSSÕES
O acompanhamento no dia a dia propicia ao aluno uma experiência única de colocar em pratica todo o conhecimento teórico adquirido em sala, tanto na elaboração de projetos, quanto vivenciar na prática o desenvolvimento de uma obra, é muito importante para o aluno ter assim uma visão real de como é o trabalho da engenharia. Muitos são os aprendizados no período de estagio, ter uma visão do trabalho sendo realizado, os projetos ganhando formas, aprendendo a contornar problemas durante a execução da obra que podem atrapalhar o cronograma da obra, com tipos de situação que só se aprende a lidar vivendo, faz o aluno ter uma melhor noção prática de como irá lidar com as mais diversas situações na execução de uma obra.
5 CONSIDERAÇÕES FINAIS
O estágio supervisionado no SEMAE, em específico setor Controle ás Perdas de Água, contribui para formação profissional nos seguintes aspectos:
Permite visualizar de forma prática a teoria abordada em sala de aula. Propicia vivência de situações reais de aplicação dos conhecimentos adquiridos, para que sejam analisados, criticados, avaliados e planejados com ações coerentes com a realidade profissional;
Acrescenta uma experiência profissional relativo a rotinas administrativas de um sistema de água e esgoto, apresentando noções de controle de obra e acompanhamento físico do desenvolvimento da mesma.
Acompanhar as rotinas das obras contribui de forma significativa para formação de um bom profissional, trazendo uma visão holística da organização e do mercado, ajudando na tomada de decisões, agregando conhecimentos das diversas formas, ensinando a importância do trabalho em equipe e a valorização do capital humano.
REFERÊNCIAS
INTERNET 
SEMAE PIRACICABA: SERVIÇO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTO, História. Disponível em: <http://www.semaepiracicaba.sp.gov.br>. Acesso em: 06 de setembro de 2018.
AGÊNCIA BACIAS PCJ, Plano de Bacias. Disponível em: <http://www.agencia.baciaspcj.org.br>. Acesso em: 06 de setembro de 2018.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.