RESPOSTA DISCURSIVA 2
2 pág.

RESPOSTA DISCURSIVA 2


Disciplina<strong>análise de Custos</strong>15 materiais137 seguidores
Pré-visualização1 página
PROVA DISCURSIVA 2 \u2013 ANÁLISE DE CUSTOS
O Mark-up é um índice que relaciona o custo de produção e distribuição de um bem ou serviço e seu preço de venda, ou seja, é um percentual multiplicador ou divisor aplicado diretamente sobre o custo unitário do produto. Através dele é possível determinar o valor que cobre todos os gastos fixos e variáveis para a produção do produto vendido, garantindo assim, a margem de lucro pretendida. 
Para realizar o Mark-up alguns elementos são essenciais, tais como: 
Margem de Contribuição: é a parcela do preço de venda que resta para cobrir os custos e despesas fixas, ou seja, é a sobra da receita para pagar esses custos fixos e as despesas fixas e conseqüentemente verificar se a empresa obteve lucro ou prejuízo. É calculado utilizando a seguinte fórmula: 
Margem de contribuição = valor da receita \u2013 (custos variáveis + despesas variáveis).
Despesas operacionais: são as despesas fixas e indiretas. Podemos citar as despesas administrativas com vendas.
Despesas tributárias: são os impostos devidos as autarquias Federais, Estaduais e Municipais, Exemplo: IRPJ, CSLL, PIS, COFINS, ISS.
Custos Fixos: são custos que não variam independente do volume de produção ou serviços prestados, são os custos existentes mesmo que a empresa não tenha auferido nenhuma receita, mesmo sem produzir nada, o custo deve ser pago, tais como, água, luz, telefone, aluguel, salários.
Custos Indiretos: são os custos que não estão ligados diretamente com a produção, geralmente são os custos dos setores de suporte à produção e necessitam de sistemas de rateios para serem incorporados aos produtos.
Métodos de Custeio mais conhecidos: 
Por Absorção: considera para determinar o preço de venda o valor do consumo da matéria-prima e mão de obra direta e mais os custos indiretos de fabricação;
Por Variável/direto: utiliza a abordagem da margem de contribuição;
Por RKW: consiste na alocação de todos os gastos à unidade do produto, com a previsão de determinado volume de atividade industrial.
Por Custeio Padrão: é com base no custo, ou seja, o elemento central é a análise da rentabilidade e a lucratividade através do custo real.
Fonte:
STAUDT, Tarcísio, Análise de custos-Universidade Luterana do Brasil- Ed. Ulbra-Canoas: 2017
https://administradores.com.br/producao-academica/metodos-de-custeio-a-melhor-escolha-para-obtencao-de-lucro (acesso em 29/04/2019)
formação de preços de venda é com fundamento
no custo, ou seja, o elemento central é a análise da
rentabilidade e a lucratividade com base no custo real.