revisão Av1 psicologia e comportamento organizacional
22 pág.

revisão Av1 psicologia e comportamento organizacional


DisciplinaPsicologia e Comportamento19 materiais92 seguidores
Pré-visualização2 páginas
REVISÃO AV1
DISCIPLINA: PSICOLOGIA E COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL
PSICOLOGIA E COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL
TÓPICO 1.1 \u2013CONCEITO E NOÇÕES GERAIS DE PSICOLOGIA
Questão 1 \u2013 O que é psicologia? 
Explicação: 
Psicologia é um ramo das ciências humanas que estuda o comportamento das pessoas, buscando analisar esse comportamento através dos processos mentais dos indivíduos, tais como emoção, percepção, inteligência, aprendizagem e sensação.
A palavra Psicologia é formada pelos termos gregos \u201cpsique\u201d (alma) e \u201clogos\u201d (conhecimento, estudo).
Os iniciadores do estudo da alma humana foram os filósofos gregos (Aristóteles, Sócrates e Platão, principalmente) e até meados do século XIX a Psicologia se confundia com a Filosofia, já que ambas buscavam as razões para o comportamento 
TÓPICO 1.1 \u2013CONCEITO E NOÇÕES GERAIS DE PSICOLOGIA
Questão 2 \u2013 Quando a Psicologia torna-se uma disciplina independente e se distanciando da Filosofia
Explicação: surgiu no final do século XIX quando Wilhelm Wundt criou o primeiro laboratório de psicologia em Leipzig, Alemanha. Wundt acreditava que sujeitos treinados adequadamente poderiam identificar precisamente os processos mentais que acompanhavam sentimentos, sensações e pensamentos. Logo, porém, começam a surgir diferentes correntes teóricas. As primeiras foram o Funcionalismo (queria saber como funciona a mente e como o homem a utiliza para adaptar-se ao ambiente, o Estruturalismo (buscava explicar o comportamento através do sistema nervoso central e o Associacionismo( queria provar que o homem aprende através do processo de associação de ideias).
TÓPICO 1.1 \u2013CONCEITO E NOÇÕES GERAIS DE PSICOLOGIA
Questão 3 \u2013 Qual a diferença entre instituição, organização e grupo?
Explicação: A instituição é uma estrutura reguladora, que estabelece sentido para o comportamento da sociedade em geral, ou seja, trata-se de um guia ético e moral necessário para que as pessoas convivam com regras. A organização, no contexto social, reproduz as ideias das instituições, ou seja, é o local de prática das normas institucionais. O grupo é um elemento complementar da dinâmica social. A função do grupo é seguir as regras e promover os valores institucionais, podendo reproduzir ou reformular estas regras.
Questão 4-Quais as áreas de influência da Psicologia Organizacional?
Explicação: 
No início, seleção de funcionários e construção de testes.
Engenharia \u2013 Frederick Taylor com a Administração Científica
Elton Mayo \u2013 Experiência de Howthorne: Grupos informais
TÓPICO 1.2 \u2013 DESAFIOS E OPORTUNIDADES NO CAMPO DO COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL
Questão 5 \u2013 Quais são os desafios e oportunidades no campo do comportamento organizacional?
Explicação: O campo de estudo da Psicologia: ciência do comportamento humano, que lida com as relações interpessoais (entre no mínimo duas pessoas) e com as relações intrapessoais (o sujeito com ele mesmo). Estas relações humanas estão presentes em vários contextos do ambiente de trabalho, podendo trazer benefícios para o crescimento da empresa desde que bem trabalhadas.
Questão 6 - Quais são os desafios?
Explicação: É necessário aprender a lidar com situações como estas:
Administração das pessoas em época de crise
Globalização
Administração da diversidade
Melhoria no atendimento ao cliente.
TÓPICO 1.3 \u2013 AS VARIÁVEIS DEPENDENTES E INDEPENDENTES
Questão 7 \u2013 O que são variáveis dependentes e independentes?
Explicação: Uma variável é qualquer evento, situação ou comportamento que possui valores. A variável dependente é o elemento que se pretende explicar ou fazer uma previsão. No contexto organizacional, as variáveis dependentes mais relevantes para o estudo do comportamento humano são: produtividade; absenteísmo; rotatividade; desvios de comportamento no ambiente de trabalho; cidadania organizacional e a satisfação no trabalho. As variáveis independentes são as supostas causas ou determinantes das variáveis dependentes. As variáveis independentes podem ser classificadas em três níveis: variáveis do indivíduo (questões individuais que influenciam no ambiente de trabalho); variáveis do grupo (a influência da dinâmica dos grupos no comportamento dos indivíduos); e variáveis do sistema organizacional (como a organização influencia em diversas questões do comportamento humano). 
TÓPICO 2.1 \u2013 DIVERSIDADE NAS ORGANIZAÇÕES
Questão 8 - Como a diversidade é entendida no ambiente organizacional?
Explicação: a diversidade da força de trabalho consiste nas características pessoais que diferenciam uma pessoa das outras. Ela pode ser dividida em dois níveis: superficial, que são os aspectos facilmente identificáveis, como idade, sexo, etnia etc.; e profundo, que são as diferenças que não podem ser inicialmente observadas, como crenças e valores. É necessário aprender a conviver com as diferenças da melhor forma possível, para garantir a produtividade.
Questão 9 - Quais os aspectos relevantes das características demográficas?
Explicação: A idade (pessoas mais velhas apresentam menor rotatividade no emprego, sexo (não há diferença em termos de desempenho, etnia (disparidades em relação a inserção dos negros no mercado de trabalho), portadores de deficiências ( cotas).
TÓPICO 2.1 \u2013 DIVERSIDADE NAS ORGANIZAÇÕES
Questão 10 \u2013 Como implantar estratégias na gestão da diversidade?
Explicação: 
Através do recrutamento de pessoas com características diferentes. Durante a seleção de novos funcionários, os representantes da empresa devem utilizar critérios objetivos e imparciais, considerando apenas as capacidades e habilidades dos funcionários. Também com o trabalho em grupo, treinamento com gerentes etc.
TÓPICO 2.2 \u2013 ATITUDES, EMOÇÕES, SENTIMENTOS, PERSONALIDADE, PERCEPÇÃO E VALORES.
Questão 11 \u2013 Qual a diferença entre emoções e sentimentos?
Explicação: As emoções são sentimentos intensos direcionados a alguém ou a alguma coisa. Ocorre a partir de uma experiência afetiva que vem à tona pode ser desencadeada por um objeto ou a um estímulo proveniente do meio. O sentimento é uma grande variedade de sensações que as pessoas experimentam. 
As emoções e os sentimentos têm uma relação muito próxima com a aprendizagem, pois podem interferir nas funções ligadas ao raciocínio lógico e com o processo do aprender.
TÓPICO 2.2 \u2013 ATITUDES, EMOÇÕES, SENTIMENTOS, PERSONALIDADE, PERCEPÇÃO E VALORES.
Questão 12 \u2013 Como regular as emoções e sentimentos no ambiente de trabalho?
Explicação: Por meio do controle emocional (ou autocontrole), ou seja, das habilidades de lidar com as emoções e sentimentos, consegue-se manter as relações interpessoais.
Questão 13 - Quais as aplicações no comportamento organizacional?
Explicação:
Os conflitos no ambiente de trabalho
O estado emocional do funcionário influencia o atendimento ao cliente
Desvios de comportamentos no ambiente de trabalho (falhas na produtividade, roubos e destruição do patrimônio da empresa, agressões pessoais etc.)
TÓPICO 2.2 \u2013 ATITUDES, EMOÇÕES, SENTIMENTOS, PERSONALIDADE, PERCEPÇÃO E VALORES.
Questão 14 \u2013 O que é percepção e quais os fatores que a influenciam?
Explicação: Processo pelo qual os indivíduos organizam e interpretam suas impressões sensoriais com a finalidade de dar sentido ao seu ambiente. O comportamento das pessoas baseia-se em sua percepção da realidade, não na realidade em si.
Ela é influenciada por fatores externos: intensidade (som) , contraste (sinal de transito), movimento, incongruência (algo diferente) e fatores internos: motivação e interesse (futebol), estado emocional (dia ensolarado), diferenças individuais e preconceito.
TÓPICO 2.2 \u2013 ATITUDES, EMOÇÕES, SENTIMENTOS, PERSONALIDADE, PERCEPÇÃO E VALORES.
Questão 15 \u2013 Qual a diferença entre percepção e sensação?
Explicação: A sensação é a capacidade de captar os estímulos oriundos do meio externo, pelos órgãos dos sentidos: visual, auditivo, tátil, olfativo e gustativo. A percepção, é \u201co processo pelo qual classificamos e interpretamos estímulos, ou seja, é o interpretar da sensação, anexando outras