A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
29 pág.
Sistemas de Impermeabilização

Pré-visualização | Página 1 de 6

14/08/2019
1
SISTEMAS DE IMPERMEABILIZAÇÃO
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O
SUMÁRIO
■ Conceitos
■ Importância
■ Normatização
■ Condições da Base (substrato)
■ Componentes dos sistemas de impermeabilização
■ Classificação dos sistemas de impermeabilização
■ Teste de estanqueidade
■ Tratamento das interfaces com as instalações
■ Principais utilizações
■ Novas tecnologias
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O ■ Propriedade de um elemento (ou de um conjunto de componentes)
de impedir a penetração ou passagem de fluidos através de si.
■ Sua determinação está associada a uma pressão limite de utilização
(correlacionada com as condições de exposição do elemento).
ESTANQUEIDADE
■ A água é o principal fluido
atuante nas edificações.
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O ■ A água pode vir a atuar nas edificações por diversas formas:
ESTANQUEIDADE
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O Como proteger as
edificações da água ?
Evitando o contato.
Permitindo o contato, mas impedindo
sua penetração.
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O ■ Detalhes construtivos de fachadas
■ Rebaixamento de lençol freático
■ Uso de barreira dupla
● Paredes e esquadrias duplas
● Blocos vazados
■ Coberturas inclinadas com beirais
SISTEMAS PARA EVITAR O CONTATO DA ÁGUA
1 2
3 4
5 6
14/08/2019
2
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O
SISTEMAS PARA EVITAR O CONTATO DA ÁGUA
COBERTURAS INCLINADAS COM BEIRAS IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O
REBAIXAMENTO DE LENÇOL FREÁTICO
SISTEMAS PARA EVITAR O CONTATO DA ÁGUA
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O
PAREDES DUPLAS
SISTEMAS PARA EVITAR O CONTATO DA ÁGUA
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O
DRENOS
SISTEMAS PARA EVITAR O CONTATO DA ÁGUA
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O
SISTEMA PARA PERMITIR O CONTATO DA ÁGUA
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O ■ Conjunto de operações e técnicas construtivas que objetivam
proteger a construção contra a ação deletéria de fluidos, vapores e
umidade.
IMPORTÂNCIA
EQUIVALE A APROXIMADAMENTE 3% 
DO CUSTO TOTAL DO 
EMPREENDIMENTO
7 8
9 10
11 12
14/08/2019
3
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O
NORMATIZAÇÃO
Existem diversas Normas Brasileiras (NBR’s) publicadas pela Associação
Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) relacionadas a
impermeabilização.
■ ABNT NBR 9575 – Impermeabilização – seleção e projeto
■ ABNT NBR 9574 – Execução de impermeabilização
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O
INDICAÇÃO
■ A impermeabilização se faz necessária nas áreas molhadas e
molháveis da edificação.
Qual a diferença entre área 
molhada e área molhável?
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O
INDICAÇÃO
■ ÁREAS MOLHADAS: áreas da edificação cuja condição de uso e exposição
pode resultar na formação de lâmina d’água pelo uso normal a que o
ambiente se destina (ex: banheiro com chuveiro, área de serviço e áreas
descobertas).
■ ÁREAS MOLHÁVEIS: áreas da edificação
que recebem respingos de água
decorrentes de sua condição de uso e
exposição e que não resulte na formação
de lâmina de água pelo uso normal a que
o ambiente se destina (ex: banheiro sem
chuveiro, lavabo, cozinha e sacada
coberta) IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O
DEFINIÇÃO
■ Conjunto de camadas aplicadas sobre uma superfície, envolvendo
determinada tecnologia construtiva, com a função de garantir o
desempenho do elemento quanto a estanqueidade à água.
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O
CONDIÇÕES DA BASE (substrato)
A BASE não faz parte do Sistema de impermeabilização, mas possui
responsabilidade na definição de algumas exigências do sistema de
impermeabilização, que são em função:
■ do grau de fissuração;
■ da deformabilidade em função das cargas;
■ da Movimentação térmica;
■ da Geometria. Bases com diferentes características 
exigem diferentes sistemas de 
impermeabilização
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O Necessita obrigatoriamente da conclusão prévia dos serviços de:
■ alvenaria;
■ instalações hidráulicas;
■ instalações elétricas;
■ Revestimentos, em argamassa, de paredes;
■ chumbamento dos tubos passantes pela laje.
CONDIÇÕES DA BASE (substrato)
13 14
15 16
17 18
14/08/2019
4
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O
COMPONENTES DOS SISTEMAS DE IMPERMEABILIZAÇÃO
Os sistemas de impermeabilização dos pisos do pavimento-tipo são
constituídos por diversos componentes, que, para maior simplificação,
são tratados como camadas.
■ Camada de regularização;
■ Pintura primária ou Camada de separação inferior;
■ Camada impermeável;
■ Camada de separação superior;
■ Camada de proteção mecânica.
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O
Camadas genéricas de um sistema de impermeabilização dos pisos do pavimento-tipo 
COMPONENTES DOS SISTEMAS DE IMPERMEABILIZAÇÃO
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O Camada normalmente de argamassa, cujas funções são:
■ Corrigir irregularidades das superfícies em contato com a
impermeabilização:
− Horizontais (lajes)
− Verticais (paredes)
■ A inclinação horizontal deve ser no mínimo de 1% em direção aos
coletores de água. Para calhas e áreas internas é permitido o
mínimo de 0,5%;
■ Cantos e arestas devem ser arredondados.
CAMADA DE REGULARIZAÇÃO
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O EXECUÇÃO
■ Corrigir eventuais falhas de concretagem;
■ Remover as partes soltas;
■ Providenciar a limpeza da superfície, removendo o excesso de concreto,
massa, poeira, etc...
■ Utilizar de argamassa traço 1:3 em volume de cimento e areia com
granulometria até 3 mm sem aditivos impermeabilizantes;
■ Executar taliscas para servirem de referência à execução das mestras;
■ Executar as mestras preenchendo o espaço entre elas;
■ Realizar acabamento desempenado;
■ Os vértices e cantos devem ser arredondados de 8 cm de raio;
■ O tempo de cura mínimo da argamassa deverá ser de 48 horas.
CAMADA DE REGULARIZAÇÃO
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O
CAMADA DE REGULARIZAÇÃO
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O Pintura primária em forma de película obtida por meio da
aplicação de um “primer” destinada a:
■ Melhorar a aderência;
■ Remover o pó da superfície.
CAMADA DE SEPARAÇÃO SUPERIOR
19 20
21 22
23 24
14/08/2019
5
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O Camada responsável pela estanqueidade, promovendo uma
barreira contra a passagem de fluidos, com uma ou mais
demãos.
CAMADA IMPERMEÁVEL
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O ■ Deve ser previsto nos planos verticais encaixe para embutir a
impermeabilização, para o sistema que assim o exigir, a uma altura
mínima de 20 cm acima do nível do piso acabado ou 10 cm do nível
máximo que a água pode atingir.
OBSERVAÇÃO
Nos boxes a elevação mínima
deverá ser de 40 cm.
CAMADA IMPERMEÁVEL
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O Camada com a função de evitar a aderência de outros
materiais sobre a camada impermeável.
■ Papel Kraft betuminado;
■ Lâmina plástica pré-formada.
CAMADA DE SEPARAÇÃO SUPERIOR
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O Camada com função de absorver e dissipar os esforços
atuantes sobre a camada impermeável, de modo a protegê-la
contra a ação deletéria destes esforços.
CAMADA DE PROTEÇÃO MECÂNICA
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O Tipos de proteção mecânica:
■ Argamassas
■ Concretos
■ Revestimentos nobres
CAMADA DE PROTEÇÃO MECÂNICA
IM
P
ER
M
EA
B
IL
IZ
A
Ç
Ã
O SIMPLES – primeira camada de proteção