Administração Direta
1 pág.

Administração Direta


DisciplinaAdministração112.599 materiais800.678 seguidores
Pré-visualização1 página


Administração Direta

O que é Administração Pública?

A administração pública no Brasil é divida nas vertentes administração pública direta e administração pública indireta. Nesse texto, conheceremos mais sobre a primeira, mas veremos a diferenciação entre as duas vertentes também.

A administração pública direta é encontrada, em toda sua composição, no artigo dezoito da constituição federal, que fala sobre a organização politico administrativa no Estado. Já a administração pública indireta é encontrada artigo trinta e sete, inciso dezenove, mas foi elaborada pelo decreto de lei duzentos de 1967.

Sobre a Administração Pública Direta

No artigo quarto da administração federal diz que a Administração Direta é formada pelos serviços integrados na estrutura administrativa da Presidência da República e dos Ministérios.

Quando acontece o chamado de descontração da administração pública, este evento abre portas para os órgãos que praticam a administração direta.

Porém, esta é uma definição muito fechada sobre o assunto, então o ideal é trabalhar o assunto de forma mais branda para o entendimento e absorção por completo.

Basicamente, o artigo dezoito irá informar que, a administração pública direta são entidades que formam a República Federativa do Brasil, sendo eles: união, estados, distrito federal e municípios.

Todo esse processo recebe o nome de Administração Pública Direta porque são órgãos que devem oferecer diretamente à sociedade tudo o que for serviço de necessidade ou serviço público para prover uma vida digna ao cidadão. Ou seja, a Administração pública direta recebe suas competências diretamente da própria Constituição Federal.

Pré-visualização de imagem de arquivo
Ilustração Administração Pública

Algumas características em comum da Administração Pública Direta

Primeiramente, todos que fazem parte dela são considerados entes políticos, isto é, são entidades dotadas de capacidades políticas. Então possuem capacidade na esfera que produz lei, normatizando e regulamentando em prol da sociedade como um todo. Então, em resumo, essa esfera presta serviços através da política e serve diretamente a sociedade.

Segundo fator em comum é que todos são pessoas jurídicas de direito público, ou seja, são regidas pelos princípios mais importantes do direito administrativo público que são: o princípio da supremacia do interesse público sobre privado e o princípio da indisponibilidade do interesse público. Se são de regime jurídico público, então, são de direito público. Assim, toda sua organização, seus servidores, as pessoas que fazem parte da sua composição são pessoas de esfera pública.

Outro fator incomum é que as entidades da Administração Pública Direta possuem autonomia política (como discutido acima), administrativa, isto é, podem se organizar da maneira que acharem mais adequada dentro de um bom senso e financeira, ou seja, realizam verificação das próprias contas, além de, obviamente, se subterrem a lei de responsabilidade fiscal.

Hierarquia.

É importante estabelecer que, entre essas entidades, não existe hierarquia nenhuma, ou seja, devemos olhar união, estado, distrito federal e munícipio como se estivessem lado a lado no poder hierárquico. Um só é maior que o outro na abrangência de suas normas ou atitudes, uma vez que, a união tem abrangência federal, o estado possui abrangência regional, distrito federal apresenta abrangência distrital e o município abrangência local. Então, fica claro que um ente possui autonomia perante ao outro e não autonomia maior que o outro, a prova disso é que, por exemplo, a união não pode revogar lei estadual ou vice-versa, o que existe é um processo de suspenso de eficácia da lei pelo motivo de interesses conflitantes ou divergentes.

Soberania.

No encontro desses quatro elementos é formado a soberania, isto é, a República Federativa do Brasil. Este sim, é o ente externo soberano que representa o Estado., ou seja, engloba tudo em sua representatividade, principalmente, perante outras entidades.

Administração Pública Direta versus Administração Pública Indireta.

A diferença é básica, mas muda todo o contexto da administração. Enquanto um recebe atribuição direta para exercer seu poder, o outro (administração pública indireta) não recebe tal demanda.

Pré-visualização de imagem de arquivo
Administração Pública direta e indireta