Lei da Oferta e Demanda
1 pág.

Lei da Oferta e Demanda


DisciplinaEconomia I34.442 materiais257.003 seguidores
Pré-visualização1 página

Lei da oferta e demanda


Conceitos introdutórios

Abaixo encontram-se alguns conceitos fundamentais para entender o seguinte texto e o assunto nele tratado.

1. Análise Microeconômica: Também denominada Teoria de Preços, a microeconomia estuda como consumidores e empresas comportam-se nos mercados específicos em que interagem.

2. Coeteris paribus: Corresponde a uma condição de mercado em que, para analisá-lo isoladamente, consideram-se constantes os outros mercados.


Introdução

A Lei da oferta e demanda é um tópico pertencente à análise microeconômica, a qual pressupõe-se estabelecida a hipótese do coeteris paribus. Consiste na relação entre o preço de algo ofertado e a demanda por ele existente.


Teoria da Demanda


Definição de demanda

A demanda, também denominada procura, representa quantitativamente os bens e serviços que os consumidores desejam adquirir num dado período. Esta depende de fatores como renda e gastos do consumidor, bem como os preços de mercado. Ressalta-se que a demanda não representa a compra efetiva, e sim a intenção de comprar, considerando as condições anteriormente citadas. Pelo fato de corresponder a um determinado período de tempo, a demanda é um tipo de fluxo.


Variáveis que afetam a demanda

A função matemática estabelecida para a demanda depende das seguintes variáveis: quantidade procurada do bem ou serviço, preço do bem ou serviço, preço dos bens ou serviços substitutos ou concorrentes, preço dos bens complementares, renda do consumidor e gostos, hábitos e preferências do consumidor. Estas características são consideradas as mais relevantes por afetarem a maioria dos mercados. Entretanto, o mercado de cada bem específico apresenta suas particularidades, tal que outras variáveis sejam relevantes para a análise, como por exemplo: localização dos consumidores e fatores sazonais e climáticos.


Preços relativos x preços absolutos

Na perspectiva da microeconomia, considera-se mais relevante os preços relativos das mercadorias do que os preços absolutos. Se o preço de um bem como por exemplo a margarina cai em 10% e o da manteiga também cai na mesma porcentagem, nada deve acontecer com a demanda de ambos os bens. Entretanto, se apenas o preço da margarina e o da manteiga continua constante, a demanda de margarina evidentemente aumenta e cai a demanda de manteiga, sem que haja alteração no preço absoluto desta.


Teoria da Oferta


Definição de oferta

A oferta representa a quantidade de bem ou serviço que os produtores ou vendedores têm a intenção de vender em determinado período. Da mesma maneira que na demanda, a oferta não representa a venda efetiva, e sim aquela de acordo com o planejamento.


Variáveis que afetam a oferta

A função matemática para a oferta de um bem ou serviço depende das seguintes variáveis: quantidade ofertada, preço do bem ou serviço, preço dos fatores e insumos de produção, preço de bens que sejam substitutos na produção, tecnologia e fatores climáticos ou ambientais. Da análise da função, conclui-se que ao aumentar o preço de um bem, as empresas são estimuladas a produzirem mais, considerando coeteris paribus, porque receita e lucro irão aumentar.


Lei da oferta e demanda


Definição

Define-se como a lei da oferta e da demanda o mecanismo de preços por meio do qual consumidores e empresas estabelecem uma situação de equilíbrio no mercado.


O equilíbrio de mercado

A imagem a seguir mostra as curvas de oferta e procura de um bem ou serviço qualquer. O ponto de equilíbrio é representado pela intersecção das curvas e é caracterizado pela sua unicidade. Corresponde ao caso em que a quantidade que os consumidores desejam comprar é exatamente igual à que os produtores querem vender. No gráfico, o preço está representado pelo eixo y e quantidade pelo eixo x. A reta S corresponde à oferta e a curva D, à demanda.



HTML image 0
Equilíbrio de mercado


Funcionamento do mecanismo

A lei da oferta e da procura é um mecanismo que leva à situação de equilíbrio espontaneamente, cujo processo ocorre da seguinte maneira: quando há excesso de oferta, há acúmulo de estoque não planejado, fato que leva à diminuição de preços devido à competição pelos escassos consumidores; quando há excesso de demanda, há elevação dos preços porque os consumidores estarão dispostos a pagar mais pelos produtos escassos.

Dessa maneira, há uma tendência natural ao equilíbrio, situação que garante que os planos dos compradores e dos vendedores sejam consistentes entre si, eliminando a existência de filas e estoques indesejados.


Diagrama-resumo



HTML image 1
Oferta e demanda