A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

Pré-visualização | Página 1 de 3

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
1. O PRONERA – Programa de Educação na Reforma Agrária possui como objetivo levar a educação formal para as comunidades dos assentamentos agrários. É importante ressaltar que este programa atinge a clientela na EJA ao técnico-profissionalizante. Assim sendo, escreva uma redação com o tema: A IMPORTÂNCIA DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO NA REFORMA AGRÁRIA AOS MEMBROS DESTE GRUPO.
RESPOSTA ESPERADA: O programa de educação na Reforma Agrária é de grande importância para estas comunidades, pois dão a estas a possibilidade de mudança de escolaridade, melhoria em sua qualidade de vida e melhorias em seu entorno. Estas comunidades, devido à distância territorial, passam a receber estes programas como meio de minimizar as deficiências relacionadas aos níveis de escolaridade, saúde e economia.
Com este programa, ocorreu uma elevação nos números relacionados aos educadores formados  até 2009, que se encontra em elevação desde a formação junto às séries iniciais nas escolas rurais até a formação superior. 
Desta forma, podemos perceber que os programas relacionados a esta clientela estão auxiliando no desenvolvimento e crescimento coletivo destas comunidades.
2. A Educação de Jovens e Adultos surge em nosso meio logo depois da 2ª Guerra Mundial, onde milhares de homens nas mais diversas faixas etárias necessitavam de formação e a busca, em muitos casos, da alfabetização na maior idade. Desenvolveu-se um programa no qual se buscava promover a esta clientela seus direitos de uma vida digna e de obtenção do conhecimento. Assim, observe a imagem a seguir e pontue algumas das causas que não auxiliam na formação adequada desta clientela, sendo que o que ocorre ainda é uma educação meramente formadora.
FONTE IMAGEM: Disponível em: <https://www.google.com.br/search?q=IMAGEM+a+ESCOLA+N%C3%83O+LEVA+EM+CONTA+AS+DIFEREN%C3%87AS&tbm=isch&imgil=fn72tbo1n0asuM%253A%253Bhttps%253A%252F%252Fencrypted>. Acesso em: 31 jul. 2014.
RESPOSTA ESPERADA: Por muito tempo, os alunos da EJA continuam sendo colocados em uma mesma forma e recebem o mesmo tratamento que as crianças recebem no Ensino Fundamental. A EJA, em muitos casos, ainda não se percebe como um espaço onde a organização do espaço físico e ação pedagógica necessitam ser diferenciados; levando em conta a regionalidade, suas  diferenças. 
A mobilidade dos ambientes de aula, sendo os mesmos em que são atendidas as crianças, não oferece acomodações adequadas aos sujeitos que integram as turmas de EJA.
As diferenças apresentadas pelos sujeitos da EJA são desconsideradas no atendimento pedagógico oferecido na EJA, que é igual para todos. Estes certamente são aspectos que somam para a evasão da Educação de Jovens e Adultos.
03. As metodologias andragógicas auxiliam o processo de aprendizagem. Elas estão subdivididas em: aprendizagem autodirecionada, representada por Knowles e Rogers, aprendizagem transformadora, sob os estudos de Mezirow. Nesse aspecto, disserte sobre a aprendizagem autodirecionada e aprendizagem transformadora.
RESPOSTA ESPERADA: A aprendizagem autodirecionada está centrada no aprendiz, no estímulo às descobertas por meio de debates e vivências significativas. Baseia-se numa formação cidadã, desenvolvendo no educando a capacidade de pensar, criar, argumentar.
A aprendizagem transformadora objetiva a mudança no indivíduo, sua evolução pessoal e sua percepção de mundo. Os riscos e o erro são valorizados como mola propulsora da transformação e amadurecimento. O docente, nesse contexto, deve respeitar os limites do aluno, sem interferir em suas escolhas, contribuindo positivamente.
04. Dados do IBGE apontaram em 2013 que o Brasil atingiu 13 milhões de analfabetos com 15 anos ou mais - número de pessoas que ultrapassa a população da cidade de São Paulo (11,8 milhões), representando 8,3% do total de habitantes do país. Embora abrigue 36 milhões de crianças no Ensino Fundamental, o quadro socioeducacional seletivo continua a reproduzir excluídos dos Ensinos Fundamental e Médio, mantendo adolescentes, jovens e adultos sem escolaridade obrigatória completa. Nesse aspecto, o Parecer CEB nº 11/2000 aponta como funções da EJA atuar de forma reparadora, equalizadora e qualificadora. Nesse contexto, escreva uma redação com o tema: A RELEVÂNCIA DAS TRÊS FUNÇÕES DA EJA PARA PROMOVER UMA EDUCAÇÃO PARA TODOS.
RESPOSTA ESPERADA: A função reparadora se refere ao acesso e ao direito à educação, defendendo o acesso de inúmeras pessoas que não tiveram uma adequada correlação idade/ano escolar em seu itinerário educacional e nem a possibilidade de prosseguimento de estudos.
A função equalizadora permite oportunidade para todos, estabelecendo compromisso de efetivar um percurso de desenvolvimento de todas as pessoas, de todas as idades. Nela, adolescentes, jovens, adultos e idosos poderão aperfeiçoar conhecimentos, desenvolver habilidades, trocar experiências e ter acesso aos diferentes ambientes de trabalho e cultura.
A função qualificadora promove uma educação em caráter permanente que objetiva uma atualização de conhecimentos por toda a vida, sendo, também, um desafio para as instituições de ensino e pesquisa no sentido da produção adequada de material didático que seja permanente enquanto processo, mutável na variabilidade de conteúdos e contemporânea no uso de e no acesso a meios eletrônicos da comunicação.
Essa tríade substitui a visão de uma EJA assistencialista e compensatória, estampada em campanhas de alfabetização, embora ainda se perpetuem essas práticas.
05. As Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos foram instituídas a partir da Resolução nº 1/2000 do CNE/CEB. Esta resolução traz em seus escritos a importância da identidade da EJA, que busca fortalecer e clarear questões relacionadas a esta temática. Escreva uma redação com o tema: A IDENTIDADE DA EJA E SUAS PRINCIPAIS AÇÕES.
RESPOSTA ESPERADA: No que diz respeito à identidade da EJA, podemos citar que o acesso ao Ensino Fundamental e Médio se dará aos jovens com mais de 14 anos e 17 anos, respectivamente, dando limites; deixa de ser chamado de Ensino Supletivo para “Educação de Jovens e Adultos”; deixa de ser considerado um subsistema de ensino para ser considerado parte essencial da educação básica. Outros pontos a serem ressaltados são: a formação adequada aos profissionais que atuam nesta modalidade; a busca de contextualização curricular; e determinam as três funções para a modalidade de Educação de Jovens e Adultos, que são: reparadora, equalizadora e qualificadora.
06. A Campanha de Educação de Adolescentes e Jovens possuía como objetivo estimular os pais para despertar neles o interesse aos estudos e chegar até as crianças, aumentando o número de matrículas no ensino primário. O sujeito analfabeto, nestes momentos históricos, não era visto de forma coerente. Então, de que forma era visto este indivíduo?
RESPOSTA ESPERADA: Os sujeitos não eram vistos de maneira adequada nesta campanha, os quais eram considerados um ser impossibilitado de seguir seus caminhos profissionalmente, não possuindo rendimento adequado nos processos de ensino, sendo um ser oprimido no seu trabalho. Outro ponto a ser ressaltado nesta visão do analfabeto é que este, não tendo conhecimentos, acabava sentindo-se um adulto-criança, pois a falta de condição de tomada de decisão fica em segundo plano. No entanto, a partir do momento em que busca a alfabetização, o indivíduo passa a ver-se como sujeito de sua história, podendo assim ter voz e vez dentro  da sociedade, na busca de melhores condições de trabalho.
07. Entende-se por aprendizagem um conjunto de habilidades que sofrem transformações podendo ser melhoradas e desenvolvidas conforme o amadurecimento do indivíduo e seu aperfeiçoamento. Referente às habilidades mencionadas no Diagnóstico de Competências idealizado por Knowles (2009), descreva quais correspondem ao Educador de Adultos.
FONTE: KNOWLES, Malcolm S. et al. Aprendizagem de resultados: uma abordagem prática para aumentar a efetividade

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.