A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
65 pág.
concurso

Pré-visualização | Página 13 de 34

podem proceder à busca 
e apreensão de equipamentos e mídias que possam estar 
ligados a um caso qualquer. A observação a certos 
procedimentos pode significar a diferença entre o sucesso 
e o fracasso da perícia a ser realizada. 
 
A expressão "ou ainda" liga argumentos que levam à 
mesma conclusão. 
 
3) (CESPE / UnB / Técnico Assistente de Nível Superior / 
2005) 
Por falta de peritos oficiais, as perícias criminais feitas, 
inicialmente, por pessoas nem sempre habilitadas, 
nomeadas peritos ad hoc, para cada caso. Mas, à medida 
que a demanda por essas perícias foi aumentando, houve a 
necessidade de se criar a carreira dos peritos oficiais. 
 
 “Mas” está sendo empregado apenas como 
elemento discursivo de realce, por isso se 
apresenta em início de um novo período. 
 O conector "à medida que" indica que o aumento das 
perícias de que trata o período anterior constitui a 
causa para a criação da carreira dos peritos oficiais 
e, nesse contexto, pode ser substituído por 
conquanto. 
 
4) (CESPE / UnB / Analista de controle externo – 2005) 
Não quero parodiar filósofos, não quero imitar 
Descartes, mas creio que hoje devemos dizer; "Eu estou no 
mercado, logo existo”. 
 
Uma outra forma de parodiar Descartes, sem subverter o 
sentido original do enunciado destacado, é: Estou no 
mercado, posto que existo. 
 
5) (CESPE/ UnB / Analista de controle externo – 2005) 
O dinheiro, mercadoria universal por excelência, 
produz uma nova metafísica da vida humana: alguns 
salários são irrecusáveis. Portanto certas ofertas, partindo 
de multinacionais capazes de concentrar capital suficiente 
para efetuá-las, selam o destino da vítima, assim como os 
desígnios de Deus determinaram o sacrifício do filho de 
Abraão. 
 
 
Fan Page: GRASIELA CABRAL -25- 
Dado o seu sentido explicativo, a conjunção "Portanto” 
poderia ser substituída pelo conector Porquanto, sem 
prejuízo da coerência do texto. 
 
6) (CESPE / UNB / IEMA / SUPERIOR / 2007) Esses 
organismos quebram alguns compostos diretamente em 
dióxido de carbono (CO2), mas outros produtos químicos 
permanecem no meio ambiente por anos, absolutamente 
intocados. 
O conector “mas” introduz, no período, uma oração de 
sentido explicativo. 
 
7) (CESPE / UNB / TJ / Técnico / 2008) Só assim o Brasil 
poderá sair da situação paradoxal em que se encontra — as 
empresas precisam ampliar seus quadros de trabalhadores, 
mas não encontram pessoas preparadas entre milhões de 
desempregados. 
 
A palavra “mas” pode, sem prejuízo para as informações do 
texto, ser substituída por qualquer um dos seguintes: 
porém, entretanto, no entanto, todavia. 
 
8) (CESPE / UNB / FUB / 2008) Não riam da Betty, ela é 
uma garota que quer saber direito as coisas. Querida, eu 
nunca vi carne de zebra no açougue, mas posso garantir 
que não é listrada. 
 
Com o emprego do “mas” o autor apresenta dois fatos 
entre os quais há relação de adversidade. 
 
9) (CESPE / UNB / SGA / SUPERIOR / 2008) Sua sentença 
foi muito elogiada. Contudo, o governo estadual anunciou 
que irá recorrer ao Tribunal de Justiça, sob a alegação de 
que, se os estabelecimentos penais não puderem receber 
mais presos, os juízes das varas de execuções não poderão 
julgar réus acusados de crimes violentos, como homicídio, 
latrocínio, sequestro ou estupro. 
 
O emprego da conjunção “Contudo” estabelece uma 
relação de causa e efeito entre as orações. 
 
10) (CESPE / UNB / SGA / SUPERIOR / 2008) Eu esperava o 
fim da tarde com ansiedade; mal escurecia, entrava no 
camarote para ler, mas ficava pensando nos dois... 
A correção gramatical do texto seria mantida se a vírgula 
empregada antes da conjunção “mas” fosse omitida. 
 
11) (CESPE / PF / AGENTE / 2009) A visão do sujeito 
indivíduo — indivisível — pressupõe um caráter singular, 
único, racional e pensante em cada um de nós. Mas não há 
como pensar que existimos previamente a nossas relações 
sociais: nós nos fazemos em teias e tensões relacionais que 
conformarão nossas capacidades, de acordo com a 
sociedade em que vivemos. 
 
Ao ligar dois períodos sintáticos, o conectivo “Mas” 
introduz a oposição entre a ideia de um sujeito único e 
indivisível e a ideia de um sujeito moldado por teias de 
relações sociais. 
 
12) (CESPE / IRB / 2009) A medida, que foi acompanhada 
por países fora do cartel, não conseguiu, no entanto, 
segurar o preço da commodity, que caiu abaixo dos US$ 40. 
O termo “no entanto” pode, sem prejuízo para a correção 
gramatical do período e sem alteração das informações 
originais, ser substituído por qualquer um dos seguintes: 
porém, contudo, conquanto, contanto que. 
 
13) (CESPE / UNB / ANTAQ / 2009) No mundo moderno em 
que vivemos, é certamente difícil reconstituir as sensações, 
as impressões que tiveram os primeiros homens em contato 
com a natureza. 
Devido à função que exerce na oração, a vírgula 
empregada depois de “sensações” poderia ser substituída 
tanto pela conjunção e como pela conjunção ou, sem 
prejudicar a correção gramatical ou a coerência do texto. 
 
14) (CESPE / UNB / TRT / SUPERIOR / 2008) 
Contra os três primeiros meses de 2007, quando foram 
criadas 399 mil vagas (recorde anterior), segundo 
informações do MTE, o crescimento no número de 
empregos formais criados foi de 38,7%. 
 
“Esse primeiro trimestre, como dizem meus filhos, 
bombou”, afirmou o ministro do Trabalho a jornalistas. 
 
É um erro imaginar que há inflação no Brasil. 
 
O ministro avaliou, entretanto, que o impacto maior se 
dará nas operações de comércio exterior. Isso porque a 
decisão sobre juros tende a trazer mais recursos para o 
Brasil e, com isso, pressionar para baixo o dólar. 
 
As conjunções destacadas nos trechos a seguir estão 
associadas a uma determinada interpretação. Assinale a 
opção que apresenta trecho do texto seguido de 
interpretação correta da conjunção destacada. 
 
Fan Page: GRASIELA CABRAL -26- 
(A) “quando foram criadas 399 mil vagas” – 
proporcionalidade 
(B) ‘como dizem meus filhos’ – comparação 
(C) ‘É um erro imaginar que há inflação no Brasil’ – 
consequência 
(D) “O ministro avaliou, entretanto, que o impacto maior” 
– oposição 
(E) “Isso porque a decisão sobre juros tende a trazer mais 
recursos para o Brasil” – conclusão 
 
15) (CESPE / UNB / IBAMA / 2009) O crime, cometido por 
uma dupla de fazendeiros, foi punido com uma sentença de 
19 anos de cadeia para cada um. Faltava reparar a injustiça 
cometida pelos militares. E ela veio na quarta-feira 10, no 
palco do Teatro Plácido de Castro, em Rio Branco, na forma 
de uma portaria assinada pelo ministro da Justiça, Tarso 
Genro. 
A conjunção “E”, por ter, no período, valor adversativo, 
pode ser substituída pela conjunção Mas, sem prejuízo 
para as informações do texto. 
 
16) (CESPE / UNB / FUB / 2009) O cão e a árvore também 
são inacabados, mas o homem se sabe inacabado e por isso 
se educa. 
A função da conjunção “mas” é a de ligar orações que 
opõem o fato de que o homem tem consciência de ser 
inacabado ao fato de animais e vegetais, também 
inacabados, não terem essa consciência. 
 
17) (CESPE / UNB / DELEGADO SUBSTITUTO / RN / 2009) 
O presidente norte-americano busca o governo soviético na 
esperança de convencê-lo de que o evento foi um acidente 
e, por isso, não deveria haver retaliação.A expressão “por 
isso” foi empregada com o sentido concessivo.