aula 2
17 pág.

aula 2

Pré-visualização1 página
Resistencia Aplicada
Aula 02
Prof. Cristiane R. M. Vasconcelos
Torçao
Figura 11 apresenta a aplicação de uma força em uma manivela,
gerando um torque no eixo.
T = F . d
Potência (P) 
Potência se define como a realização de um trabalho na
unidade de tempo.
Como Trabalho = Força . Deslocamento (S).
P = Trabalho
Tempo
P = F x d
t
Potência (P) 
Mas V = S / T, portanto, pode-se concluir que:
Nos movimentos circulares escreve-se que:
Onde: P = Potência.
Ft = Força Tangencial.
Vp = Velocidade periférica.
P= F x V 
P = Ft. Vp
Torção
Resultante de um sistema de forças
Unidades de Potência: 
>Sistema Internacional (S.I). \ud835\udc43 = \ud835\udc41 . \ud835\udc5a \ud835\udc60 \ud835\udc4a (\ud835\udc4a\ud835\udc4e\ud835\udc61\ud835\udc61)
>Outras unidades: 
Cavalo Vapor - 1CV = 735,5W. 
Horse Power \u2013 1HP = 745,6W. 
P= N.m/s = W (Watt)
Torção
Velocidade periférica ou tangencial (Vp).
Como o torque:
Velocidade angular (\u3c9).
Vp = \u3c9.r P = Ft.\u3c9.r
T = Ft.r P = T.\u3c9
\ud835\udf14 = 2 \ud835\udf0b \ud835\udc53 P = T.2\ud835\udf0b\ud835\udc53
Torção
Como Frequência ( f ) e Rotação (n).
Então:
\ud835\udc53 = \u3c9 (Hz) 
2\ud835\udf0b
n = 30\u3c9 (rpm)
\ud835\udf0b
P = T.\u3c9.2\ud835\udf0b.n
60
P = \ud835\udf0b.T.n
30
Tensão de Cisalhamento na 
Torção (\u3c4)
para p = 0 \u3c4 = 0
para \u3c1 = r
0 < r < \u3c1
\u3c4MÁX = T.r
Jp
\u3c4 = T.\u3c1
Jp
Tensão de Cisalhamento na 
Torção (\u3c4)
Pela definição de módulo de resistência polar, sabe-se que:
Sendo:
\u3c4MÁX = Tensão máxima de cisalhamento na torção. (Pa, ...)
T = Momento Torçor ou Torque. (N.m, ...)
Jp = Momento Polar de Inercia. (m4, ...)
r = Raio da seção transversal. (m, ...)
Wp = Módulo de resistência polar da seção transversal. (m³)
\u3c4MÁX = T
Wp
Wp = Jp
r
Distorção (\u3b3)
\u3b3 = Distorção. (rad)
\u3c4 = Tensão atuante. (Pa)
G = Módulo de elasticidade
transversal do material. (Pa)
\u3b3 = \u3c4 .
G
Ângulo de torção (\u3b8)
O deslocamento do ponto A para uma posição A', descrito na
distorção, gera, na secção transversal da peça, um ângulo torção
(e) que é definido através da fórmula.
\u3b8 = Ângulo de torção. (rad)
T = Momento Torçor ou Torque.
(N.m) Jp = Momento Polar de Inercia. (m4)
L = Comprimento da peça. (m)
G = Módulo de elasticidade
transversal do material. (Pa)
\u3b8 = T.L .
Jp.G
Exemplos
1) O eixo mostrado na figura está apoiado em dois mancais e
sujeito a três torques. Determine a tensão de cisalhamento
desenvolvida nos pontos A e B localizados na seção a-a do eixo.
Exemplos
2) O tubo mostrado na figura tem diâmetro interno de 80 mm e
diâmetro externo 100 mm. Se sua extremidade for apertada
contra o apoio em A usando-se uma chave em B, determine a
tensão de cisalhamento desenvolvida no material nas paredes
interna e externa ao longo da porção central do tubo quando são
aplicadas forças de 80 N à chave.
Exercícios
1) Um eixo é feito de uma liga de aço com tensão de
cisalhamento admissível \u3c4adm = 84 MPa. Se o diâmetro do eixo
for 37,5 mm, determine o torque máximo T que pode ser
transmitido. Qual seria esse torque máximo T\u2019 se fosse feito
um furo de 25 mm de diâmetro no eixo?
2) O tubo é submetido a um torque de 750 N.m. Determine a
parcela desse torque à qual a seção sombreada cinza resiste.
Exercícios
3) O eixo maciço de 30 mm de diâmetro é usado para transmitir
os torques aplicados às engrenagens. Determine a tensão de
cisalhamento máxima absoluta no eixo.
Exercícios
4) O elo funciona como parte do controle do elevador de um
pequeno avião. Se o tubo de alumínio conectado tiver 25 mm de
diâmetro interno e parede de 5 mm de espessura, determine a
tensão de cisalhamento máxima no tubo quando a força de 600 N
for aplicada aos cabos.