aula 3
12 pág.

aula 3

Pré-visualização1 página
Resistência dos Materiais 
Aula 03 \u2013 Unidade II 
Prof. Cristiane R. M. Vasconcelos 
Cisalhamento 
Definição 
Um elemento submete-se a esforço de cisalhamento quando sofre a 
ação de uma força cortante. 
Força Cortante 
A carga que atua 
tangencialmente sobre a área 
da seção transversal da peça. 
 
Tensão de cisalhamento 
\u2022 As Forças P e P\u2019 são aplicadas 
transversalmente ao membro AB; 
 
\u2022 Surgem forças internas, atuando na seção 
C, chamadas forças cortantes (V); 
 
\u2022 A distribuição das tensões de cisalhamento 
varia de zero na superfície da barra até um 
valor máximo no centro; 
 
\u2022 A distribuição das tensões de cisalhamento 
não pode ser assumida como uniforme. 
Tensão de cisalhamento \u3c4 
É a relação da intensidade da carga aplicada e a área da seção 
transversal sujeita a cisalhamento. 
 
 
 
Para o caso de mais de um elemento está submetido a 
cisalhamento: 
 
Deformação do cisalhamento 
Ao receber a carga cortante, o ponto C desloca-se para o ponto C\u2019, 
e o ponto D desloca-se para o ponto D\u2019, gerando um ângulo 
denominado DISTORÇÃO (\u3d2) 
 
 
 
TENSÃO NORMAL \u3c3 
TENSÃO DE 
CISALHAMENTO \u3c4 
Pressão de contato 
(esmagamento) \u3c3d 
No dimensionamento de juntas rebitadas, parafusadas, pinos, 
chavetas... Torna-se necessária a verificação da pressão de contato 
entre o elemento e a parede do furo na chapa. 
 
 
 
Cria um esforço de compressão no parafuso que pode acarretar no 
esmagamento do elemento e da parede do furo. 
 
 
Distribuição ABNT NB14 
As distâncias mínimas estabelecidas pela norma e que devem ser 
observadas no projeto de juntas são: 
 
 
 
 
 
\u2022 Regiões intermediárias: 
distância centro a 
centro = 3.d; 
\u2022 Distância lateral até o 
primeiro furo (sentido 
da força) = 2.d; 
\u2022 Distância lateral até o 
primeiro furo 
(perpendicular à força) 
= 1,5.d; 
 
 
 
 
 
 
Exemplos 
1 \u2013 Determine a tensão de 
cisalhamento que atua no 
plano A da figura. 
 
 
 
Até próxima aula!!!