Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Coccidiose

Pré-visualização | Página 1 de 1

Coccidiose
Introdução
É uma infecção parasitria 
(infecto-parasitaria), q atinge varias spp de animais.
Normalmente na avicultura ela 
causa, queda de produção, refugagem e queda no desempenho.
Etiologia
É um protozoário, conhecido 
como Eimeria, q parasita cel do epitélio intestinal, ou seja, é intracelular.
Tem reprodução sexuada (no 
intestino) e asexuada (meio externo e parte do intestino)
Resistente na sua forma de 
OOCISTO. 4 esporocistos c/ 2 esporozoitos.
Hospedeiro são merogonia e 
gametogonia de cel
No ambiente é esporogonia
Genero e localização.
Duodeno – E. acervulina, E. 
mivati, E. praecox, e E. hagani.
Jejuno-ileo – E. máxima e E. 
necatrix
Ileo – E. mitis e E. brunetti
Ceco – E. tenella
Transmissão
É através de alimento, H20, 
cama, meios mecânicos (homem), excretas e outros.
Algumas aves doentes e 
recuperadas, se tornam portadoras e eliminam os oocisto por alguns meses.
No galpão os oocistos podem 
permanecem por + de 1 ano.
Os oocistos são resistentes em 
solo úmido (local q tenha umidade) e são spp especifico.
Afeta + aves jovens.
Ciclo de vida das spp
E. acervulina – cerca de 5 days
E. mivati – cerca de 5 days
E. praecox – cerca de 4 days
E. máxima – cerca de 7 days
E necatrix – cerca de 7 days
E brunetti – cerca de 6 days
E tenella – cerca de 7 days
Sensibilidade e resistência
Ressistecia de forma q são 
impermeaveis a compostos químicos
Sensibilidade a gases como 02, 
NH3 e CO2
Sintomatologia 
E. tenella
Causa hemorragia, 
principalmente em local de ceco. O ceco pode estar distendido e c/ conteúdo caseoso.
E. acervulina
Pode ser isolada ou associada a 
E máxima. Atinge o duodeno.
Causa alta morbidade, porem 
c/ baixa mortalidade.
O animal aparenta perda de 
resistência (imussupressão), quena na produtividade e c/ diarreia profusa.
E. necatrix
É a + patogênica.Atige jejuno-
ileo e eventualmento os cecos.
Mortalidade em 5-7 days
É de processo crônico, 
causando diarréia, hemorragia e debilidade do lote.
E brunetti
Atinge o íleo, causando áreas 
necróticas, enterite catarral. Podendo ter exsudato sanguinolento na porção final do íleo e rarmente atinge a cloaca.
Considerada de patogenicidade 
elevada, mas tem pouca ocorrência.
E mitis
Normalmente esta associada a 
outras spp, é pouco patogênica. Na maioria das vezes esta associada a E acervulina.
Atnge íleo e ceco.
E máxima
Na maioria das vezes esta 
associada a E acervulina, atinge porção media-distal (jejujo-ileo). Ñ acomete o ceco.
E praecox
Atinge duodeno, onde produz 
muco e ñ causa lesão.
E mivati
Atinge duodeno, se assemelha a 
E acervulina. 
Tem diferençass de 
sensibilidade e resistência.
Tem vacina.
Diagnostico
É através da sintomatoligia 
externa de plumagem eriçada, excretas c/ sangue, alta mortalidade.
Exame clinico – esquizontes no 
intestino.
Atraves de analise de amostra 
da cama, excretas, conteúdo intestinal. Demora de 3-6 semanas o resultado, porem necessita de um resultado rápido.
Vacinação
Induz a imunidade mediada por 
cel
Pouca imunidade humoral
Imunidade especifica p/ cada 
spp, ou seja, são vacinas especificas. Ñ há proteção cruzada.
Tipos de vacinas
Vacinas vivas.
vacinas patogênicas – oocistos 
vivos esporulados de espécies patogênicas 
vacinas atenuadas – oocistos 
vivos esporulados de linhagens atenuadas e/ou precoces.
Atenuação
adaptação de coccidias 
selecionadas ao crescimento em embrião de pintos através de repetidas passagens. 
A precocidade é obtida pela 
passagem em aves, selecionando-se o desenvolvimento prematuro (precocidade) através do menor ciclo de vida.
Vias de adm
Oral – através de ração, H20
Spray ocular
Spray no incubatorio.
Profilaxia
manejo (n. oocistos ingerido) 
troca cama.
Evitar umidade - esporulação de 
oocistos. 
Desinfetantes: ineficaz 
Coccidiostáticos
Tratamento
Sulfas/primetamina
OBS – drogas occidiostaticas 
podem diminuir a mortalidade, porem a morbidade continua alta.
E a ma adm pode gerar 
resistência ao fármaco.
Drogas utilizadas
Amprolium 
Amprolium + ethopabate
Arprinocid1
Clopidol
Decoquinate
Diclazuril
Dinitolmide (zoalene)
Halofuginone hydrobromide 
Nequinate
Nicarbazin
Robenidine hydrochloride
Ionóforos poliether:
Lasalocid
Maduramicin
Monensin
Narasin
Narasin + nicarbazin
Salinomycin
Semduramicin
Extrato Natural: 
Steroidal sapogenins
TMT
PROGRAMA DUAL: 
1-21 DIAS
22- SAÍDA DO LOTE
MANEJO PRÉ ABATE:
RETIRADA 7 DIAS ANTES