A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Serviço Social e a Questão Social Questionario III

Pré-visualização | Página 1 de 3

Curso SERVIÇO SOCIAL E A QUESTAO SOCIAL 
Teste QUESTIONÁRIO UNIDADE III 
Iniciado 15/10/19 09:46 
Enviado 15/10/19 09:50 
Status Completada 
Resultado da 
tentativa 
4 em 4 pontos 
Tempo decorrido 3 minutos 
Resultados exibidos Todas as respostas, Respostas enviadas, Respostas corretas, Comentários, Perguntas respondidas 
incorretamente 
 Pergunta 1 
0,4 em 0,4 pontos 
 
Pensar a questão social também evoca uma reflexão sobre esse “termo”. Usando as definições de Netto 
(2001) sobre a questão social, analise as afirmativas: 
I. No que diz respeito ao termo “questão social”, vemos que ele surgiu na terceira década do século XIX. 
II. O termo “questão social” existiu para nomear os problemas sociais como produtos inerentes da sociedade 
capitalista. 
III. No contexto do surgimento do termo “questão social”, esse assumiu uma conotação dual, ora usado por 
correntes críticas, ora como aporte de perspectivas conservadoras e tradicionais. 
IV. No século XIX, o termo “questão social” carregava a conotação crítica, tal como o conhecemos hoje. 
V. As primeiras vezes que o termo “questão social” surgiu buscavam designar o chamado fenômeno do 
pauperismo. 
Podemos concluir que estão corretas as afirmativas: 
 
Resposta Selecionada: c. 
I, III e V. 
Respostas: a. 
I, II e III. 
 
b. 
I, IV e V. 
 
c. 
I, III e V. 
 
d. 
II, III e IV. 
 
e. 
III, IV e V. 
Feedback 
da resposta: 
Resposta: C 
Justificativa: Netto (2001) nos coloca que o termo questão social surgiu na terceira década 
do século XIX e, nesse momento, buscava nomear o fenômeno do pauperismo que se 
mostrava latente na Inglaterra. Eventualmente, no contexto do seu surgimento, o termo foi 
apropriado tanto por correntes críticas, quanto por pensadores vinculados à corrente 
conservadora. 
 
 
 Pergunta 2 
0,4 em 0,4 pontos 
 
Refletindo sobre a questão social como fenômeno, analise as asserções apresentadas: 
I. Marx indica que a questão social é um fenômeno natural, comum, um evento que acontece em todas as 
sociedades, incluindo a sociedade capitalista. 
II. Marx indica que a questão social não é um fenômeno natural, comum, mas um evento que acontece, 
tipicamente, na sociedade capitalista. 
III. De acordo com a perspectiva de Marx, não há como a questão social ser suprimida se os meios de 
produção forem capitalistas. 
IV. A defesa de Marx era por um comunismo, chamado por muitos de utópico, justamente por propor o fim 
das desigualdades sociais e, consequentemente, da questão social. 
V. De acordo com a perspectiva de Marx, há como a questão social ser suprimida mesmo se os meios de 
produção forem capitalistas. 
Podemos inferir que estão corretas as afirmativas: 
 
Resposta Selecionada: e. 
II, III e IV. 
Respostas: a. 
I, IV e V. 
 
b. 
 
III, IV e V. 
 
c. 
II, III e V. 
 
d. 
I, III e IV. 
 
e. 
II, III e IV. 
Feedback 
da resposta: 
Resposta: E 
Justificativa: para Marx, a questão social é o produto do desenvolvimento capitalista, 
portanto, nenhuma intervenção será suficiente a ponto de eliminar a questão social em uma 
sociedade em que a produção se mantém capitalista. A única forma de eliminar a questão 
social seria eliminando a sua raiz, portanto, substituindo a ordem social capitalista por uma 
comunista. 
 
 Pergunta 3 
0,4 em 0,4 pontos 
 
Iamamoto (2001) é uma importante teórica de nossa categoria, que tem buscado sempre aprofundar os 
conceitos com os quais nos relacionamos em nossa profissão. Partindo da colocação de Iamamoto (2001) a 
respeito da questão social, analise as afirmativas, atribuindo verdadeiro (V) ou falso (F). 
I. Iamamoto (2001) destaca que a questão social é algo que está presente no cotidiano das pessoas, ou 
seja, é um evento concreto e constante que afeta muitos segmentos populacionais. 
II. Iamamoto (2001) coloca que a questão social não é algo concreto, mas um conceito marxista filosófico. 
III. Iamamoto (2001) compreende que nós, como assistentes sociais, devemos desarticular possíveis 
estratégias de luta e embate. 
IV. Iamamoto (2001) salienta que a questão social também é rebeldia, é oposição daqueles segmentos que 
vivenciam as situações de desigualdade social e que se opõem a ela. 
V. Iamamoto (2001) coloca que nós, assistentes sociais, não atuamos na mediação das tensões geradas 
pela questão social. 
A sequência correta aos valores atribuídos está expressa na afirmativa: 
 
Resposta Selecionada: a. 
V, F, F, V, F. 
Respostas: a. 
V, F, F, V, F. 
 
b. 
F, F, F, V, F. 
 
c. 
V, F, V, V, F. 
 
d. 
V, F, F, V, V. 
 
e. 
F, V, F, V, F. 
Feedback da 
resposta: 
Resposta: A 
Justificativa: Iamamoto (2001) nos coloca que a questão social é real, concreta e 
experimentada pelos segmentos sociais em sua realidade todos os dias e não 
eventualmente. Porém, a questão social também pode fomentar rebeldia, insubordinação 
daqueles segmentos que sempre são vitimizados por tais fenômenos. 
 
 
 Pergunta 4 
0,4 em 0,4 pontos 
 
É interessante repensar a questão social a partir de diversas perspectivas. Uma dela é a de Hannah Arendt 
que compreende a questão social de uma forma bastante específica. Considerando o pensamento da 
autora, analise as afirmativas: 
I. Arendt nos diz que a questão social nunca foi assumida como pauta de reivindicação nas revoluções 
modernas. 
II. Hannah Arendt indica que o termo “questão social” teria tido início somente na sociedade moderna. 
III. Para Hannah Arendt, o surgimento das revoluções e dos embates entre as classes sociais teria grande 
relevância em dispor sobre o que pode ser considerado como questão social. 
IV. Para Hannah Arendt, é responsabilidade do Estado administrar e interferir de forma a minimizar e gerir a 
questão social. 
V. Arendt nos diz que a questão social despertou o interesse dos grupos revolucionários e fez surgir o que 
ela denomina como solidariedade social. 
Podemos dizer que estão de acordo com o pensamento de Hannah Arendt as afirmativas: 
 
Resposta Selecionada: b. 
II, III e V. 
Respostas: a. 
I, III e V. 
 
b. 
II, III e V. 
 
c. 
II, III e IV. 
 
d. 
III, IV e V. 
 
e. 
I, II e III. 
Feedback 
da resposta: 
Resposta: B 
Justificativa: Hannah Arendt coloca que o termo questão social surgiu na Idade Moderna, 
período em que também surgiram as grandes revoluções e disputas entre as classes sociais. 
Para ela, a questão social aparece a partir dos embates, mas também é o momento em que 
as classes sociais percebem suas necessidades comuns. Derivando desse entendimento das 
necessidades comuns, as classes sociais desenvolvem intervenções de ajuda e cooperação 
mútua. 
 
 Pergunta 5 
0,4 em 0,4 pontos 
 
Observe a notícia: 
“Cerca de 80% dos dependentes químicos identificados na Cracolândia de Carapicuíba são de outros 
municípios 
Nesta quinta-feira, dia 8, o prefeito Marcos Neves recebeu no gabinete o coordenador Estadual de Políticas 
sobre Drogas, Rodrigo Flaire, representando a secretária Estadual de Desenvolvimento Social, Célia 
Parnes, para tratar sobre as ações do município de abordagens aos dependentes químicos na Vila 
Municipal. 
Nas últimas duas semanas, foram realizadas abordagens pela equipe da secretaria municipal de assistência 
social, resultando em 50 pessoas identificadas e orientadas ao tratamento no Caps Álcool e Drogas e 
Comunidades Terapêuticas, além de serem informadas dos serviços no Centro Pop. Ainda durante as 
ações, cerca de 40 pessoas receberam atendimento na ambulância da saúde, que acompanha o trabalho in 
loco, com psiquiatra, enfermeira e coordenadora do Caps AD. 
Dos 50 dependentes químicos identificados, cerca de 80% são de outros municípios. „É importante criarmos 
uma estratégia de cuidado para essas pessoas,