A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Serviço Social e a Questão Social Questionario III

Pré-visualização | Página 2 de 3

além do fluxo de encaminhamento que já está sendo 
implantado entre o município e o Estado‟, explica o coordenador Rodrigo Flaire. 
Segundo o prefeito Marcos Neves, esse trabalho será contínuo e realizado nos próximos três meses. 
„Conseguimos a adesão efetiva de duas pessoas ao Programa Recomeço, que já estão em tratamento nas 
comunidades terapêuticas. Outros dependentes químicos demonstraram interesse, mas acabaram 
desistindo. Sabemos que não é um trabalho fácil, mas vamos continuar atuando para ajudar as pessoas que 
estão nessa situação do vício‟, afirma Neves. 
Já a secretaria de segurança, junto da Guarda Civil Municipal e as Polícias Civil e Militar atuam no sentido 
de combater o tráfico de drogas na região. De acordo com o Tenente Coronel Roque, comandante do 33º 
Batalhão da Polícia Militar, nos últimos quinze dias foram apreendidos 17kg de drogas e 10 suspeitos de 
envolvimento com o tráfico, na comunidade da Vila Municipal. 
Também participaram da reunião Gilmara Gonçalves, vice-prefeita; Dr. Dejar Gomes Neto, Delegado 
Seccional; Dr. Marcelo Prado, delegado; Alexandre Rodrigues, secretário de segurança; Márcio Reis; 
secretário adjunto de segurança; Simone Fernandes Teixeira, secretária de assistência social e Maiane 
Araujo Correa, secretária de saúde [...].” 
Fonte: https://correiopaulista.com/cerca-de-80-dos-dependentes-quimicos-identificados-na-cracolandia-de-carapicuiba-
sao-de-outros-municipios. Acesso em: 11 de ago. 2019. 
Nela temos a descrição de intervenções desenvolvidas junto a um grupo de dependentes químicos. Se 
pensarmos considerando as intervenções do Serviço Social há cerca de 30 anos, veremos que a ação 
profissional junto a esse grupo era rara. Essa, assim como outras demandas, tem sido apresentada a nossa 
categoria. 
Analisando a notícia à luz do pensamento de Iamamoto (2001) e Netto (2001), podemos afirmar que: 
 
Resposta 
Selecionada: 
c. 
A dependência química e outras expressões similares são mutações e aprofundamentos 
nos problemas sociais. 
Respostas: a. 
A dependência química demonstra uma expressão da nova questão social gerada no 
capitalismo monopolista. 
 
b. 
A dependência química é um problema de saúde exclusivamente e jamais poderá ser 
compreendida como uma expressão da questão social. 
 
 
c. 
A dependência química e outras expressões similares são mutações e aprofundamentos 
nos problemas sociais. 
 
d. 
O único problema social gerado no capitalismo é o desemprego, e não a dependência 
química. Portanto, não podemos considerar a dependência química como uma 
expressão da questão social. 
 
e. 
Quando a dependência química advém de pobreza pode ser considerada uma expressão 
da nova questão social. 
Feedback 
da resposta: 
Resposta: C 
Justificativa: para Iamamoto (2001) e Netto (2001) há uma série de fenômenos sociais, 
problemas sociais que vão se tornando mais complexos no capitalismo. A questão da 
dependência, por exemplo, sempre existiu, mas é no contexto do monopólio que se torna 
mais profunda. Por conseguinte, não é uma nova questão social, mas um problema que é 
ampliado na idade do monopólio. 
 
 Pergunta 6 
0,4 em 0,4 pontos 
 
Observe a notícia: 
“Desemprego recua para 12,3% em maio e atinge 13 milhões de brasileiros 
População subutilizada chega a 28,5 milhões e atinge recorde. Desalento e número de trabalhadores por conta 
própria também alcançam novas máximas. 
 
A taxa de desemprego no Brasil caiu para 12,3% no trimestre encerrado em maio, atingindo 13 milhões de 
pessoas, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística 
(IBGE). 
Trata-se da segunda queda seguida e da menor taxa desde o trimestre encerrado em janeiro (12%). No 
mesmo trimestre do ano passado estava em 12,7%. 
(Correção: ao ser publicada, esta reportagem errou ao informar que o número de trabalhadores sem carteira 
assinada bateu recorde no trimestre encerrado em maio. A taxa é a quinta maior da série histórica, e o 
recorde, segundo o IBGE, foi atingido no trimestre encerrado em novembro de 2018. A informação foi 
corrigida às 10h15.) 
Apesar da queda na taxa de desocupação, os números de subutilizados e desalentados (que desistiu de 
procurar emprego) atingiram o recorde de toda a série história da pesquisa, iniciada em 2012. A 
informalidade também é a maior já registrada [...].” 
Fonte: https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/06/28/desemprego-fica-em-123percent-em-maio-aponta-
ibge.ghtml. Acesso em: 10 de ago. 2019. 
Nela, vemos a apresentação do desemprego que, mesmo recuando, ainda atinge 13 milhões de brasileiros. 
O desemprego pode ser compreendido como: 
 
Resposta 
Selecionada: 
a. 
Uma das expressões da questão social que está também ligado às alterações no 
processo produtivo. 
Respostas: a. 
Uma das expressões da questão social que está também ligado às alterações no 
processo produtivo. 
 
b. 
Um fenômeno natural que acontece pelo fato de que os indivíduos não possuem 
qualificação profissional. 
 
c. 
Algo que não está presente em países com capitalismo altamente desenvolvido, mas 
sim em países de desenvolvimento periférico como o Brasil. 
 
d. 
Um fenômeno que guarda relação direta com os desejos dos indivíduos, os quais nem 
sempre têm vontade e interesse de trabalhar. 
 
e. 
Algo que advém do sistema capitalista, sendo inerente e, portanto, não pode ser 
compreendido como uma expressão da questão social. 
Feedback da 
resposta: 
Resposta: A 
Justificativa: o desemprego é uma das expressões da questão social, que pode até gerar 
outras como a violência, a pobreza, a dependência química, por exemplo. O desemprego é 
ampliado devido às mutações realizadas no processo produtivo, as quais sempre visam ao 
 
lucro. 
 
 Pergunta 7 
0,4 em 0,4 pontos 
 
O Governo de Fernando Collor foi conhecido como aquele em que tivemos a introdução do neoliberalismo 
no Brasil. Fernando Collor deu início no país a um processo de reformas chamadas reformas gerenciais. De 
acordo com essas reformas gerenciais, havia a proposta por um Estado que: 
 
Resposta 
Selecionada: 
c. 
Restringisse a sua tímida ação em prol do social, contrariando o texto constitucional 
promulgado em 1988. 
Respostas: a. 
Diminuísse as taxas e os tributos da população mais vulnerável e ampliasse o valor da 
contribuição dos segmentos de maior poder aquisitivo. 
 
b. 
Ampliasse substancialmente o investimento na área educacional e nas demais políticas 
sociais. 
 
c. 
Restringisse a sua tímida ação em prol do social, contrariando o texto constitucional 
promulgado em 1988. 
 
d. 
Diminuísse o valor de benefícios pagos para políticos e demais cargos correlatos. 
 
e. 
Promovesse uma ampla e profunda reforma política e viabilizasse a partilha do poder. 
Feedback da 
resposta: 
Resposta: C 
Justificativa: em tese, o neoliberalismo pressupõe a diminuição do investimento estatal na 
área social. No Governo Collor, esse discurso neoliberal veio camuflado sob o termo reforma 
gerencial, que, em tese, busca designar a diminuição de investimentos na área social, 
apesar de a Constituição de 1988 defender justamente o oposto. 
 
 
 Pergunta 8 
0,4 em 0,4 pontos 
 
O Governo de Fernando Henrique Cardoso é apresentado como sendo um dos mais pródigos na atenção 
dos ideais postos ao Estado pelo neoliberalismo. Constituem medidas adotadas por esse Estado na época 
do Governo Fernando Henrique Cardoso as seguintes: 
I. Privatizações das empresas públicas rentáveis para o capital. 
II. Investimento por meio de recursos públicos buscando qualificá-las nos serviços oferecidos. 
III. As políticas sociais que ainda não tinham se consolidado plenamente já são condicionadas a óticas 
orçamentárias e os serviços perdem o caráter