prova agente escolar_ mogi
12 pág.

prova agente escolar_ mogi


DisciplinaAgente Educacional64 materiais41 seguidores
Pré-visualização4 páginas
PREFEITURA MUNICIPAL DE MOGI DAS CRUZES
ESTADO DE SÃO PAULO
concurso público
005. Prova objetiva
agente escolar
\ufffd Você recebeu sua folha de respostas e este caderno contendo 50 questões objetivas.
\ufffd	Confira	seus	dados	impressos	na	capa	deste	caderno	e	na	folha	de	respostas.
\ufffd	Quando	for	permitido	abrir	o	caderno,	verifique	se	está	completo	ou	se	apresenta	 imperfeições.	Caso	haja	algum	
problema,	informe	ao	fiscal	da	sala.
\ufffd	Leia	cuidadosamente	todas	as	questões	e	escolha	a	resposta	que	você	considera	correta.
\ufffd	Marque,	na	folha	de	respostas,	com	caneta	de	tinta	azul	ou	preta,	a	letra	correspondente	à	alternativa	que	você	escolheu.
\ufffd	A	duração	da	prova	é	de	3	horas	e	30	minutos,	já	incluído	o	tempo	para	o	preenchimento	da	folha	de	respostas.
\ufffd	Só	será	permitida	a	saída	definitiva	da	sala	e	do	prédio	após	transcorridos	75%	do	tempo	de	duração	da	prova.
\ufffd	Deverão	permanecer	em	cada	uma	das	salas	de	prova	os	3	últimos	candidatos,	até	que	o	último	deles	entregue	sua	
prova,	assinando	termo	respectivo.
\ufffd	Ao	sair,	você	entregará	ao	fiscal	a	folha	de	respostas	e	este	caderno,	podendo	levar	apenas	o	rascunho	de	gabarito,	
localizado	em	sua	carteira,	para	futura	conferência.
\ufffd	Até	que	você	saia	do	prédio,	todas	as	proibições	e	orientações	continuam	válidas.
aguarde a ordem do fiscal Para abrir este caderno de questões.
28.01.2018 | tarde
Nome	do	candidato
Prédio sala carteiraInscriçãorg
2pmmc1701/005-AgenteEscolar-Tarde
conhecimentos gerais
Língua Portuguesa
Leia a tira para responder às questões de números 01 e 02.
(Bill Watterson. O Melhor de Calvin. http://cultura.estadao.com.br, 
24.11.2017. Adaptado)
01. Com seu comentário no último quadrinho, o pai demonstra 
considerar que
(A) o filho prefere narrativas mais realistas.
(B) as exigências do filho foram exageradas.
(C) o livro que escolheu é impróprio para o filho.
(D) a qualidade do livro depende da qualidade das ilus-
trações.
(E) as histórias de príncipes e princesas são mais inte-
ressantes.
02. Considere as frases do garoto no segundo e terceiro qua-
drinhos:
\u2022 Se tiver, não leia...
\u2022 Se tiver alguma, pula.
O vocábulo Se estabelece relação de
(A) oposição.
(B) consequência.
(C) finalidade.
(D) condição.
(E) concessão.
03. Se cenas de romance, se descrições monó-
tonas, se as ilustrações em preto e branco, nesse 
livro, não vou me interessar por ele.
Assinale a alternativa que completa, correta e respectiva-
mente, as lacunas dessa frase, de acordo com a norma-
-padrão.
(A) houver \u2026 existirem \u2026 forem
(B) houverem \u2026 existirem \u2026 forem
(C) houver \u2026 existir \u2026 forem
(D) houverem \u2026 existir \u2026 for
(E) houver \u2026 existir \u2026 for
Leia o texto para responder às questões de números 04 a 10.
Despedidas
Logo após o término das férias, muitas crianças irão, pela 
primeira vez, à escola. E muitos pais ficam ansiosos com os 
primeiros dias de escola dos filhos. Quem já levou filhos 
pequenos à escola sabe que é uma choradeira para muitos 
deles. E, de quebra, para muitos pais também.
Despedir-se dos pais, para a criança, não é fácil! Ela se 
angustia com o que sente \u2013 como a falta de segurança e de 
amor \u2013 ao distanciar-se dos pais. E, para estes, também surge 
a angústia na despedida dos filhos, porque, ao deixá-los na 
escola, eles têm a sensação, e os sentimentos consequentes, 
de que estão abandonando os filhos, tão pequenos!
É de apertar o coração assistir a algumas cenas na porta das 
escolas nos primeiros dias de aula. Vemos crianças berrando, 
com lágrimas verdadeiras escorrendo pelo rosto, outras se 
agarrando nas pernas dos pais, e outras, ainda, jogando-se ao 
chão, tornando quase impossível tirá-las de lá. Como elas ficam 
fisicamente fortes e pesadas nessas horas, não é?
Já os pais, muitos deles ficam frágeis nessa situação. Alguns 
consideram até a possibilidade de deixar para levar o filho para a 
escola mais tarde, tão grande é o sentimento de tristeza ao vê-lo 
desesperado na despedida. Mas essa despedida é importante, 
porque ir para a escola significa, entre outras coisas, crescer.
É: despedidas são difíceis, tanto para as crianças quanto 
para os adultos. Nós também sofremos com as despedidas, 
mas temos condições de aguentar o tranco.
As crianças, em formação ainda, precisam, e muito, da 
ajuda dos pais e dos professores para aprender a lidar com os 
sentimentos que tanto as afetam com as despedidas, porque 
elas serão muitas e ocorrerão durante toda a vida!
Aliás, desde bem pequenas as crianças lidam com 
despedidas: despedem-se da amamentação, das fraldas, dos 
dentes, do berço, da companhia constante da mãe e/ou do 
pai; despedem-se dos avós e dos bisavós, em determinadas 
situações, para sempre. A cada despedida, um novo sentimento 
pode incomodar, e é aí que os adultos podem colaborar com as 
crianças.
Acolher o sofrimento que os filhos experimentam nas 
despedidas, mas permitir que ele aconteça, para que possa 
ser superado, é importante. Para isso, os pais precisam manter 
a firmeza, mesmo que seja com fragilidade, porque é o que 
ajudará as crianças a entenderem melhor o que se passa 
com elas e assim se conhecerem. Essa firmeza passará aos 
filhos a imagem de que, se os pais conseguem, eles também 
conseguirão.
(Rosely Sayão. Folha de S.Paulo. www.folha.uol.com.br, 18.07.2017. Adaptado)
3 pmmc1701/005-AgenteEscolar-Tarde
07. Em destaque no parágrafo, os termos estes, los, eles 
referem-se, respectivamente, a
(A) filhos, pais, pais.
(B) filhos, filhos, pais.
(C) pais, pais, filhos.
(D) pais, filhos, filhos.
(E) pais, filhos, pais.
08. Nesse trecho, os travessões são usados para intercalar
(A) uma contradição.
(B) uma retificação.
(C) um questionamento.
(D) um resumo.
(E) uma exemplificação.
09. Conforme a opinião da autora, expressa no último pará-
grafo, os pais devem
(A) entender que não existe razão para sofrer ao se sepa-
rarem dos filhos.
(B) ignorar a dor dos filhos nas despedidas para não sofre-
rem demais.
(C) demonstrar para os filhos que permanecem firmes na 
ocasião da despedida.
(D) explicar aos filhos que a dor da despedida se atenuará 
ao longo da vida.
(E) esconder seu sofrimento dos filhos, para que estes 
aprendam a fugir da dor.
10. Assinale a alternativa correta no que se refere às regras 
de regência e ao emprego da crase, de acordo com a 
norma-padrão da língua.
(A) À alguns professores cabe à difícil tarefa de conduzir 
os filhos para longe dos pais.
(B) Algumas crianças chegam à se agarrar as pernas 
dos pais com força surpreendente.
(C) Muitos pais consideram à despedida tão difícil que 
cogitam adiar à matrícula dos filhos.
(D) O primeiro dia de aula pode trazer sofrimento às 
crianças e também a seus pais.
(E) Logo a entrada da escola, é possível ver várias crianças 
se recusando à deixar os pais.
04. Um assunto central do texto diz respeito
(A) à dificuldade que algumas crianças têm em se com-
portar em ambientes públicos.
(B) às situações constrangedoras causadas por adultos 
que não toleram despedidas.
(C) ao modo como o adulto deve agir para ajudar a criança 
a enfrentar as despedidas.
(D) à importância do professor para acolher crianças que 
não se adaptam à escola.
(E) à maneira como os professores devem orientar os 
pais que temem a rejeição dos filhos.
05. Conforme a autora, na vida das crianças, as despedidas
(A) devem ser evitadas.
(B) ocorrem com frequência.
(C) são facilmente esquecidas.
(D) mostram-se menos traumáticas.
(E) limitam-se a objetos materiais.
06. No texto, predominam palavras com sentido
(A) próprio, mas há expressões com sentido figurado, 
como: apertar o coração (3o parágrafo).
(B) próprio, mas há expressões com sentido figurado, 
como: fisicamente fortes (3o parágrafo).
(C) próprio, mas há expressões com sentido figurado,
Pro
Pro fez um comentário
Gabarito ?
0 aprovações
Carregar mais