A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
400 pág.
Seminários Integrados em LI - - Slides + Exercícios

Pré-visualização | Página 1 de 38

SEMINÁRIOS INTEGRADOS 
Wilna Mello 
 
Aula 1 
SINAES – SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DO 
ENSINO SUPERIOR 
 OBJETIVOS: 
• Compreender a abrangência do Sistema Nacional de Avaliação do Ensino 
Superior, identificando o princípio constitucional e dispositivos legais que 
possibilitaram a sua organização e institucionalização. 
• Identificar instrumentos e metodologias utilizados no processo do Sistema 
Nacional de Avaliação do Ensino Superior. 
 
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: 
• SINAES – Retrospectiva histórica. 
• SINAES – Princípio Constitucional e dispositivos legais. 
• MECANISMOS DE AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR – Impactos na 
realidade educacional. 
• ENADE - Obrigatoriedade e impacto na vida acadêmica do aluno. 
3 
 
 
RETROSPECTIVA HISTÓRICA 
 
Reforma Universitária – (final de 50 e nos anos 60) – O nacional-
desenvolvimentismo, pré-Golpe Militar, marcado por características 
democrático-populistas e franca mobilização da sociedade civil, 
especialmente dos universitários, propiciou condições favoráveis para a 
reflexão sobre o modelo vigente de universidade, e com elas, processos 
avaliativos assistemáticos, mas de grande importância. É no final dos 
anos 50 e nos anos 60, culminando com a reforma Universitária, que se 
pode localizar as origens do atual processo de avaliação do Ensino 
Superior, ainda que ele tenha sofrido mudanças significativas. 
SINAES 
 
Plano ATCON (1965/1966) – Rudolph Atcon, a convite da Diretoria do 
Ensino Superior (DES) do Ministério da Educação e Cultura realizou um 
estudo para reformulação da estrutura das universidades brasileiras, 
procurando verificar acontecimentos e processos que se coadunassem com 
a perspectiva de modernização, assentada nos pressupostos norte-
americanos de racionalidade, eficiência e eficácia das instituições. 
(FÁVERO, 1991, p. 10). 
 
Relatório Meira Mattos - No final do ano de 1967 e no ano de 1968, o 
governo militar visando controlar o movimento estudantil e enfrentar o 
problema dos excedentes do exame vestibular institui num primeiro 
momento, a Comissão Meira Mattos. 
SINAES 
 RETROSPECTIVA HISTÓRICA 
Relatório do Grupo de Trabalho GTRU - Grupo de Trabalho da Reforma 
Universitária 
Esse grupo foi encarregado de estudar as medidas necessárias para sanar 
a crise da universidade brasileira, com os seguintes objetivos, expressos no 
Decreto nº 62.937/1968: “[...] estudar a reforma da Universidade brasileira, 
visando a sua eficiência, modernização, flexibilidade administrativa e 
formação de recursos humanos de alto nível para o desenvolvimento do 
país.” (BRASIL, 1968). 
SINAES 
 
Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal de Nível Superior – CAPES 
A avaliação da educação superior no Brasil, com caráter sistemático e 
contínuo, tem suas origens em 1977, quando as instituições brasileiras de 
educação superior começaram a ter os cursos de pós-graduação. 
RETROSPECTIVA HISTÓRICA 
Programa de Avaliação de Reforma Universitária (PARU) – Instituído em 
1983 pelo Ministério da Educação e da Cultura, surge de iniciativas da 
Associação Nacional de Docentes (ANDES). Foi considerado uma 
experiência sistematizada de avaliação que focava na questão da 
democratização da gestão, do acesso ao ensino superior por parte de 
diferentes segmentos da sociedade e das funções que as universidades 
desempenham na sociedade. Com base em avaliações desenvolvidas em 
outros países, a Comissão pontua e analisa modalidades de avaliação 
que podem ser aplicadas no Brasil, buscando: o contínuo 
aperfeiçoamento do desempenho acadêmico; constituir-se como uma 
ferramenta para o planejamento e gestão universitária; e, desencadear 
um processo sistemático de prestação de contas à sociedade. 
SINAES 
 
RETROSPECTIVA HISTÓRICA 
SINAES 
 
Programa de Avaliação das Universidades Brasileiras (PAIUB) 
A Lei nº 9.131, de 24 de novembro de 1995 foi a primeira medida concreta 
da gestão de Fernando Henrique Cardoso, no que se refere à realização 
da avaliação nas instituições de Educação Superior. A avaliação das IES, 
descrita nos artigos 3º e 4º da referida Lei, é posta como avaliação 
periódica de instituições e cursos, acentuando a obrigatoriedade de 
exames nacionais para aferir o desempenho dos formandos dos cursos, ou 
seja, o Exame Nacional de Cursos, o Provão. 
RETROSPECTIVA HISTÓRICA 
SINAES 
 
O Exame Nacional de Cursos (ENC-Provão) - 1996 a 2003 – Era um 
exame que tinha por função avaliar os cursos de Graduação da Educação 
Superior do Brasil. Ele possuiu oito edições que foram realizadas 
anualmente. Seu objetivo era rankear as instituições de ensino superior, 
exigindo a qualificação das piores avaliadas com medidas como a 
contratação de mestres e doutores, melhorias em instalações de 
laboratórios e bibliotecas entre outros. A reincidência de um curso nas 
piores classificações poderia causar seu fechamento pelo MEC. Desde 
2004, o Provão foi substituído pelo SINAES – Sistema Nacional de 
Avaliação do Ensino Superior. 
RETROSPECTIVA HISTÓRICA 
9 
SINAES 
Princípio Constitucional e Dispositivos Legais 
 
Constituição de 1988 - Art. 206 - VII: 
 “Garantia de padrão de qualidade”. 
 
LDBEN 9.394/1996 - Art. 9°- VI: 
“(..) assegurar processo nacional de avaliação”. 
 
Lei n. 10.861 de 14/04/2004 – Institui o SINAES, com a finalidades de 
traçar um panorama da qualidade dos cursos e instituições de educação. 
SINAES 
 
CPA 
Comissão Própria de Avaliação 
CICLO SINAES – AULA1 
SEMINÁRIO INTEGRADO 
DESEMPENHO 
DOS 
ESTUDANTES 
CURSOS INSTITUIÇÕES 
NOTA 
ENADE 
CPC IGC 
SINAES 
AVALIA: 
CC CI 
SINAES 
ENADE 
55% 
INSUM
OS 
40% 
CPC 
CPC 
O Conceito Preliminar de Curso é um indicador prévio da 
situação dos cursos. O conceito é composto por: 
CORPO 
DOCENTE 
INFRA 
ORG. DID. 
PEDAG. 
Questionário do 
Estudante 
SINAES 
 
A primeira aplicação do Exame Nacional de Desempenho de 
Estudantes – ENADE ocorreu em 2004 e a periodicidade máxima da 
avaliação é trienal para cada área do conhecimento. Esse exame avalia 
o rendimento dos concluintes dos cursos de graduação, em relação aos 
conteúdos programáticos, habilidades e competências adquiridas em 
sua formação. O ENADE é obrigatório e a situação de regularidade do 
estudante no Exame deve constar em seu histórico escolar. 
O QUE É O ENADE ? 
SINAES 
 
O objetivo do ENADE é avaliar o desempenho dos estudantes com 
relação aos conteúdos programáticos previstos nas diretrizes 
curriculares dos cursos de graduação, o desenvolvimento de 
competências e habilidades necessárias ao aprofundamento da 
formação geral e profissional, e o nível de atualização dos 
estudantes com relação à realidade brasileira e mundial. 
SINAES 
 
DISTRIBUIÇÃO DO GRAU DE DESEMPENHO 
NO EXAME 
SINAES 
E QUEM NÃO REALIZAR A PROVA? 
O estudante concluinte habilitado ao ENADE 
que não realizar a prova, não poderá receber o 
seu diploma enquanto não regularizar a sua 
situação junto ao ENADE, haja vista não ter 
concluído o respectivo curso de graduação (o 
ENADE é componente curricular obrigatório). 
O ENADE não avalia o desempenho do aluno, mas confere a qualidade 
dos cursos e o rendimento de seus alunos em relação aos conteúdos 
programáticos, suas habilidades e competências. 
SINAES 
 O ENADE corresponde a 55% do Conceito Preliminar do Curso – 
CPC, que é uma nota aferida pelo MEC ao curso que o aluno 
realizou, implicando, pois, reconhecimento para a Instituição de 
Ensino e para o aluno. Por isso, além de ser importante para a 
instituição, é duas vezes mais importante para o aluno, pois acaba 
definindo o peso e importância do seu diploma. O ENADE é o 
primeiro de muitos processos avaliativos que vão ocorrer ao longo da 
vida profissional do estudante

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.