A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Aula 01 - Exercícios 01 - Administração de Estoques - Resolucao

Pré-visualização | Página 3 de 3

estoques por ponto de pedido (calcular PP, estoque de segurança, 
estoque máximo, estoque mínimo) e explicar seu funcionamento, admitindo-se reposições em lotes 
econômicos, para um item com uma demanda anual de 2000 unidades, um custo de preparação do 
pedido de $ 20,00, uma taxa de encargos financeiros sobre os estoques de 30% ao ano e um custo 
unitário de $ 15,00. Vamos admitir ainda que este item tenha um estoque de segurança de 30 
unidades, e um tempo de ressuprimento de 5 dias para um ano com 250 dias úteis. 
 
Resolução: 
D = 2000 unidades; 
A = $20,00 por ordem; 
I = 0,30 ao ano; 
C = $15,00 por unidade; 
Qs = 30 unidades; 
t = 5 dias; 
d = 2000 unidades por ano / 250 dias por uno = 8 unidades por dia. 
 
PP = d.t + Qs = 8.5 + 30 = 70 unidades 
 
= 133,33 » 134 unidades 
 
Qmax = Qs + Q* = 30 +134 = 164 unidades 
Qmin = Qs = 30 unidades 
 
Sempre que o saldo de estoques atingir 70 unidades, é providenciado um pedido de reposição de 134 
unidades, que, se tudo ocorrer normalmente, deverá dar entrada em estoques após 5 dias. Caso o valor 
mínimo e máximo forem freqüentemente ultrapassados, o modelo deve ser revisto. 
 
18) Montar um modelo de controle de estoques por revisões periódicas (calcular Tr e Q ajustado), com 
periodicidade econômica, para o item do exercício anterior, explicando seu funcionamento. Admitindo-
se que em uma das revisões não haja saldo em estoque e sim uma demanda reprimida de 20 unidades, 
e que neste período deverá chegar um lote de reposição atrasado de 100 unidades, calcular a 
quantidade do lote de reposição a ser colocado. 
 
Resolução: 
=16,75 » 17 dias » 15 vezes ao ano 
 
A cada 17 dias úteis, aproximadamente 15 vezes por ano, será feita uma revisão dos estoques deste item, 
e, se tudo correr bem, deverá ser encomendado um lote de aproximadamente 134 unidades. 
 
Qf = 0; 
Qp = 100 unidades; 
Qr = 20 unidades; 
Qs = 30 unidades. 
 
Q = d . (tr + t) - Qf - Qp - Qr - Qs = 8.(17+5)-0-100+20+30 = 126 unidades. 
 
19) Admitindo-se que os erros entre a demanda ocorrida no período e a demanda prevista para os últimos 
nove períodos são os apresentados na tabela abaixo, dimensionar os estoques de segurança para um 
nível de atendimento de 80% e 90% empregando os valores do MAD. 
Período Datual Dprevista Erro 
1 95 90,00 5,00 
2 98 92,50 5,50 
3 90 94,75 -4,75 
4 92 92,37 -0,37 
5 95 92,18 2,82 
6 90 93,59 -3,59 
7 100 91,79 8,21 
8 92 95,89 -3,89 
9 95 93,94 1,06 
 
Resolução: 
 
 
Q
D A
C I
*= =
2 2 2000 20
150 30
. .
.
. .
. ,
t
Q t
Dr
ano* =
*
=
. .134 250
2000
s = = =
å Erro
n
2 182 44
9
4 50
,
,
 
 
• Para um nível de 80%, k = 0,84 
 
Qs = k.MAD Qs = k.s 
 = 0,84.3,91 = 0,84.4,50 
 = 3,28 @ 4 unidades = 3,78 @ 4 unidades 
 
• Para um nível de 90%, k = 1,28 
 
Qs = k.MAD Qs = k.s 
 = 1,28.3,91 = 1,28.4,50 
 = 5,01 @ 5 unidades = 5,76 @ 6 unidades 
 
20) Sr. Ludovico pretende construir uma casa em um terreno que possui há vários anos. Como não pode 
dispor de muitos recursos, ele vai coordenar as obras e responsabilizar – se pelo orçamento e controle 
de gastos. Ele tem preparado um orçamento do material a ser utilizado, baseado em informações de 
seu arquiteto, e possui, inclusive, os nomes dos fornecedores. 
Pela escassez de recursos, decidiu que vai negociar com cada fornecedor para conseguir uma redução 
de preços. Conversando com o arquiteto, foi de opinião de que não haveria necessidade de negociar 
com todos, pois isso levaria muito tempo, além de dar bastante trabalho, com valores que não 
representavam muito. Assim, o arquiteto sugeriu que negociasse os preços dos materiais que, 
somados, representariam 80% do valor total da construção, uma vez que seriam esses a representar o 
maior custo total da obra. 
Para isso, era necessária a construção de uma classificação ABC, partindo da relação de preços da 
tabela abaixo: 
 
FORNECEDOR MATERIAL PREÇO 
Sabiá dos Metais Instalação Sanitária 8.000,00 
Romanino Tijolo, cimento e areia 12.000,00 
Planta Viva Jardinagem 1.000,00 
Klatibim Azulejos e ladrilhos 2.000,00 
Desmonte Ltda Alvenaria 42.000,00 
Sóvidro Vidros 5.000,00 
Telétrica Material Elétrico 1.000,00 
Escave Terraplanagem 98.000,00 
Pincelimpo Pintura 1.000,00 
Romanino Portas e Janelas 3.000,00 
Olaria Olá Telhas 20.000,00 
Sótubos Canos e tubulação 4.000,00 
Metalúrgica Tico Grades e Portão 2.000,00 
Madeira Boa Assoalho 1.000,00 
TOTAL 200.000,00 
 
Sendo assim, responda: 
a. Quais fornecedores o Sr. Ludovico deve negociar os preços? 
b. Caso ele consiga uma diminuição de 30% nos preços destes fornecedores, qual a porcentagem de 
diminuição dos custos da obra? 
 
Resolução: 
 
MAD
Erro
n
= = =
å | | ,
,
35 19
9
3 91
 
 
 
 
Bibliografia Utilizada: 
 
ARNOLD, J. R. T. Administração de Materiais: uma introdução. São Paulo: Atlas, 1999. 
 
CORRÊA, H. L.; GIANESI, I. G. N.; CAON, M. Planejamento, Programação e Controle da Produção: conceitos, 
uso e implantação. 5a Ed. São Paulo: Atlas, 2007. 
 
FERNANDES, F. C. F.; GODINHO FILHO, M. Planejamento e Controle da Produção: dos fundamentos ao 
essencial. São Paulo: Atlas, 2010. 
 
KRAJEWSKI, L.; RITZMAN, L.; MALHOTRA, M. Administração da Produção e Operações. 8a ed. São Paulo: 
Pearson Prentice Hall, 2009. 
 
LUSTOSA, L.; et al. Planejamento e Controle da Produção. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008. 
 
TUBINO, D. F. Manual de Planejamento e Controle da Produção. São Paulo: Atlas, 1997.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.