n2Gestao do conhecimento e inteligencia competitiva
9 pág.

n2Gestao do conhecimento e inteligencia competitiva

Pré-visualização4 páginas
Pergunta 1
0,25 em 0,25 pontos
	
	
	
	Durante a II Guerra Mundial, os Estados Unidos da América imaginaram uma ordem econômica mundial pós-guerra na qual pudessem penetrar em mercados que estivessem previamente fechados a outros blocos, bem como abrir novas oportunidades a investimentos estrangeiros para as empresas estadunidenses, removendo restrições de fluxo de capital internacional. Sendo assim, na Conferencia de Bretton Woods criaram:
I. O Fundo Monetário Internacional.
II. O Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento.
III. O Acordo Geral sobre Tarifas e Comércio.
IV. A Câmara do Comércio Internacional
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	c. 
As alternativas I e II estão corretas e as alternativas III e IV estão incorretas.
	Resposta Correta:
	c. 
As alternativas I e II estão corretas e as alternativas III e IV estão incorretas.
	Feedback da resposta:
	Correta:  As alternativas I e II estão corretas e as alternativas III e IV estão incorretas.
I. O Fundo Monetário Internacional. - FMI
II. O Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento. - BIRD
Incorreta: III. O Acordo Geral sobre Tarifas e Comércio. \u2013 Firmado em Genebra em 1947 em conferência da ONU.
Incorreta: IV. A Câmara do Comércio Internacional \u2013 Anterior à Conferência de Bretton Woods.
	
	
	
Pergunta 2
0,25 em 0,25 pontos
	
	
	
	A Unctad foi criada em Genebra em 1964, e significa Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento. A UNCTAD anunciou, em 17/04/2013, que o Brasil obteve o 4º pior desempenho do G20 em exportações.  
O governo lutou para levar o dólar a um patamar que tornasse as exportações brasileiras mais competitivas. Após uma série de medidas, a moeda americana passou a custar 2 reais em maio de 2012 e respeitou o nível até janeiro. A estratégia, porém, parece ter surtido pouco efeito. Dados da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad) mostram que as exportações brasileiras caíram 5,3% em 2012, ano em que a média mundial cresceu 0,2%. O desempenho deu ao Brasil uma desconfortável posição de quarto pior resultado no comércio exterior entre as 20 maiores economias do mundo no ano passado, melhor apenas que a África do Sul (-11%), Reino Unido (-6,8%) e Indonésia (-6,3%). A queda do preço das commodities também puxou para baixo o desempenho das exportações da Austrália (-5%) e Argentina (-3,3%). França (-4,6%), Alemanha (-4,5%) e Japão (-3%) também perderam mercado. Na outra ponta do ranking, estão países que dependem menos das commodities. Em 2012, o maior aumento das exportações aconteceu na Turquia, onde os embarques aumentaram 13,1%. Na pauta de exportações do país, os principais itens são roupas, têxteis, produtos metálicos e equipamentos de transporte. Em seguida, estão a China (7,9%) e México (6,1%), dois mercados com pauta de exportações focada em produtos industrializados. Maior economia do planeta, os Estados Unidos tiveram aumento das exportações de 4,5% no ano. O levantamento anual da Unctad mostra que empresas brasileiras venderam 242,580 bilhões de dólares a clientes no exterior em 2012. Os dados mostram que, em ano de agravamento da crise financeira, o Brasil parece ter sido prejudicado especialmente pela queda do preço das commodities. Segundo a pesquisa, o preço médio de comercialização dos produtos básicos caiu 8,6% em 2012 na comparação com o ano anterior. A queda foi puxada especialmente pelos produtos mais importantes na pauta de exportações brasileira: produtos agrícolas, com redução do preço de 22,9%, e minerais e metais, em queda de 14,6%. A série histórica da Unctad mostra que, desde 2003, a tendência das exportações brasileiras acompanha com muita proximidade a evolução dos preços das commodities. Em 2011, o preço médio das commodities subiu 17,9% e as exportações brasileiras saltaram 26,8%. Um ano antes, os produtos básicos aumentaram 22,7% e os embarques do Brasil avançaram 31,9%. Em 2009, por outro lado, quando o preço médio mundial caiu 16,9%, o desempenho brasileiro recuou 22,7%. (REVISTA VEJA. Brasil tem 4º. Pior desempenho do G20 em exportações diz UNCTAD. Disponível em: <http://veja.abril.com.br/noticia/economia/brasil-tem-4o-pior-desempenho-do-g20-em-exportacoes-diz-unctad>. Acesso em 11 de Agosto de 2013.  
A respeito da UNCTAD é correto afirmar que:  
 
I.  Apoia os países em desenvolvimento para que aproveitem o comércio global.  
II.  O objetivo é manter o comércio o mais livre possível. As tarifas que os países-membros praticam devem  ser  registradas  e  não  alteradas,  sem  que  se  concedam  compensações  aos  principais exportadores.  
III.  Apoia o desenvolvimento dos países da Rodada do Uruguai para que aproveitem as oportunidades do acordo.  
IV.  O principal objetivo é aumentar ao máximo as oportunidades de comércio, investimento e progresso dos países em desenvolvimento, ajudando-os a enfrentar os desafios derivados da globalização e a integrar-se na economia mundial em condições equitativas.  
 
Assinale a alternativa correta: 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	c. 
As afirmativas I, III e IV estão corretas.
	Resposta Correta:
	c. 
As afirmativas I, III e IV estão corretas.
	Feedback da resposta:
	 A \u201cAs afirmativas I, III e IV estão corretas\u201d. Isto porque, a Unctad foi criada em Genebra em 1964, e significa Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento. Segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (2012): O principal objetivo é aumentar ao máximo as oportunidades de comércio, investimento e progresso dos países em desenvolvimento, ajudando-os a enfrentar os desafios derivados da globalização e a integrar-se na economia mundial em condições equitativas.
UNCTAD desenvolve os seguintes trabalhos:
 
·  Apoia os países em desenvolvimento para que aproveitem o comércio global.
 
·   Apoia o desenvolvimento dos países da Rodada do Uruguai para que aproveitem as oportunidades do acordo.
 
·   Ajuda os países a criarem suas políticas e leis.
 
 
 
Portanto, a afirmativa \u201cO objetivo é manter o comércio o mais livre possível. As tarifas que os países-membros praticam devem ser  registradas  e  não  alteradas,  sem  que  se  concedam  compensações  aos  principais exportadores.\u201d não está correta porque este não é o objetivo da UNCTAD e sim da OMC.
	
	
	
Pergunta 3
0,25 em 0,25 pontos
	
	
	
	O NAFTA (North American Free Trade Agreement,) é, sem qualquer dúvida, um tratado de grande amplitude temática, regulando vários aspectos da relação comercial entre os países membros (EUA, Canadá e México). Deste modo as cláusulas que envolvem os tratados Internacionais de Comércio abordam:
I. Reciprocidade de tratamento; paridade nas taxas com aplicação dos mesmos impostos em produtos similares; privilégios igualitários aos países membros.
II. Reciprocidade de tratamento; direitos aduaneiros; heterogeneidade na aplicação dos impostos aos produtos similares.
III. Reciprocidade de tratamento; acordos mútuos para a aplicação de sanções em produtos similares; paridade de taxas.
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	b. 
Somente a alternativa I está correta.
	Resposta Correta:
	b. 
Somente a alternativa I está correta.
	Feedback da resposta:
	Correta: I. Reciprocidade de tratamento; paridade nas taxas com aplicação dos mesmos impostos em produtos similares; privilégios igualitários aos países membros.
Somente a alternativa I está correta.
Incorreta: II. Reciprocidade de tratamento; direitos aduaneiros; heterogeneidade na aplicação dos impostos aos produtos similares. \u2013 os mesmos impostos são aplicados aos produtos similares.
Incorreta: III. Reciprocidade de tratamento; acordos mútuos para a aplicação de sanções em produtos similares; paridade de taxas. \u2013 não comenta sobre sanções a produtos similares.
Veja na apostila a ilustração denominada \u2013 Características dos Tratados Internacionais de Comércio.
	
	
	
Pergunta 4
0,25 em 0,25 pontos