A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Atividade Objetiva 2_ Antropologia_ Identidade e Diversidade Com Resposta

Pré-visualização | Página 1 de 2

13/10/2019 Atividade Objetiva 2: Antropologia: Identidade e Diversidade
https://famonline.instructure.com/courses/1337/quizzes/8033 1/9
Atividade Objetiva 2
Vencimento 14 out em 23:59 Pontos 1 perguntas 5
Disponível 19 ago em 0:00 - 14 out em 23:59 cerca de 2 meses
Limite de tempo Nenhum
Instruções
Histórico de tentativas
Tentativa Hora Pontuação
MAIS RECENTE Tentativa 1 3 minutos 1 de 1
 As respostas corretas estarão disponíveis em 14 out em 23:59.
Pontuação deste teste: 1 de 1
Enviado 13 out em 20:40
Esta tentativa levou 3 minutos.
Importante:
Caso você esteja realizando a atividade através do aplicativo "Canvas Student", é necessário que, na aba
acima, clique em "ENVIOS" e em seguida, "IR PARA QUIZ" ou "IR PARA QUESTIONÁRIO".
Conforme imagens abaixo:
0,2 / 0,2 ptsPergunta 1
Leia o texto a seguir:
 
13/10/2019 Atividade Objetiva 2: Antropologia: Identidade e Diversidade
https://famonline.instructure.com/courses/1337/quizzes/8033 2/9
De modo geral, os jesuítas concentraram suas estratégias em três áreas de
ação: a conversão dos “principais”, a doutrinação dos jovens e a eliminação
dos pajés. Mas, a cada passo, enfrentavam resistências, em maior ou menor
grau. De fato, acompanhando os efeitos devastadores das doenças, foi a
resistência indígena o principal obstáculo ao êxito do projeto missioneiro. Os
jesuítas, como os demais europeus, contavam ingenuamente com a adesão
cega ao cristianismo de seu rebanho brasileiro: não faltam, nos relatos
quinhentistas, os batismos em massa, os supostos milagres e as dramáticas
declarações de fé por parte das lideranças indígenas. Mas seus esforços
nem sempre surtiram efeito, e mesmo a conversão de um chefe não a
adesão de seus seguidores.
 
MONTEIRO, J. M. Negros da terra: índios e bandeirantes nas origens de
São Paulo. São Paulo: Companhia das Letras, 1994, p. 47.
A partir da leitura do texto, considere as afirmações a seguir:
 
I. Os indígenas brasileiros aderiram de maneira integral à doutrinação jesuíta
quando do período colonial.
II. A adesão dos índios no território brasileiro aos primados da catequese
católica não se manteve constante, uma vez que os chefes tribais não
possuíam total controle sobre os demais membros do grupo.
III. Durante a colonização não houve esforço por parte dos jesuítas de anular
a cultura indígena através da conversão, doutrinação e extermínio dos pajés.
IV. Embora os europeus acreditassem no poder que exerciam sobre os
indígenas, não conseguiram aniquilar totalmente sua cultura, pois houve
resistência por parte dos índios.
 
É correto apenas o que se afirma em:
 I, II e III 
 III e IV 
 II, III e IV 
 II e IV 
13/10/2019 Atividade Objetiva 2: Antropologia: Identidade e Diversidade
https://famonline.instructure.com/courses/1337/quizzes/8033 3/9
Esta alternativa está correta, pois apenas as afirmações II e IV são 
verdadeiras. A afirmação I é falsa, pois os indígenas não aderiram de 
maneira integral, conforme afirma o texto. A adesão dos índios à 
catequese cristã foi inconstante. A afirmação II é verdadeira, pois as 
noções de autoridade partilhadas pelos índios eram significativamente 
diferentes do sentido que os europeus atribuíam ao termo. A afirmação 
III é falsa, pois os jesuítas procuraram exercer sua dominação cultural 
sobre os índios de todas as formas possíveis. A afirmação IV é falsa, 
pois diversas e constantes foram as resistências por parte dos índios em 
relação à doutrinação religiosa de matriz europeia.
 I e III 
0,2 / 0,2 ptsPergunta 2
Leia o texto a seguir:
 
“Um estudo dos primórdios da colonização portuguesa no Brasil revela
mesmo que a música esteve historicamente presente à formação da nova
sociedade. Foi em grande parte com a atração de seus hinos e cantos que
os padres jesuítas tornaram possível a obra de catequese dos indígenas, o
que desde logo transformava a música em um dos instrumentos da
colonização”.
 
José Ramos Tinhorão. Música popular de índios, negros e mestiços.
Petrópolis: Editora Vozes, 1973, p.9.
A partir da análise de José Ramos Tinhorão, é possível afirmar que:
 
Os padres jesuítas desconsideraram os interesses culturais dos indígenas e
se valeram exclusivamente da violência física para fazer valer sua religião.
 
Os jesuítas se empenharam em desenvolver maneiras sobrepor a religião
cristã sobre os índios além da violência física, a exemplo da importância que
a música desempenhou para a sedução dos indígenas pelos religiosos
europeus.
13/10/2019 Atividade Objetiva 2: Antropologia: Identidade e Diversidade
https://famonline.instructure.com/courses/1337/quizzes/8033 4/9
Correta. As incessantes tentativas de catequização dos índios pelos 
jesuítas contaram com diversos artifícios de convencimento, a exemplo 
da música que, como afirma Tinhorão, exercia fascínio sobre os 
indígenas, atraindo-os para a doutrinação religiosa.
 
Os jesuítas não estiveram relacionados com o projeto de colonização no
território brasileiro, pois seus interesses eram totalmente contrários aos
interesses de Portugal.
 
O gosto musical dos índios sempre esteve muito distante dos padrões
estéticos europeus, de modo que nunca houve nenhum intercâmbio cultural
entre tais povos.
 
Os índios que estavam localizados no território brasileiro não tinham nenhuma
relação com a música, portanto o projeto de colonização dos jesuítas
desconsiderou esse aspecto em suas tentativas de doutrinação.
0,2 / 0,2 ptsPergunta 3
Leia o texto a seguir:
 
“É bem conhecida a estratégia catequética que tal imagem dos
ameríndios motivou: para converter, primeiro civilizar; mais proveitosa 
que a precária conversão dos adultos, a educação das crianças longe
do ambiente nativo; em lugar do simples pregar da boa nova, a polícia
constante da conduta civil dos índios – reunião, fixação, sujeição e
educação. Para inculcar a fé, era preciso antes dar ao gentio lei, e rei”.
 
Eduardo Viveiros de Castro. O mármore e a murta. In: Revista de
Antropologia. São Paulo, USP, 1992, v. 35, p. 21-74.
Com base no texto de Eduardo Viveiros de Castro, assinale as afirmativas
corretas:
 
I. A sujeição das populações indígenas, no Brasil, exigiu esforços totais de
policiamento das condutas individuais, de modo a inculcar os padrões
13/10/2019 Atividade Objetiva 2: Antropologia: Identidade e Diversidade
https://famonline.instructure.com/courses/1337/quizzes/8033 5/9
morais europeus. Para tanto, a ação dos jesuítas foi fundamental.
II. A prática pedagógica dos europeus se deu apenas no sentido de
apresentar possibilidades de compreensão de seus valores para os
indígenas, cabendo aos índios avaliarem livremente se era ou não de seu
interesse.
III. Os índios no Brasil foram vítimas apenas violência física, uma vez que os
catequizadores não identificavam a possibilidade de interferir culturalmente
nos padrões de vida comunitária das populações indígenas.
IV. Desde o início da invasão do território brasileiro a pedagogia apresentada
pelos jesuítas não interessava o poder político de Portugal.
 I, II e III 
 II 
 I, II, III e IV 
 I 
A alternativa está correta, pois apenas a afirmação I está correta.
I. Correta. Os esforços de catequização e civilização dos índios,
empreendidos por jesuítas e europeus em geral, exigiram um
policiamento moral constante, de modo a forçar a adequação dos
padrões culturais indígenas aos dos invasores.
II. Incorreta. A catequese dos índios não se limitou à apresentação
pacífica de noções e princípios religiosos europeus. O que se viu
foi a tentativa constante de promover violências simbólicas sobre
os padrões culturais indígenas, empreendendo um verdadeiro
etnocídio das populações autóctones.
III. Incorreta. As tentativas de aniquilação dos padrões culturais
partilhados pelos indígenas foram constantes

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.