A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
fontes do direito

Pré-visualização | Página 1 de 1

​FONTES DO DIREITO 
 
 CONSIDERAÇÕES GERAIS 
 
 ​FONTE: 
 
PRINCÍPIO, FUNDAMENTO – AQUILO QUE DÁ 
ORIGEM A UMA COISA; 
 
 
 ​HISTÓRICAS: 
Indicam a origem das modernas instituições jurídicas: época, 
local, motivos de sua formação,etc; 
A pesquisa pode limitar-se aos antecedentes históricos mais 
recentes ou se profundar no passado, na busca de concepções 
originais; 
 
MATERIAI ​S: 
A que nasce do poder de legislar- as forças sociais criam o 
direito- fatos sociais, econômico , políticos,etc; 
 
FORMAIS 
São os meios de expressão do direito ,as formas pelas quais as 
normas jurídicas se exteriorizam; 
 
MEDIATAS 
O direito canônico, romano, os costumes, os princípios gerais 
do direito, as regras de equidade, a jurisprudência dos 
tribunais, a doutrina dos juristas .Quando a lei é omissa , o 
juiz decide de acordo com analogia, os costumes e os 
princípios gerais do direito- Não pode o juiz alegar lacuna ou 
obscuridade da lei , não havendo normas legais busca 
alternativas 
 
 ​LEI 
 
Forma moderna de produção do Direito Positivo; 
É ato do Poder Legislativo, que estabelece normas de acordo 
com os interesses sociais; 
Sua fonte material é representada pelos próprios fatos e 
valores que a sociedade oferece; 
Se estrutura na realidade social; 
 
 
 
 
 ​ OBRIGATORIEDADE DA LEI 
 
 
-A consequência natural da lei é sua obrigatoriedade; 
 
-Caráter imperativo do Direito – equilíbrio social – presunção 
de conhecimento da lei- 3º da Lei de Introdução às normas do 
Direito Brasileiro ”Ninguém se escusa de cumprir a lei, 
alegando que não a conhece”; 
 
 
 
 ​APLICAÇÃO DA LEI 
 
 
Diagnose da Fato- análise dos fatos , provas para diagnosticar 
quanto à matéria de fato; 
 
 
Diagnose do Direito- existência da lei que discipline o fato; 
 
Crítica formal – conhecidos os fato e verificada a existência 
da lei verifica-se também, a legalidade -critérios formais de 
sua existência; 
Crítica Substancial- verifica-se a eficácia e efetividade da lei; 
 
Interpretação da Lei - sentido e alcance da norma jurídica; 
 
Aplicação da Lei - cumpridas todas as etapas anteriores o juiz 
deve promover a plicação da lei , em determinadas situações 
,com análise pessoal. 
 
 
 
 
 ​COSTUME 
 
 
É uma prática gerada espontaneamente pelas forças sociais e 
,segundo alguns autores , de forma inconsciente; 
 
 
Formação lenta e de necessidade social; 
 
 
Criado de forma espontânea pelo povo; 
 
 
Uso reiterado, uniforme e que gera obrigatoriedade 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 ​JURISPRUDÊNCI​A 
 
 
Definição do Direito pelos Tribunais; 
 
 
Não surge apenas quando há lacuna da lei ou quando há 
defeito na lei mas como interpretação de normas jurídicas 
preexistentes – ​secundum legem, prater legem, contra legem: 
 
Segundum legem - ​limita a interpretar determinadas regras 
definidas na ordem jurídica – refletem o verdadeiro sentido 
da norma vigente; 
 
Prater legem – ​desenvolve na falta de regras específicas - a lei 
é omissa – analogia e princípios gerais do direito; 
 
Contra legem – quando os precedentes judiciais contrariam a o 
espírito da lei